Mar Mediterrâneo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ueurss.jpg
Este artigo é sobre humor europeu

Desculpem, o humor deste artigo é ininteligível para brasileiros e sul-estado-unidenses.
Então, nada de Chuck Norris, Jeremias ou humor privado aqui, certo?
Cquote1.pngVocê quis dizer: 25 de Março flutuanteCquote2.png
Google sobre Mar Mediterrâneo


O Mar Mediterrâneo é um mar localizado na Europa,Ásia e África que é considerado o maior piscinão do mundo, só perdendo para o de Ramos. O Mar Mediterrâneo é considerado o lugar em que se mais vendeu trambiqueiras e bugigangas da Polishop na história do mundo (é claro que isso foi antes do Paraguai).Esse mar ja foi invadido, cercado, poluído, esculpido, cuspido, entupido e explodido por mais civilizações do que se possa imaginar.

[editar] Geografia humana

Países que tomam banho no Mediterrâneo:

Europa: Trinidad e Tobago, Antígua e Barbuda, Serra Leoa, Zimbábue, Plutão, Acre, Nicarágua.

Ásia: Tibet, Santana do livramento do sudoeste, Iraque, Nova Zelândia, Toronto, Butão, Ândromeda.

África: Nova York, Klepakistão, Alfa de Centauro, Paris, Rancoon City, Nepal, Rondônia.

O grande comércio de especiarias no Mar Mediterrâneo

Principais cidades banhadas pelo Mediterrâneo:

[editar] Biologia

Maiores ameaças a biodiversidade:

  • O contato com os franceses que matam a fauna e a flora com sua imundice.
  • Plásticos de cadarços de tênis.
  • Juicer Philips Walita.
  • Europeus em geral.

[editar] História

Desde a antiguidade, o Mar Mediterrâneo foi usado como esgoto, nesse esgoto continham vários materiais radioativos que alguns acreditam ajudaram a formar algumas civilizações que habitaram as costas do Mar Mediterrâneo.

Um dos fatos marcantes da história da região aconteceu em 1453 quando os otomanos tomaram a cidade de Constantinopla e usando cercas elétricas, cães de guarda e camisinhas fecharam o mediterrâneo oriental impedindo a dura penetração dos europeus, os motivos de tal ato dos otomanos foi pelo fato de que para entrar no Mar Mediterrâneo as pessoas tinham que pagar ingresso e como os otomanos eram sovinas e miseráveis eles eram obrigados à vender chicletes para os navios mercantes que passavam para conseguir entrar.

Na segunda metade do século XVIII, a Inglaterra e a França foram ampliando seu fedor sobre a região, aproveitando a que os chicletes dos otomanos estavam acabando. A Inglaterra se beneficiou mais pois havia feito os otomanos ficarem viciados em ópio,chá e relógios gigantes, depois que os otomanos foram para uma clínica de Narcóticos Anônimos a Inglaterra tomou conta do lugar, eles planejaram um grandioso e maléfico plano de usar o Mar Mediterrâneo como um grande bule de chá e transformar todos os mares em um doce e caótico chá matte, mas eles foram processados por plágio pela coca-cola porque eles ja haviam feito isso.

Em 1869, com a abertura do canal de Suez, obra construída por um consórcio de plástico de cadaro de tenis, o Mediterrâneo Oriental passou a vender muamba de tudo quanto tipo. Depois de um tempo se tornando cada vez mais ricos os habitantes peixes do Mar Mediterrâneo se juntaram e formaram a empresa de muambas Polishop.

Com o fim da Primeira Guerra Mundial, consolidou-se a bixisse britânica e o Mar Mediterrâneo ficou entupido de navios e petróleo, os europeus estavam desesperados atrás de petróleo para poderem comprar mais armas dos extraterrestres, mas como os extraterrestres ja haviam arranjado outro meio de lustrar maçanetas eles não precisavam mais de petróleo pra fazer isso e acabaram-se as negociações e os europeus tiveram que levantar da cama e fazer as suas próprias armas a partir de isopor, argila e gatos.

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas