Mar de Espanha

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Principais pontos turísticos de Mar de Espanha: *Casa do seu Zézinho, ganhador do lata velha e de um carro de palhaço *Muito mato e poeira *As árvores bonitas

Mar de Espanha é uma cidadezinha no meio do nada localizada no estado que é o meio do nada, Minas Gerais. Não se sabe o que é pior, a cidade não ser da Espanha e mal ter uma loja decente ou ter no nome "mar" apesar do estado de Minas Gerais não ter uma saída para o mar.

História[editar]

Fundado por um marinheiro que tinha enlouquecido. Essa é a verdadeira história. Conta-se que houve uma época em que no Brasil colônia não adiantava mais você colocar loucos junto a presos normais. Ou os loucos acabavam matando os presos, ou os presos acabavam matando os loucos que ficavam gritando continuamente.

Para solucionar isso, Portugal decidiu construir o primeiro hospício no Brasil, para conforto e reabilitação desses loucos, vários trens e carroças lotadas de loucos se dirigiam para o centro psiquiátrico com donos espanhois, o trem só ia até certa parte pois não havia tantas estradas de ferro na época.

O manicômio era improvisado, na realidade era uma fazenda com donos espanhois, um dia, a quantidade de loucos foi tão grande que fizeram casas para eles, aquilo parecia uma favela gigantesca, os loucos tinham filhos e esses filhos viam a loucura como algo normal, os donos deixaram a fazenda e foram para Pomba, dona do distrito.

Ao fim, os loucos tinham ganho uma casa. O nome dessa cidade?

Cita3.pngThat city... Is... Mar de EspanhaCita4.png
Desbravador português que achou Mar de Espanha

Mar de Espanha[editar]

A cidade ganha um nome sem sentido, Mar de Espanha, pois alguns imigrantes espanhóis decidiram ir para lá tentar a sorte grande. Como a maioria dos loucos ou tinha se curado sozinho ou tinha virado uma sub-espécie chamada "caipiras de Mar de Espanha" a cidade podia receber pessoas. O imperador Dom Pedro II emancipa a cidade junto com outras trezentas e cria o Mar de Espanha.

O nome, não faz se faz a mínima ideia de onde saiu, provavelmente era porque a cidade tinha tantos espanhois, que no futuro seriam Bolivianos, Paraguaios e Peruanos que aquilo virou um "Mar de Espanha".

Então, os imigrantes espanhois criam uma cadeia/pastelaria/clube recreativo que seria a prefeitura no futuro, conseguem fazer alguns loucos virarem membros semi-ativos da sociedade e crescer o tamanho da cidade a m tamanho de "vila insignificante" até "meio do nada". A vida seguiu-se normalmente com uma mudança: agora todos eram caipiras e todos ficavam entediados naquela cidade.

A única vantagem de se morar em Mar de Espanha é que o feriado do dia da independência do Brasil é dobrado: a cidade se emancipou em 10 de setembro (feriado do aniversário da cidade) e o país se emancipou em 11 de setembro (feriado nacional).

Filhos ilustres[editar]

E voltamos com a maior palhaçada da maioria das cidades, as pessoas que nasceram na cidade, se famosas, viram filhos ilustres. O único filho ilustre de Mar de Espanha foi o "Seu Zézinho" que hoje tem um daqueles carros de palhaços que ganhou no lata velha do Luciano Hulk. Esse é o maior filho ilustre local.