Manual Diagnóstico e Estatístico de Doenças Mentais

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Clique e venha fazer parte de nosso projeto!!
Projeto Desconhecimento

Este artigo de Ciências ganhou nota C, sendo considerado Razoável, podendo melhorar.

Visite a discussão do artigo ou o projeto e Conheça-nos

Asclepius.png A Desciclopédia não é um consultório de medicuzinho.
Por isso, tome vergonha e vá procurar um pra fazer seu check-up.
60px-Bouncywikilogo.gif
Para os fanáticos religiosos entre nós que escolhem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Manual Diagnóstico e Estatístico de Doenças Mentais.

Cquote1.pngVocê quis dizer: Catálogo de doidoCquote2.png
Google sobre Manual Diagnóstico e Estatístico de Doenças Mentais

Cquote1.pngExperimente também: CID-10 Cquote2.png
Sugestão do Google para Manual Diagnóstico e Estatístico de Doenças Mentais

Cquote1.png É uma cilada, Bino! Cquote2.png
Pedro sobre DSM

Cquote1.png Você traiu o movimento da normalidade, véio! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre DSM



O Manual Diagnóstico e Estatístico de Doenças Mentais, também denominado de Manual Diagnóstico e Estatístico de Trantornos Mentais, amplamente conhecido (pelos profissionais da área "Psi-qualquer coisa"...) como DSM-IV, que consiste em um tratado estatístico que descreve todas às doenças (atualmente chamado de "transtornos") mentais, suas características e prevalência (porcentagem) de população afetada.

Tabela de conteúdo

[editar] O que é o DSM-IV e Como Funciona

E por conta desse livrinho que seu Médico lhe indicou Gardenal com Vodka, 3X ao dia...

Este livro é editado pela Associação de Psiquiatria Americana, na sua quarta-edição. Que consiste em uma tábua de salvação para psicanalistas, psicólogos e psiquiatras, além dos neurologistas (não necessáriamente nessa ordem), para descrever diversos problemas de personalidade, comportamento, humor, afetivo, entre outros problemas que afetam às pessoas em seu cotidiano. Da qual este manual consiste em um autoajuda dos profissionais "psi" ao dar respaldo científico às suas verborragias por conta da quantificação estatística presente nesta publicação.

Exemplo disso é o Transtono bipolar, que consiste em um Transtorno (doença) de Humor, na qual o indivíduo sofre pico de intensa euforia (alegria acima da média BICHISSE) e repentinamente tem uma queda intensa do humor, ficando em estado deprimido, ou seja, o humor desta pessoa consiste basicamente em um gráfico de eletrocardiograma, na qual existe variações entre intensa vontade de viver com súbito e intenso desejo de suicídio. Da qual o DSM-IV descreve diferentes intensidades de manifestação de um sintoma. Se ocorre apenas em um dia, é denominado de "episódio" ou é classificado como "transtorno" quando ocorre várias vezes, igual ao Coringa do filme Batman.

Mas o que a explicação acima tem de interessante. Aí é que está a questão, se você falar a um terapeuto que em um mesmo dia você estava feliz e logo ficou triste, ale irá encaminhá-lo para um Psiquiatra que lhe indicará uma tonelada de remédios. E se a tua terapeuta for Psiquiatra, ela mesma se encarregará de lhe aplicar uma injeção para deixá-lo calmo. Se você se recusar a tomar qualquer medicação, logo aparece uma equipe de enfermeiros forçando-lhe a vestir uma camisa de força, e os "psi" ficarão encarregados de interná-lo e de convencer a sua família de que "é para seu próprio bem", sem antes perguntar qual o motivo de tanta euforia e depressão para um mesmo dia, que pode simplesmente a sorte que você teve de dar uns pegas na Secretária mais gostosa da sua empresa sobre a fotocopiadora, mas da qual isso lhe rendeu a sua demissão ao ser flagrado pelo chefe dando uns amassos na sua cocota durante o expediente. Muitas vezes o cliente nem tem Transtorno bipolar, da qual o seu estado de humor depende do quanto de dinheiro tem na carteira, se está cheia, seu proprietário está com mania, mas se esta ficar vazia e seu dono dever para meia dúzia de bancos, aí certamente ele sofrerá de Depressão.

