Marco Luque

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Tom2.jpg
É pra rir?
Batore24.jpg

Este artigo fala de um comediante "muito engraçado". Se você ainda dá risada do Tiririca, assiste Casseta e Planeta ou imita a Lady Kate, SOME DAQUI!!!


Olho na Bosta, Olho na Band!

Coisa da Band é sempre mal-feita

Este artigo está relacionado à Band. Talvez você não tenha conhecimento da existencia de Marco Luque porque só consegue ver Campeonato Brasileiro com Luciano do Valle e Neto. Cuidado, pois Marcelo Tas pode estar de olho...

Conheça mais dessa gentalha aqui.

Bush-besta.jpg "Não, cê é burro cara, que loucura..."

Este artigo é sobre algo ou alguém burro ou completamente imbecil.

E acredita na veracidade das lutas da WWE.
Discionario em png.PNG O Descionário possui um verbete sobre Beijosmeliga


Após usar alguns entorpecentes.
Marco Luque antes de ir ao ar no CQC

Cquote1.png Você quis dizer: Garoto das Casas Bahia Cquote2.png
Google sobre Marco Luque

Cquote1.png Você quis dizer: Marcos Palmeiras Cquote2.png
Google sobre Marco Luque
Cquote1.png Você quis dizer: Ivo Holanda Cquote2.png
Google sobre Marco Luque
Cquote1.png Você quis dizer: MARCOS LÚCIO Cquote2.png
Google sobre Marco Luque
Cquote1.png Você quis dizer: Formiguinha Cquote2.png
Google sobre Marco Luque
Cquote1.png Cocô dá câncer! Cquote2.png
Marco Luque sobre cocô
Cquote1.png É nóis, Queiroz Cquote2.png
Marco Luque sobre Qualquer coisa
Cquote1.png Rolândia é a casa do caralho!!! Cquote2.png
Marco Luque sobre Rolândia
Cquote1.png Beijos me liga! Cquote2.png
Marco Luque sobre Carla Perez
Cquote1.png Um docinho de cocô! Cquote2.png
Marcelo Tas sobre Marco Luque
Cquote1.png Já acho ele um tesão. Cquote2.png
Grace Gianoukas sobre Marco Luque
Cquote1.png Beijos me liga! Cquote2.png
Marco Luque sobre Grace Gianoukas
Cquote1.png Eu tenho medo! Cquote2.png
Regina Duarte sobre Marco Luque
Cquote1.png Você é cafajeste com as mulheres, Luque? Cquote2.png
Marcelo Tas sobre Marco Luque
Cquote1.png Não. Jamais. Eu sempre pago certinho no final e ainda dou uma gorjeta se elas fazem um agrado. Cquote2.png
Marco Luque sobre pergunta acima
Cquote1.png Um beijo ao meu amigo Marcos Luque! Cquote2.png
Jaqueline Khury sobre Marco Luque
Cquote1.png Um beijo pra minha amiga Jaques Khurys! Cquote2.png
Marco Luque sobre Jaqueline Khury
Cquote1.png Você está certo dissom? Cquote2.png
Marco Luque, toda vez que Silvio Santos é mencionado
Cquote1.png Eu não entendo esse negócio de xadrez, o peão vem antes do cavalo? Quando eu jogo, eu coloco o peão em cima do cavalo. Cquote2.png
Marco Luque sobre xadrez
Cquote1.png E o burro atrás do tabuleiro, né? Cquote2.png
Marcelo Tas sobre a citação acima, tentando dar uma de espertinho
Cquote1.png Eu não jogo com você, Tas. Cquote2.png
Marco Luque, ownando o chefe
Cquote1.png Eu vou sonhar com esta porraaa!!! Cquote2.png
Rafinha Bastos sobre Marco Luque
Cquote1.png Eu sou o Ivo Holanda!!! Cquote2.png
Marco Luque sobre ele mesmo
Cquote1.png Eu sou o Ivo Meireiles!!! Cquote2.png
Marco Luque bêbado sobre ele mesmo
Cquote1.png Marcos Luque, eu queria saber como você faz para deixar seus cachinhos bonitinhos??? Cquote2.png
Carla Perez sobre Marco Luque
Cquote1.png O Ministério da Saúde adverte: Fumar faz mal à saúde. Fumar dinamite pior ainda! Cquote2.png
Ministério da Saúde sobre Marco Luque
Cquote1.png HADOUKEN‼ Cquote2.png
Marco Luque derrotando Anderson Silva
Cquote1.png Luque, eu sou seu pai! Cquote2.png
Darth Vader sobre Marco Luque

Marco Stradivarius Byron de Bourbon Lusque, natural da São Paulo, é o mais novo da nova geração de atores rebeldes que fizeram um juramento sobre a bandeira descíclope para lutar contra o sistema totalitário do governo de Lula e seus amigos opressores. Usuário nível 10 e assumido exímio cheirador de gatinhos, Marco Luque comanda um programa político exibido todas terças-feiras, intitulado de Terça Insana, onde costuma descaradamente xavecar sua colega de batente, Grace Gianoukas e falar mal do Corinthians, principalmente em seu outro programa, que somente é exibido às segundas-feiras. Incrivelmente, seu QI é de 201/200!!! Isso quer dizer que sua inteligência supera a de Chuck Norris, e empata com Seu Madruga, Golpe Baixo e outros gênios incompreendidos.


