MasterCard

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.
EUA Falencia.jpg God Ble$$ De$ciclopédia!!

Este artigo é gringo! Ele usa eletrônicos da Apple, tem um Chrysler poluidor, não joga futebol e acha que é privilegiado..

Cquote1.png Você quis dizer: chip666-card Cquote2.png
Google sobre MasterCard

Cquote1.png Você quis dizer: Merdcard Cquote2.png
Google sobre MasterCard
Cquote1.png Eu uso Visa. Cquote2.png
Papa sobre MasterCard
Cquote1.png E daí? Cquote2.png
Eu sobre Papa
Cquote1.png Eu uso é dinheiro porque sou é macho! Cquote2.png
Capitão Nascimento sobre MasterCard
Cquote1.png Aceita cheque? Cquote2.png
Você sobre MasterCard
Cquote1.png Eu não tenho é Porra Nenhuma! Cquote2.png
Pobre sobre MasterCard
Cquote1.png Chuck Norris garante: Use MasterCard. Cquote2.png
Televisão sobre tentando manipular teu cerébro MasterCard
Cquote1.png Olha mamãe, olha minha bunda na televisão! Cquote2.png
Alguém sobre Símbolo da MasterCard
Cquote1.png Eoo tenhu, e voxxe?! Cquote2.png
Emo filho da puta sobre MasterCard
Cquote1.png NÃO TENHO E NÃO GOSTO! Cquote2.png
Sr. Donizildo sobre citação acima


MasterCard ou MerdCard de trás para a frente é o nome de um objeto multifuncional que funciona desde como dinheiro a escova de dentes.

História[editar]

Até o tempo atual as pessoas não tinham outra alternativa que não fosse limpar o toba, (nome culto para a a palavra cu) com dinheiro. Como o papel higiênico era caro demais as pessoas não possuíam oultra alternativa a não ser sacrificar mesmo o que havia na carteira e no bolso. As consequências eram uma coceira filha da puta que durava por três dias e três noites, isso com sorte. Geralmente se passava uma semana inteira. Isso durou até a descoberta do plástico e de seus poderes mirabolantes. O primeiro a testar esse material foi o cientista alemão Absher Khaminer. Como todo grande invetor, o que na verdade ele não foi, Absher teve uma luz para sua invenção. Numa tarde ou manhã de meio-dia Absher recebeu um chamado da natureza. Correndo até o matinho mais perto, Absher então pegou um pedaço de plástico que estava analisando e disse a plenos pulmões: "Eureca!". Com o desenrolar do tempo Absher decidiu desenvolver o que seria uma de suas maiores ideias: o cartão de crédito e o absorvente. Como achou o segundo um pouco melhor Absher abandonou o cartão e o jogou no esquecimento. Absher morreu aos 76 anos de causas mortais (se uma coisa te mata não é natural). Entretanto, para nós Absher só foi um bostinha que teve sorte na vida.

Atualidade[editar]

Tem coisas que o dinheiro realmente não compra.

O invento apenas foi re-descoberto décadas depois. Os preços do papel higiênico eram altos demais, o dinheiro já não era mais uma opção útil e o absorvente era para mulheres (e alguns outros). No início não pensaram apenas como um intensílio de higiene mas como um canivete suíço, não sendo canivete nem suíço, e sim como um faz-tudo. Entretanto seu uso principal deveria ser rebaixado e que outras opções poderiam fornecer. Optaram então como pagamento. Hoje já é um nome bastante comum e virou destaque internacional, mas há ainda quem o use pelo seu modo antigo como por exemplo Tua Avó só para não citar nomes...........

A frase mágica[editar]

Como a empresa ia de mal a pior foi feito um concurso de "crie o slogan perfeito" então, seu jorge, o fez, ganhou o concurso, patentearam sua frase e ele foi despedido e substituído.

A master card então lançou seu primeiro anúncio, onde apresentava valores desejados pelos homens, pelas mulheres e pelas crianças e depois no final aparecia a celebre frase campeã da empresa: "não tem preço". Pelo menos foi o que a Veja disse. O que significa que não é verdade. O anúncio é basicamente falar 3 objetos que a maioria das pessoas quer (ou nao se importa de ter) e dar os preços. Então voce falar algo a ver com esses objetos mas que tenha valor simbólico e aparece um galã falando: não tem preço.

Acabou que a ideia era tão mas TÃO boa que ela teve que ser trollada. Com a invenção da internet, milhões de desocupados começaram a fazer seus próprios anúncios e colocar em formas de quotes em sites pra sacanear sub-celebridades

Inimigos[editar]

  • Visa
  • American Express
  • Credicard
  • Dinheiro
  • Cartão Petrobrás
  • Nota Promissória
  • Carteira de Vagabundo Estudante

MasterCard Maestro[editar]

Devido ao sucesso da MasterCard, anos depois foi lançada outro chamado de MasterCard Maestro. A diferença seria mordenizar o cartão para derrotar seus concorrentes. Além disso,... ah, não há mais nada.

Direitos[editar]

Hoje quem possui os direitos é o próprio Estados Unidos da América, (claro e quem mais). Mais um ponto para o Tio Sam.

O Símbolo[editar]

Bunda ou o quê? Você decide.
Eu Amo a MasterCard

Há muitas teorias sobre a ideia do logo da MasterCard. Segundo a própria empresa e seus 24 advogados de defesa que ela teria se "livre" inspirado em bolas de futebol. Mas segundo fontes das Desnotícias filiada da Desciclopédia Corp.(isso mesmo somos capitalistas) de que a marca seria inspirada, na realidade, na bunda de um bebê. Assunto de primeira página nos jornais e revistas do mundo perdeu apenas para os advogados da corporação que abafaram o caso.