E assim ocorre com diversas pessoas tidas como normais, até passar por algum "Psi" que comprou diploma da UNIP, e prescreve medicação à torto e a direito, da qual uma criança agitada em sala de aula, ou uma Superdotada que incomode a professora em sala de aula por conta da sua agitação, pode receber o diagnóstico de hiperativa, passando a tomar 1 kg de Ritalina por dia, ficando calminha como um leão dopado, aí anos mais tarde, por conta do excesso de medicação que deixa a criança retardada e sonolenta, é novamente encaminhada a um "Psi" que diagnostica Depressão, da qual passa a descrever Fluoxetina ou Prozac que são medicações que atam no metabolismo neurológico, fazendo com que esta fique tão agitada quanto um Narrador de corrida de cavalos. Aumentando o desespero dos pais que não sabem se devem dar um tiro em seu filho, como um reset definitivo de um projeto que não deu certo, ou se devem amarrar seu filho em uma árvore, enquanto os profissionais da área "Psi" e a Indústria Farmacêutica mantém a sua rentabilidade às custas do desespero alheio.

[editar] Sistema de Eixos

O DSM-IV organiza (ou não) cada condição demencial em cinco níveis (eixos), relacionados com os diferentes aspectos da doença, da qual forma uma sequência numérica semelhante ao número da besta, que ficará gravado no seu prontuário e fará parte da sua nova identidade, na qual os eixos são;

* Eixo I: Desordens clínicas, como doenças mentais, além desordens de desenvolvimento ou aprendizado.

Ou seja, se teu filho é um tapado que não aprende direito, ou tem uma professora burra, ele será enquadrado nessa categoria.

Um dos Eixos que orientam a condução do diagnóstico clínico com o DSM-IV...

* Eixo II: Condições invasivas e transtornos de personalidade, como também retardo mental;

Esse é o padrão que você se encaixa por ler isto aqui.

* Eixo III: Doenças mentais agudas e doenças físicas;

Isso é o que ocorre depois que você evoluir do Eixo II enchendo a cara e dirigindo feito um alucinado. Se der o azar de viver, será um demente por resto da vida...

* Eixo IV: Fatores ambientais e psicossociais contribuintes com a doença;

Esse estágio também é fácil de ser alcançado. Basta cheirar gatinhos e se manter na ervinha que você diz que é natural.

* Eixo V: Avaliação global de funcionamento, ou (no caso dos menores de idade) avaliação global de funcionamento de crianças. As avaliações são feitas com base numa escala de 100 a 0.

Esse é um padrão em que a Maísa do Silvio Santos se enquadra, pois trata-se de um anão com atitudes infantiloides.

Categorização das doenças;

Doenças comuns ao Eixo I incluem Depressão, transtornos de ansiedade, Transtorno bipolar, TDAH e esquizofrenia.

Doenças comuns do Eixo II incluem: Transtorno de personalidade borderline, Transtorno de personalidade esquizotípica e transtorno de personalidade antissocial.


[editar] Fato! Informação Verídica que a Wikipédia não tem!

Wikipédia não tem!

Você sabia que até o DSM-III (terceira edição), o Homossexualismo era classificado como uma Parafilia de Identidade de Gênero? E que isto só foi desconsiderado doença a partir de 1994 com a edição do DSM-IV? Isso ocorreu por conta da elevada demanda de homossexuais que buscavam tratamento psicológico, principalmente indicados por movimentos religiosos. Uma vez que ao se constatar oficialmente uma doença, é dever do governo dispor de tratamento gratuito para a população. Aí como nem os Estados Unidos, que é uma das nações mais ricas economicamente, deu conta de dispor de recursos e profissionais para atender ao público homossexual, resolveu abolir a classificação do homossexualismo como doença, para se esquivar desse abacaxi!

Viu como a Desciclopédia também é cultura? Pois este é um dado real da qual os espertalhões da Wikipédia não tem. E provavelmente você levará um bom tempinho para achar este dado no Google, uma vez que o "politicamente correto" impeça a disseminação de muito conhecimento.

[editar] Profissões que usam o DSM-IV

[editar] Veja no InfoBox as doenças listadas pelo DSM-IV

Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais - DSM-IV
v d e h
PR
PR
Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas