Maurício Meirelles

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
UMAPORRASELO.gif ESTE ARTIGO ESTÁ UMA PORRA
Carlos Lippi e seus amigos
não gostaram desse artigo.
Wikisplode.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Maurício Meirelles.

Cquote1.png Sua intenção era pesquisar: Retardado do Facebullying? Cquote2.png
Google dando uma de adivinho com a pesquisa de Maurício Meirelles
Cquote1.png Experimente também: Outro retardado Cquote2.png
Sugestão do Google para Maurício Meirelles
Cquote1.png Já comi. Cquote2.png
Felipe neto sobre Maurício Meirelles.
Cquote1.png Eu também. Cquote2.png
Danilo Gentili sobre citação acima.
Cquote1.png Peraí, foi o contrário! Cquote2.png
Autor deste artigo sobre citações acima.
Cquote1.png Agora sim faz sentido! Cquote2.png
Qualquer um sobre citações acima.
Cquote1.png FUDEU MUITO Cquote2.png
Maurício Meirelles sobre citação acima este artigo.

Sobre[editar]

Maurício Meirelles é um vagabundo assalariado da internet conhecido por ser uma tentativa mal-sucedida de comediante de humor negro pela parte afrodescendente da coisa. Também é integrante da banda "Renatinho", junto com outros drogados, Tatá Werneck e Murilo Couto, onde o mesmo acredita tocar guitarra.

Maurício olhando a sua cara feia.

Durante ânus anos integrou o elenco do Pânico na Band no Facebullying pela rede a qual o Morre Diabo não queria falar na frente das câmeras, e apresenta O Estranho Show De Renatinho no canal Multishow, junto com seus amigos drogados. Maurício, infelizmente, também trabalhou como roteirista na desgraça Legendários, pela Rede Record, onde também interpretou o personagem Clóvis Cliché. Como ator, já fez uma participação no filme Onde Está a Felicidade?, mas assim como aconteceu com Clarice Falcão, ninguém se lembra disso, nem mesmo ele.

Em 2010, lançou o livro E Se o Stand-up Virasse Livro?. Em novembro de 2011 fez parte do elenco do programa Custe o Que Custar na Rede Bandeirantes quando o mesmo existia. Em 2015 lançou seu segundo espetáculo de comédia solo "Perdendo Amigos", que foi vencedor do prêmio Risadaria como o pior espetáculo stand-up do ano. Em março de 2016, estreou a websérie-reality "#LasVegasReal" do grupo It Brazil, ao lado do seu namorado Felipe Neto.

Em agosto estreia na Band como apresentador e repórter do The X Factor Brasil.

Webbullying[editar]

Em 2013, após perceber que a falta de audiência do Pânico pras novelas bíblicas da Record estava comendo seu orçamento de quatro, Maurício começou a investir em alguma coisa relevante no programa a partir de R$ 19,90 dos seus shows de stand-up, onde ele carinhosamente chamava alguma pobre alma fu perdida pra ter a conta do facebook invadida por um tiozão, dada a incapacidade de desativar o caps lock, e chamava de Facebullying. Com isso, ele criou um quadro chamado Webbulying, em que ele também entra no Whatsapp e em outras redes sociais, exceto o tumblr pra evitar textões pseudofeministas de gurias retardadas e viadinhos, pra fazer o que já fazia há um tempo atrás na ilha dos sonhos, isto é, bagunçar completamente a vida de alguém, criando tretas nos grupos de família, destruindo amizades e futuros negócios. O quadro é a única razão pela qual pessoas vão ao show de Meirelles, pois ele não é judeu (ou engraçado).

As principais vítimas do quadro, isto é, as vítimas que sobrevivem cobrando cachê e frequentando baladas, o que exclui algum usuário aleatório de cocaína ou apreciador de peitos são estes zé ruelas:

Haters[editar]

Percebendo que ganhava mais dinheiro com a Internet do que em fazer shows de stand-up, Maurício passou a focar suas atenções no canal do youtube e criou vários quadros (que ele encomendou pro Picasso), sendo o mais famoso chamado Haters. É basicamente uma entrevista com alguém famoso onde o entrevistado conta toda a verdade sobre si mesmo e seu trabalho sem papas na língua. Foi nesse quadro que Maurício conseguiu a façanha de enfim revelar ao mundo a verdade identidade de Zé Graça. Confira.

Ver também[editar]


v d e h
Pânico na TV Band
Papaifugiu.jpg