MasterCard Cirrus[editar]

Mais outro cartão, sendo esse totalmente inútil. Se você for um trouxa um ser irracional do jeito como eu ele pensa então compre.

Advogados[editar]

Como em qualquer empresa diabólica os advogados da MasterCard exercem uma função ampla (ampla quer dizer grande sua anta!). Principalmente os deles que possuem uma grande mancha reputação. Seu trabalho consiste nada mais do que torturar, matar, estrupar advogar e processar os inimigos da empresa até a morte perder suas calças. Antes de se formarem eles são enviados até um retiro no Iraque e retornam dois anos depois prontos. E digo quando prontos é você está morto é prontos mesmo.

Projetos Sociais-Culturais[editar]

Para disfarçar a atenção das autoridadesmelhorar a vida das pessoas a MasterCard tem, ou melhor possui, uma longa lista de projetos sociais que incluem desde a criação de escolas e parquinhos no interior de países subdesenvolvidos como o Brasil para a criação de soldados e cientistas malígnos estudantes. Intitulado como Vá Aprender Vagabundo! foi adotado pelo Governo Federal recentemente. Além desses a MasterCard também patriocina progamas brasileiros como o Come-Come, vulgo Fome Zero, a Associação Brasileira dos Produtores de Pizza e sua irmã a Campanha Pró-Pizza. Até agora segundo dados, ela teria construído 7 escolas e parquinhos, e arrecadado no total 12 milhões de dólares para cada uma das instituições. O Brasil foi até o momento a nação mais beneficiada pelas ações da MasterCard. O presidente presta orgulho e diz que sente prazer orgulho ao falar sobre o diretor da organização e garante que as negociações continuarão para o desenvolvimento e futuro do país.

Espaço do Merchandising[editar]


Viajante MasterCard[editar]

A promoção Viajante MasterCard possui duas simples e práticas regras. A primeira é que é um modo de acabar com todos os inimigos. E se você acha que vai conseguir vencer pode apostar que sim. Por que o que eles querem é você! A segunda é que eles aproveitaram isso para a criação de uma nova promoção. Como vencer é a parte mais fácil do processo. Após essa etapa eles te levam para um lugar remoto e deserto, principalmente no Acre, dento de um balão, pulam e o deixam ali com cara de idiota falando sozinho. Sem dinheiro ou documento. O único objeto que se tem em maõs é um cartão MasterCard que cá entre nós é falsificado. O sucesso na televisão foi tão espetacular, que a MasterCard conseguiu eliminar mandar pro lixo metade de seus inimigos em um mês. Um feito extraordinário. A mídia também abriu uma longa série de propagandas sobre este. A música ganhou o Top 10 Brazil Music High Tech Pop e as pessoas começaram a falar mais o nome da MasterCard e de Mac Agnold. Mas, não seria mais simples você matar uma pessoa com uma arma? Bem essa é a questão. Na MasterCard todo mundo é sádico e seria mais divertido ver um filho da puta sofrer andando milhares de quilômetros com fome e sede a beira da insanidade. O turismo no Brasil aumentou consideralvemente, todavia... A verdade é que nenhum deles volta. O que volta mesmo é um clone igual ao seu amigo. E afinal, onde ele está agora?



Mensagem subliminar[editar]

Toda empresa tem e a MasterCard é especialista nisso com anos de experiência e profissionalização. Em todas as suas músicas e propagandas há sempre uma mensagem oculta. Assista durante 14 horas e compreenda melhor. Não é á toa que sempre ganham vários prêmios. O tema Viajante MasterCard, por exemplo, foi condecorada como a melhor canção-música plubicitária dos últimos tempos. A MasterCard investe pelos menos 3 milhões de dólares para esse intuito por ano. Mas seus planos não acambam por aí. Mac Agnold pretende continuar cada vez mais longe. Em 2011 a MasterCard iniciará uma maciça, dose de lavagem cerebral na população mundial para que todas se tornem bichas e comecem a pintar as unhas de glitter. E como vão comprar o glitter? Com MasterCard.

MasterGod[editar]

Capa para o cartão MasterGod. Aberto a sugestões.

"Aceito em todos os lugares onde há um padre." Esse é o slogan bsacana do futuro MasterGod. O motivo de Mac para a criação desse cartão, foi o antigo conflito ocorrido no confessionário da Igreja com o padre que levou a sua morte em decorrência de três tiros de fuzil na cabeça derramamento cerebral. Essa nova geração iria ser aceita praticamente em todos os lugares do planeta. Do seu bordéu, até ao pagamento de uma pessoa por chantagem que te viu entrando lá para mostrar o vídeo pra tua mulher. Na verdade nada disso importa. Não importa o que você pense, (se ainda não estiver morto), ache, fale, cuspa ou morda. A MasterCard é uma empresa que sobreviveu por décadas e continuará assim até alcançar o objetivo de dominar o universo. Desde o trapaceiro Absher Khaminer a Mac Agnold a MasterCard nos ensinou uma profunda e emotiva lição: Eu sou a dama e tu é o peão, e por isso eu vou te comer.

Coisas que não tem preço[editar]

Mastercard 1.jpg
Mastercard 2.jpg
Mastercard 4.jpg
Mastercard 5.jpg
Mastercard 6.jpg
Mastercard 7.jpg
JohnPetrucci.jpg

E lembrem-se: MASTERCARD... aceito desde bordéis até em lojas de armas nucleares.