Maria Cascuda

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
250px-Wario WWare.gif Este artigo é sobre um personagem secundário!

Quase ninguém sabe da existência deste zé ruela que só serve pra encher linguiça na trama e provavelmente está morto. Se bobear, nem no Google tá!

Clique aqui para ver gente que só fãs alienados conhecem.

Maria Cascuda monstrando que é cascuda só no nome.

Cquote1.png Você quis dizer: Namorada do Cascão? Cquote2.png
Google sobre Maria Cascuda
Cquote1.png Experimente também: Magali Cquote2.png
Sugestão do Google para Maria Cascuda
Cquote1.png Eu te amo Cascuda! Cquote2.png
Cascão abrindo os braços para pegar Cascuda de jeito
Cquote1.png Vai tomar banho, Cascão! Cquote2.png
Cascuda sobre Cascão

Apresentação[editar]

Maria Cascuda, ou simplesmente Cascuda (como é mais conhecida, o Maria do seu nome é muito pouco usado), é o nome próprio, sim é o nome dela mesmo (e que nome, hein? acho que os pais dela não gostavam muito da criança assim que nasceu), da namorada do sujo, porco e fedorento Cascão, presente (sempre secundariamente claro) nos animes quadrinhos dos gibis da Turma da Mônica, sempre que podendo enchendo as páginas da Revistinha do Cascão (uma fininha, que com o tempo ficou mais rechoncuda, mas continua um saco divertida). Recebeu esse nome pelo mesmo motivo que o seu boyfriend, ou seja, Maria Cascuda também não é muito adepta do "tomar banho todo sempre que estiver sujo", coisa que deve ser feita regularmente três vezes ao ano por dia apesar de eu só fazer isso uma vez. Porém, diferente de seu sujismundo namorado, Cascuda não faz isso por ter medo do meio aquoso, faz por pirraça mesmo e, quando a vontade acaba sendo maior, ela resolve se lavar como um ser humano normal faria.

O Clube das Meninas[editar]

Maria Cascuda em suas primeira aparições, quando ainda andava limpinha.

Como uma verdadeira revolucionária, Cascuda se uniu a outras meninas do gibi tão malas quanto ela e juntas formaram o famoso "Clube das Meninas" (na verdade, ela só está alí ao pedido de um convite, já que é totalmente por fora dessas questões políticas que rolam nos quadrinhos do Maurício de Souza), um grupinho feminista que tenta se opor ativamente contra o "Clube dos Meninos", que tem como objetivo principal derrotar a gorducha, baixinha, dentuça, que comanda todos as coisas boas do Bairro do Limoeiro, como o parque, o campinho e o puteiro da esquina da casa do Fabinho Boa Pinta. A ideia dessas meninas em se unir, são para realizar coisas simplesmente incríveis e de cunho bem pessoal universal, como: Brincar de casinha, de bonecas, plantar flores, inventar poesias e criar um dia de paz e amor com um pouco de sacanagem, é claro no bairro todo, ideias apoiadas ativamente por qualquer guria retardada, ou mesmo pelo Caio, que acha todas as ideias delas Mara!

Maria Cascuda atualmente.

Apesar de aparecer quase nunca muito pouco nos quadrinhos, Cascuda sempre passa a ideia de ser uma menina bem decidida, responsável e quem realmente deveria ser a Dona da Rua realmente, em oposição a pintora de rodapé que atualmente assume o cargo mãos-de-ferro. Ela é daquelas que realmente sabem comandar em um relacionamento, não se deixando levar por qualquer sujeira sujeito, resolvendo todos os problemas, que se devem ter muitos em seus altos sete anos de idade, de uma forma madura e sempre maquiavélica, simplesmente como uma mulher sempre resolve as suas situações. Infelizmente, a vida é uma caixinha de surpresas, e finalmente Cascuda acaba arranjando alguém que a colocasse em seu cabestro, fazendo-a totalmente se passar por um burro de cargas, tendo que tolerar desde o seu fedido corpo "imbanhível" (que, nesse caso, quer dizer o mesmo que inlavável, nada haver com livre de banimento), até mesmo ter de carregá-lo nos dias em que a chuva resolve assolar o Bairro do Limoeiro. Sim, eu falo do bendito do Cascão.

Cascão e Cascuda[editar]

Cascão mostrando todo o seu romantismo para Cascuda.

Como se tivessem sido desenhados um para o outro (e acho que foi isso mesmo afinal), Cascuda conheceu Cascão durante umas das mais de oito mil tentativas do Cebolinha em tentar roubar o lugar da Mônica no posto de "Dono da Lua", isso sempre contando junto da companhia de seu fiel e miguxo companheiro, eterno amigo de coelhadas. Aquele olho roxo, a cara ensanguetada e o joelho esfolado foi o que chamou atenção de Cascuda para o careca de somente um tufo de cabelo na cabeça, sendo que a menina nem sequer percebeu que o garoto fedia mais do que gambá morto. No mesmo dia, a Cascuda resolveu levar alguns esparadrapos e um vidro de methiolate para ele (mas o da Xuxa, que não arde). Nesse mesmo dia, os dois começaram a ficar, sendo que o fica acabou rolando para um namoro sério em pouco tempo depois dalí (pra ser mais exato, depois de cinco minutos dela ter posto o bendito band-aid na pereba dele do joelho esquerdo), e depois falam que o nosso tempo é que as coisas correm depressa demais.

E assim ambos seguem juntos até hoje (pelo menos nos quadrinhos em que eles estão pequenos sim, já que na Turma da Mônica Jovem eu não sei se a Cascuda foi criada, ou não). Porém, pode até parecer que o casalzinho segue feliz com esse início repentino de namoro, mas as coisas não são bem assim não. Com o tempo, o cheiro do Cascão já começou a incomodar de verdade o nariz da pequena Cascuda, que teve que começar a moderar também em seus banhos, para ver se pelo menos conseguia disfarçar o cheio dele com o dela, mas claro que isso acontece sem nenhum sucesso. Com isso, Cascuda já tentou muitas vezes dar um banho no seu Cascãozinho, porém tais tentativas tiveram os mesmos sucessos quanto os Planos Infalíveis do Cebola em ter o Bairro do Limoeiro para sí. Mesmo não conseguindo nada, Cascuda ainda é muito educada (apesar de porca) para dizer para o seu amor criar vergonha na cara e tomar uma ducha, pois já esta mais do que na hora dele parar dessas viadagens atitudes e tomar jeito de homem pelo menos uma vez na vida dele. Mas, como eu disse, ela ainda não tem essa coragem (bom, pior para ela que tem que suportar ele mesmo).

Curiosidades sobre Maria Cascuda[editar]

  • Magali não gosta da Cascuda por ela ter tomado o Cascão dela, que teve que se contentar com um gordo padeiro;
  • Mesmo com o nome de Cascuda ela toma banho regularmente (pelo menos uma vez ao ano), diferente do seu namorado que só chega perto da água para matar a sede;
  • Muitos dos planos de Cascuda para dar um banho no Cascão contaram com a ajuda do Cebolinha, o que explica o fracasso de cada uma delas;
  • Maria Cascura talvez seja a primeira (ou até mesmo a única) mulher loira e de cabelo enrrolado e curto dos quadrinhos;
  • Tome banhos regularmente ao dia.

Ver também[editar]