Mata Hari

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Yoda dancing.gif It's Peanut butter jelly time!!!

Este artigo é sobre alguém que dança sem parar e vive de rebolar e rodar,
assim como a Lady Gaga, a Beyoncé ou o Neymar.

Não vandalize o artigo ou vão te perseguir para dançar o hit da moda.

Mata Hari
Mata-hari-headdress.jpg
Exibindo seu gosto por chapéus esquisitões
Nascimento 7 de Agosto de 1876
Algum bordel, Bandeira dos Países Baixos Países Baixos
Morte 15 de Outubro de 1917
Campo de fuzilamento, Bandeira da França França
Ocupação Stripper Bailarina exótica, Puta de luxo e Espia

Cquote1.png Não era tão gostosa assim. Cquote2.png
Qualquer um sobre Mata Hari
Cquote1.png Nossa... Aguenta, amiga! As putas têm de ser umas para as outras! Cquote2.png
Bruna Surfistinha sobre Mata Hari
Cquote1.png Ninguém mandou ser burra, dava o golpe num ditador como eu fiz! Cquote2.png
Evita Perón sobre Mata Hari
Cquote1.png Fucked my way to the top... Cquote2.png
Lana Del Rey sobre Mata Hari
Cquote1.png Ela é maior diva! Sambou na cara do patriarcado! Cquote2.png
Feminista sobre Mata Hari
Cquote1.png Porque ser puta e acabar fuzilada por espionagem é o maior orgulho. Cquote2.png
Eu sobre citação acima
Cquote1.png Outra mulher independente que subiu na vida de forma honesta e com dinheiro próprio. Cquote2.png
Capitão Sarcasmo sobre Mata Hari


Mata Hari (nome falso de "Margaretha Geertruida Zelle") foi uma afamada stripper "bailarina exótica" e puta de luxo "cortesã" neerlandesa, que se ferrou em 1917 por causa de se prostituir de espia durante a Primeira Guerra Mundial para ambos os exércitos francês e alemão. Ao longo do tempo, Mata Hari transformou-se em uma espécie de símbolo da putice feminina.

Ascensão de uma Puta[editar]

Se prostituindo Dançando para os amigos de seu marido, na Indonésia.
Margaretha nasceu num bordel qualquer da Holanda, quando sua mãe foi chamar seu pai lá no sítio: querendo tirar o marido do meio daquela putice, a mulher acabou por entrar em trabalho de parto e foram as prostitutas que fizeram nascer a guria, selando o destino dela. Seu pai tinha dinheiro, pelo que a sua infância foi repleta de luxos e futilidade, habituando-a a uma vida de inutilidades e de "escolas exclusivas". A guria gastava tanto dinheiro que trouxe a falência dos negócios e o divórcio dos pais. Em 1891, quando tinha 15 anos, sua mãe ia para lhe dar um beijo no rosto quando teve visões do futuro dela e lhe deu um ataque cardíaco com o choque. Seu pai voltou a casar, mas Margaretha foi viver com o seu padrinho, que a meteu numa escola para ela se tornar professora de infantário, mas logo iniciou uma relação de putaria com seu professor e seu padrinho, com receio que isso se tornasse público e ela desonrasse a família, a tirou de lá e a expulsou de casa. Ao completar 18 anos, tornou-se noiva por encomenda de um capitão do exército neerlandês emigrado na Indonésia, Rudolf MacLeod, de 39 anos, que tinha como principais atividades: encher a cara de pinga e frequentar outras prostitutas das quais pegou sífilis que causou a morte do segundo filho do casal. O casamento foi uma merda: enquanto ele era um cachaceiro veterano repleto de DSTs, ela se mascarava de indígena e se prostituia "dançava" para os militares, colegas de seu marido, o que causou o maior horror entre as esposas. Em 1902, as esposas lá a conseguem recambiar para a Europa de onde ela saiu, e conseguiu o divórcio, mas ficou sem a filha.
Como era desmamada, Mata Hari só mostrava os seios para seus clientes exclusivos.
Em 1903, com 27 anos, chega a Paris, onde arranja trabalhando no circo e pousando nua para artistas: na verdade, ela só queria uma desculpa para andar nua. Mas como estava vivendo num barraco, ela não podia tolerar nem aguentar isso e logo voltou na Holanda onde deu o golpe num barão milionário qualquer, à custa de quem começou a viver, que lhe pagou as dívidas e ofereceu futilidades.