Biografia[editar]

A história de Marco Luque, o gênio incompreendido do CQC, começa na época do Brasil-Colônia, há mais de 200 anos.

A saga dos Luque tem origem na Europa do século XVIII, com o corsário Marc Fontes. Numa expedição à Escandinávia, o pirata acabou chegando ao litoral do Paraná devido a um erro de cálculo. Dois séculos e muitos erros de cálculo depois, nascia Marco Antero Lusque.

Criado no interior do Paraná (mais especificamente em Ivaiporã mas onde caralho fica, foda-se isso não importa), Marco Lusque teve uma infância feliz. Bem cedo, revelou ser uma criança muito especial. Era o queridinho da professora e o melhor penteado da família. Aos 14 anos, era um rapaz alegre e popular, verdadeiro amigo da garotada. Aos 15, partiu para a cidade grande em busca de seus maiores sonhos: ser jogador de futebol e artista.

No futebol, brilhou na Série J do Campeonato Capixaba. Mas uma lesão cerebral o afastou dos gramados.

Sempre confundido com Marcos Palmeira, resolveu entrar para o show business. Participou de saraus literários, fez vídeos conceituais, e lecionou Teoria da Comunicação à Distância.

Cquote1.png Existem cinco teorias para explicar a origem da farra. Cquote2.png
Marco Lusque

Após uma série de fracassos, Marco Lusque continuou em busca de uma vocação.

Cquote1.png Antes de ser garçom, eu já fui palhaço, ator, açougueiro, taxista, gandula... Cquote2.png
Marco Lusque

Aconselhado por uma numeróloga, ele tirou o "S" do nome. Rebatizado agora de Marco Luque, as coisas começaram a melhorar para o Forrest Gump do CQC.

Como ator de teatro, Luque começou a alcançar o sucesso vivendo o papel de Peter Bravo de Shakespeare. Logo depois, estreava nas telas de cinema fazendo o papel de Comissário Gordon na versão brasileira de Batman: o Cavaleiro das Trevas Ressurge.

Cquote1.png Não dá pra conversar aqui embaixo, não? Cquote2.png
Marco Luque como Comissário Gordon

Enfim, o abismal Marco Luque recebeu o reconhecimento por que tanto ansiava.


Aclamado como o sucessor legítimo de Sassá Mutema, chegou à bancada do CQC para dar um lustro intelectual no programa. Logo marcou presença com seu humor refinado:

Cquote1.png Ó, eu como; aí, se na hora de pagar a mulher cobrar caro, aí eu brigo! Cquote2.png
Marco Luque, no CQC

Antes do fim da primeira temporada do programa, Luque já era considerado um dos maiores símbolos sexuais da televisão brasileira.

Cquote1.png Beijo, TE LIGO! Cquote2.png
Marco Luque sobre qualquer beldade

Carreira[editar]

Antes de ingressar no mundo das celebridades, Marco Luque era juiz da Confederação Brasileira de Futebol de Botão, a CBFB. Mas a carreira, mesmo que promissora, não atendia as necessidades profissionais e emocionais de Luque. Tentou a vida como funcionário de boates da Rua Augusta, mas faltou-lhe o essencial para o sucesso... beleza.

Marco Luque e seus amiguinhos gays

Ícone de apresentações do tipo stand-up sem graça, já atuou em alguns filmes também do alarmante cinema de Hollywood, tais como: Quarteto Fantástico, Tudo Pela Fama, Exterminador do Futuro, O Auto da Barca do Inferno, Uma Sexta-Feira Muito Louca (onde atuou com a vencedora do Oscar, Monica Mattos), Humor aos Pedaços, Fáfá, a Fada dos Seios e Um Amor pra Recordar.

Porém o ator não conseguiu o seu objeto de desejo: o Oscar. Desacreditado pela mídia após seu papel pífio e peculiar em Fáfá, a Fada dos Seios, Marco Luque tira férias e permanece fazendo alguns bicos na Bolsa de Valores. Mesmo com a recente crise, o ator não foi afetado pois investiu apenas em moeda segura, CDB: Comida, Drinks e Biscates.

Ainda durante suas férias do mundo contemporâneo, fazia bicos de motoboy à noite entregando pizzas nos bairros da Moóca e Vila Prudente. Após aparecer em entrevista no Programa do Jô, como o motoboy que entregou o maior número de pizzas em apenas 2 horas, Marcelo Tas o convidou para um novo programa inusitado, político, hilário, incrível, maravilhoso, o programa mais "tchuc tchuc" e "tchop tchura" desse Brasil varonil, foi aceito e até hoje continua lá, pois ganha uma fortuna para falar "beijo me liga"; o dociiiiinho de Côco do Custe o Que Custar.

De uns tempos para cá, Luque vem contando histórias dos seus tempos de motoboy diariamente, em programetes na Mix FM, usando o pseudônimo “Jackson Five” — e todo mundo achando que o que ele fala é inventado. Às vezes faz um bico por fora só para ter o que contar.

Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Marco Luque no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg
v d e h
Teatro