Marco Aurélio Caro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Romanopre.jpg ROMANI ITE DOMVM!!!

HÆC ARTICVLVS ROMANVM EST. LATIM LOQVÆBITVR. NON INTERLEGIT? HVMORIS PRIVATVS NON EST. MVITISSIMVS ENGRAÇATVS! SED ROLA MEAM VADE MAMARE! VADE FŒDERE CVM PORRIBVS NOSTRVM.

Spqrpre.jpg


NovoWikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Marco Aurélio Caro.


Cquote1.png Você quis dizer: Carro? Cquote2.png
Google sobre Marco Aurélio Caro
Cquote1.png Experimente também: Barato Cquote2.png
Sugestão do Google para Marco Aurélio Caro


João Marco Aurélio Caro Pereira Dólar (em latidus Marcus Aurelius Carus Superfaturadus) foi um imperador romano cuja a principal característica de seu governo foi fraudar licitações e superfaturar obras públicas.

História[editar]

Como foi cobrado muito caro para mostrar seu rosto, segue apenas o pé de Marco Aurélio Caro.

Caro, que também poderia ser chamado de Não-Barato ou Expensive era senador, mas depois desistiu da carreira pois percebeu que não havia como lucrar com ela, visto que tinham outros senadores mais antigos e mais macaco que ele.

Então, Caro passou a integrar o exército romano, e foi nomeado pelo então imperador Probo como Chefe da Guarda Municipal e Agente de Trânsito, um cargo de alta confiança e responsabilidade. Com isso, Caro passou a estar mais presente no dia a dia do imperador, conquistando assim sua confiança com uma falsa lealdade.

Pai de dois filhos, Numerozinho e Carinho, os quais educou e ensinou como se dar bem com licitações e superfaturamento de obras públicas, tudo com o dinheiro do povo, claro.

Vida Política[editar]

Moedinha de Marco Aurélio Caro, foi a moeda mais cara já produzida em Roma.

Após a morte de Probo, Caro foi nomeado pelos soldados como novo imperador de Roma e seu primeiro ato como imperador foi o de mandar matar todos os que haviam participado do atentado à vida do ex-imperador, ao qual era muito grato, pois se não fosse por Probo, Caro nunca seria imperador de coisa nenhuma.

Após isso, começou a abrir licitações para obras públicas a serem executadas em Roma, na intenção de melhorar a qualidade de vida da população, e conseqüentemente a sua mesmo, visto que quanto mais licitações tivessem, mais ele tirava o seu por fora e ficava cada vez mais rico.

Para ter certeza que todos se dessem bem, ele mandou seus filhos cada um para um canto diferente do país, pois quanto mais fraudes em licitações tivessem, mais dinheiro entraria. Além das fraudes nas licitações, Caro também gostava de super-faturar as obras, ficando com a diferença do valor para ele e seus filhos da puta.

Já com relação à vida militar, Caro foi muito bem, obrigado. Conseguiu diversos territórios que Probo não havia conseguido conquistar em sua gestão. Roma estava conhecida em quase todo o universo, e estava se reerguendo militarmente após a grade crise.

Morte[editar]

A morte de Caro foi uma excessão. Provavelmente ele morreu de velho mesmo. Mas outros historiadores afirmam que ele morreu após receber uma ferida em seu dedão, sagrando até a morte. Quanto às causas, ainda não é certa. Só sabemos que ele foi um dos raros imperadores romanos que não morreram vítimas de complô ou traição.

Ver Também[editar]

Precedido por
Probo
Mininero.jpg
Imperador Romano

282 - 283
Sucedido por
Carinho



Romanpre1000.jpg
Imperadores Romanos

Júlio-Claudianos
Otávio AugustoTibérioCalígulaCláudioNero

Guerra Civil e Flávios
GalbaÓtonVitélioVespasianoTitoDomiciano

Antoninos
NervaTrajanoAdrianoAntonino PioMarco AurélioCômodo

Severos
PertinaxDídio JulianoSétimo SeveroCaracalaMacrinoHeliogábaloAlexandre Severo

Zorra Total ou Quem der mais leva
Maximino TrácioGordianos (I, II e III)Filipe ÁrabeDécioTreboniano GaloValerianoGalienoCláudio II GóticoAurelianoProboCaroCarino

Tetrarquia e Constaninianos ou Agora somos cristãos, Amém!
DioclecianoConstantino MagnoConstantino IIConstanteMagnêncioConstâncio IIJuliano ApóstataJoviano

Valentinianos e Teodosianos ou Corra que os bárbaros vêm ai
Valentiniano IValenteValentiniano IITeodósio MagnoHonórioConstantino IIIValentiniano IIIPetrônio MáximoÁvitoMajorianoLíbio SeveroAntêmioOlíbrioGlicérioJúlio NeposRômulo Augustulo