Como os brancos estavam adorando tudo o que vinha do Oriente e ela queria subir na carreira, para deixar de ser uma Puta baranga como as outras todas (ela era feia e desmamada), decidiu começar a fazer Striptease, mas para aquela putice ser aceite disse que o que fazia era uma "dança sagrada de Java" e era uma "princesa javanesa", e só ficava nua porque era religião. Adoptou o mesmo nome que usara quando andava na putaria com os oficiais na Indonésia: "Mata Hari", uma expressão malaia que significa "olho do cu", numa alusão às suas atividades dançantes.

Carreira na Putaria: De Puta secundária a Puta-mor[editar]

Mata Hari mostrando como subiu na vida: deitada.

Como naquela altura "gostosa" era sinónimo de gorda desmamada, Mata Hari fez o maior sucesso entre os punheteiros europeus, tornando-se numa das putas mais requisitadas de então. Sua primeira apresentação, a 13 de março de 1905, no museu de mais um bobão a quem tinha dado o golpe, foi um enorme sucesso, e ela logo criou um suitã cheio de jóias incrustadas para fracassadamente disfarçar o fato de ser desmamada, pelo que mostrava a bunda (porque ela terminava completamente nua de costas prá plateia) mas nunca os seios que também não existiam. Sua "barriga saliente" fez com que ganhasse a alcunha de "pançinhas" junto a seus clientes exclusivos.

Só subiu na carreira porque foi dando para barões e condes, que lhe arranjaram espectáculos junto a membros da realeza e nobreza: os ricos gostavam mesmo era de pagar para ver uma branca gorda e sem seios fingindo que é asiática. Depois de suas "danças religiosas" (deve ter sido a primeira e única puta a chamar isso ao striptease), Mata Haria escolhia algum milionário da plateia para quem se prostituía por vários períodos de tempo, e o mantinha por perto para pagar seu estilo de vida caríssimo. Ela não tinha talento algum para a dança, era arrasada pelos maiores críticos de Arte da altura porque não passava de uma amadora, e só conquistou a Europa porque dançava nua num teatro, fazendo com que fosse mais aceitável para os homens dizerem para as esposas que iam no teatro e não na Casa da Mãe Joana.
Pousando para sua alcunha carinhosa de "pançinhas".
Entre 1910 e 1911 abandonou os palcos para acabar furtivamente com a fortuna de um banqueiro francês. Quando quis voltar para os palcos, todo o mundo a mandou ir tomar no cu, já que essa era a sua verdadeira especialidade. Sem dinheiro, Mata Hari vai para Berlim atrás de um ex-cliente para ele lhe financiar o estilo de vida e comprar mais salas de espectáculos para ela atuar. O bobão ainda tentou puxar os cordelinhos, mas quando iniciou-se a Primeira Guerra Mundial fodeu e sua carreira de "bailarina" terminou em 1912 e nunca mais se reanimou porque estava ficando cada vez mais gorda e velha.

A Espia Fracassada[editar]

A partir de 1915, seu trabalho seria enquanto puta de luxo de militares, e era mais conhecida pelos seus dotes de puta do que por sua beleza, que estava decaindo a cada dia que passava: no fundo, ela era mais feia do que as esposas que esses homens tinham em casa, mas a esta pagavam e ela deixava irem-lhe ao cu. Se tornou a putinha do exército, sendo rodada (às vezes em surubas) pelos capitães, sargentos e altas patentes. Se gabava de ter clientes em altos cargos políticos um pouco por toda a Europa. Sua reputação caiu por terra, já ninguém acreditava naquele papo de "dança religiosa" e "artista" e Mata Hari começou a ser vista como a prostituta que ela era. Depois de uma temporada em Berlim, tentou regressar para França, mas os serviços secretos da Inglaterra desconfiavam que ela era uma espia pelos alemães, pelo que foi recambiada para a Holanda, que era território neutro, logo ela tinha livre acesso pela Europa para ir ter com seus clientes.

