Maria Bethânia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Feio002.jpg Este artigo é sobre alguém que sofre de falta de beleza!

Não nos responsabilizaremos por qualquer dano em sua visão ou vontade de continuar a viver.

Alguma foto da Preta Gil pode estar neste artigo.

002.png Este artigo pode levar-te para o Lado Azul da Força!

Este artigo contém fatos sobre sapatas e usa regata sem depilar o sovaco.

LesbianKiss1.jpg
Nova Bandeira da Bahia-Desciclopédia.PNG Colé moral, essi negoçaqui é da terra do dendê. O tio qui feiz issáqui é cuncerteza baiano, intõ, sinhá disgraça de lá do sul da minha caceta, num méxi nas porra daqui nã, vu? Ô vô rumaladsgraça e inda chamo a barrêra pá ti pancá, seu comédia.


Emblem-sound.svg.png Maria Bethânia
Betanha.jpg
O leãozinho, cabelo de xaxim
Nome Maria Bethânia das Cavernas Sapata de Valença Veloso
Origem link={{{3}}} Bahia
Sexo Nunca
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.png
{{{instrumentos}}}
Gênero Fera ferida
Influências Caetano Veloso, Rei Roberto Carlos
Nível de Habilidade Inexistente (estudou na UFBA)
Aparência Deus me livre... homem das cavernas
Plásticas Nenhum médico se arriscou
Vícios
Nuvola apps atlantik.png
Cigarro de maconha com Nescau
Cafetão/Produtor
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Gilberto Gil

Cquote1.png Você quis dizer: Maria Putânia? Cquote2.png
Google sobre Maria Bethânia
Cquote1.png Você quis dizer: Maria Blogueira? Cquote2.png
Google sobre Maria Bethânia
Cquote1.png Você quis dizer: Ronnie James Dio? Cquote2.png
Google sobre Maria Bethânia
Cquote1.png Você quis dizer: Coqueiro Baiano? Cquote2.png
Google sobre Maria Bethânia
Cquote1.png Feiiiia que dóiiii... o Cãããão Chupano Limãooo Cquote2.png
Dercy Gonçalves sobre Maria Bethania
Cquote1.png Rááááá. Cquote2.png
Daniela Mercury sobre Maria Bethânia
Cquote1.png Sou Fera Ferida, no corpo, na alma e no coração Cquote2.png
Maria Bethânia sobre si mesma
Cquote1.png Gosto muito de você leãozinho... Cquote2.png
Caetano Veloso sobre Maria Bethânia
Cquote1.png Sim, eu já comi... Cquote2.png
Erasmo Carlos sobre Maria Bethânia
Cquote1.png No meu corpo se escondeu, minhas matas percorreu Cquote2.png
Maria Bethânia sobre sobre piolhos foragidos
Cquote1.png NÃO ME TOQUE EM MIM! Cquote2.png
Maria Bethânia sobre sobre Ceará do Pânico na TV
Cquote1.png Mas o que importa é a beleza interior! Cquote2.png
Maria Bethânia sobre depois de ver o carcará no espelho

Maria Bethânia Primo Itt de Carcará, também conhecida como "Mata de Cabelo Ambulante", nasceu em Santo Amaro da Purificação, na Bahia (de onde mais poderia surgir criatura tão esquisita?), filha do ser humano mais antigo da face da Terra, Dona Canô, (matriarca de todos os baianos e ET´s) e irmã do não menos bizarro Caetano Acho Tudo Lindo Veloso e ainda irmã do capitão caverna... .

História[editar]

Bethânia e sua beleza

Ao nascer, em 1574, Bethânia quase foi abandonada num matagal por sua mãe, que pensou ter parido uma samambaia. Mas ao ouvir o choro estridente da "criança", que alcançava notas e timbres jamais ouvidos na história da música, Dona Canô resolveu criar a "menina".

Na adolescência, muito influênciada por seu irmão Caetano,(Caê para os íntimos, principalmente para todos os go-go boys de Salvador) que já havia partido para a capital baiana (ainda capital do Brasil na época) em busca de destaque nas artes, Bethânia decidiu que também queria ganhar (e assustar) o mundo.

Em 1612, mudou-se para Salvador. Então ela e Caetano juntaram-se a outros baianos hiper-criativos e contumazes cheiradores de gatinho, como Gilberto Gil, Gal Costa, Jeremias, João Gilberto,ACM e Daniela Mercury.

Chegou a Rio de Janeiro em 1666, e para descolar uma grana emprestou suas canelas finas de sabiá para que alguns bateristas usasem como baquetas. Foi um desses bateristas que a indicou para fazer parte de um espetáculo muito badalado na época e, numa apresentação memorável, Betha entrou no palco com um penteado igualzinho ao da Perpétua (da novela Tieta do Agreste) cantando os versos do que se tornou um clássico do cancioneiro nacional: Carcará.

Maria Bethânia com sua beleza e elegância de sempre. Chamada pelos mais íntimos de Maria Botânica

A música, como posteriormente foi revelado, é uma homenagem ao seu pai. É, seu pai mesmo, e não o dela, imbecil!