Em 1916, uma gorda e acabada Mata Hari se apaixona por um capitão russo, Vladimir Maslov, que fazia parte da Força Expedicionária Russa enviada para a Frente Oeste da batalha durante a Primavera desse ano. Mas no Verão desse ano, Vladimir fica gravemente ferido durante uma luta com os alemães com gás, fazendo com que perdesse a visão em ambos os olhos. Mata Hari pede permissão para ir visitar o amante aos agentes do Deuxième Bureau, que só lhe davam autorização se ela concordar em espiar nos alemães, que, por sua vez, queriam que ela espiasse nos franceses, sob o título de "agente H21". Isto tudo, enquanto se prostituía para ambas as partes. Como ela era burra, isso deu merda, os alemães lhe davam informações falsas porque eram bem sabidos, e a tramaram, denunciando-a como espia dupla junto aos franceses.

Execução[editar]

Dark-Art-Grim Reaper 01DesktopNexus.jpg Mata Hari já morreu!

Foi dormir de vez!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

De todos os que a comeram, foi o tempo quem a devorou mais.

A 13 de fevereiro de 1917, Mata Hari é presa sob acusações de espiar para os alemães, causando a morte de 50,000 soldados franceses por passar informações acerca das movimentações do exército. Depois de muita merda e de seu cliente russo lhe dar com os pés, dizendo que lhe era indiferente se ela vivesse ou morresse, Mata Hari é condenada à morte por fuzilamento, a 15 de Outubro desse ano por espionagem.

Sua execução se tornou lendária e fonte de fantasia de punheteiros: há quem diga que ela se despiu para ser fuzilada, outros que mandou beijinho no ombro para o pelotão de fuzilamento, outros que o pelotão teve de ser vendado para não sucumbir à magia de Mata Hari. Ora, a puta estava velha e gorda, ninguém acredita nessa porra, se ela mostrasse seu corpo nu só faria com que disparassem as armas mais depressa.

Depois de se gabar de todos os seus "amantes" (eufemismo para "clientes") importantes, ninguém se chegou à frente para a defender nem para ir buscar o seu corpo, que não foi reclamado por ninguém indo parar a uma escola de Medicina qualquer.

Mas quem foi Mata Hari?[editar]

Ninguém, apenas mais uma puta paga brincando de bailarina exótica, que subsistia à custa dos burrões que se deixavam enganar por ela, e que se ferrou por se achar mais esperta do que os exércitos e políticos da Primeira Guerra Mundial.

Afiliados[editar]

Funkeiras.jpg
Grande série temática das putas
v d e h

Tipos de putas: Profissional do séquiço - Putas - Puta gostosa - Puta baranga - Puta paga - Puta de luxo - Atriz pornô - Puta comunista - Stripper - Gueixa - Vadias que fazem putarias mas alegam dignidade - Puta virgem

Putas famosas: Aileen Wuornos - Andréia Schwartz - Andressa Urach - Bruna Surfistinha - Calamity Jane - Catherine Walters - Christiane F. - Cora Pearl - Day McCarthy - Divine Brown - Deusa Puta - Frinéia - Gabriela Leite - Hilda Furacão - Inês Brasil - Jade Bolt - Lola Benvenutti - Madame du Barry - Maria Bolena - Maria Degolada - Maria Madalena - Mata Hari - Nancy Spungen - Sada Abe - Sally Salisbury - Sara Winter - Tati Neves - Tua irmã - Tua mãe - Valerie Solanas - Vanessa de Oliveira - Vanessa Ji-Paraná - Veronica Franco - Zahia Dehar

Cheese.png

Mata Hari é obeso(a), ou está "acima do peso"

Mata Hari paga duas passagens de avião pra si na mesma viagem.

Clique aqui para conhecer outros elefantes, se ainda sobrar espaço.