A partir dai, foi um festival de grandes sucessos e esquisitices maiores ainda, como nunca ter aparado a planta exótica que traz na cabeça, a mania de ficar descalça no palco (dizem que é pelo fato dela calçar 52, número muito difícil de encontrar para mulheres...) e levantar os braços, exibindo o sovaco para a plateia, quando quer terminar o espetáculo (os fãs, muito respeitosos, entendem o gesto e vão embora. Mas por medo do cheiro que possa vir dali.)

Uma das principais características da monstra diva da MPB é a declamação de poesias em meio às canções no seu espetáculo, com textos de Clarice Lispector, Fernando Pessoa, Falcão e sua mãe. Mas a declamação que deu a guinada em sua carreira, foi a da "poesia de pobre", em 1974, um ato corajoso de protesto contra as diferenças sociais no Brasil, o que levou a plateia ao delírio. Hoje em dia serve de inspiração a muitas lésbicas amadoras, como : Gabriella que é camaleão. Dizem que a Betha já quis pegar várias garotinhas, já quis pegar ladys como ; Fernanda , mas Fernanda nunca aceitou a proposta ;s

No ano seguinte, em 1980, foi convidada pelo Reginaldo Rossi para gravar um novo álbum do Black Sabbath. O Révi en Réu foi uma importante etapa na sua vida... Em 1983 ela decidiu fazer carreira sólo, gravando muitos álbuns que entre eles se destacam Rola Diva, e A Última Tragada.

Morte

Morte[editar]

Uma triste notícia. Em 2010, Maria Bethania morreu devido a problemas de feiura.

Maria Bethânia no país dos amigos[editar]

Em 2011 ganhou o premio troll do ano, depois que o Ministério da Feiura Cultura liberou a verba de 1,3 milhões de reais pra ela comprar maconha abrir um Blog com 666 videos de terror.

Para justificar os R$ 1,3 milhôes, os vídeos do blog milionário serão hospedados num servidor de luxo nas suítes presidenciais do Copacabana Palace. Sofisticados, os servidores dos vídeos fizeram várias exigências; querem travesseiros com fios egípcios, vetaram vinhos chilenos e pediram 171 toalhas brancas. Bem no estilo baiano, as camas foram substituídas por redes.

Maria Bethânia ja tinha recebido anteriormente 1,8 milhões de verba dos amigos pública para financiar a maracutaia a turnê do seu Show "Assustando Criancinhas".

Discografia[editar]

Parente próximo de Maria Bethânia
Maria Bethânia na puberdade
Maria Bethânia quando criança, segurando o Caê

(preparem-se, afinal, os álbuns de uma artista com 400 anos de carreira não são poucos!)

  • Nós,Por Exemplo (Primeiro disco. O título sugiu quando alguém perguntou: "Alguém aí tem maconha pra vender?")
  • Nova Bossa Velha, Velha Bossa Nova, e Tudo A Mesma Bosta.
  • Opinião (ninguém pediu a dela, mas ela deu assim mesmo...)
  • Arena Canta Bahia (Arena onde Bethânia cheirava gatinhos com caê)
  • Tempo de Guerra (de quando ela sentia inveja de outra cantora, Elis Regina)
  • Pois é (única resposta que dava a qualquer pergunta quando cheirava gatinhos demais)
  • Recital Boite Cangaceiro (quando foi contratada para animar um baile de Lampião)
  • Recital Boite Barroco(quando foi convidada para uma festa com Aleijadinho e Gregório de Mattos)
  • Yes, Nós Temos Maria Bethânia (resposta do presidente do Irã quando interrogado sobre armas atômicas)
  • Comigo me Desavim (sim, esse é o título do disco, não foi palhaçada minha!)
  • Recital Boite Blow Job (prefiro não comentar!)
  • Brasileiro, Profissão Esperança (ainda não haviam inventado o termo OTÁRIO)
  • Drama, Luz da Noite (homenagem para a fase que passou num cabaré)
  • Cena Muda (trilha sonora de um clássico do Chaplin)
  • Chico e Bethânia (quando estava menstruada)
  • Os Doces Bárbaros (quando visitou a fábrica de Willie Wonka)
  • Pássaro da Manhã (quando perdeu a virgindade, numa manhã de 1780)
  • Mel (nome de suposta namorada na época)
  • Estranha Forma de Vida (disco 100% autobiográfico)
  • Maria Bethânia, 300 anos (aniversário de carreira)
  • Dadaya As Sete Moradas (referência ao nome e aos diversos esconderijos do traficante que lhe vendia erva)
  • 350 Anos (outro aniversário de carreira, com muitas carreiras na festa)
  • As Canções Que Você Fez Pra Mim (homenagem ao também tosco e esquisito Roberto Carlos)
  • Âmbar
  • Maricotinha (nome carinhoso dado à sua pixirica)
  • Brasileirinho (apelido do pinto de Caetano, que de tão brasileirista, tem aquilo verde e amarelo)
  • Tempo, Tempo, Tempo, Tempo (sobre sua suposta imortalidade)
  • Dentro do Mar tem Rio



Grandes sapatas cantoras
v d e h
Botina.jpg
002.png

Mulheres másculas que mudaram a voz da música brasileira
Adriana CalcanhotoAna CarolinaÂngela Rô RôCássia EllerDaniela MercuryGal CostaIvete SangaloMarina LimaMaria BethâniaMaria GadúMarisa MonteMart'NáliaRoberta MirandaSimoneVanessa da MataZélia Duncan