Maxi Mounds

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Melhor.gif CUIDADO: ESTE ARTIGO É SOBRE UMA FALSA GOSTOSA!

Maxi Mounds usa e abusa de Photoshop, maquiagem e propaganda, faz lipo
com frequência, pode ter silicone nas tetas e botox na cara.

Mesmo assim, você ainda acha que ela é gostosa!

002.png Este artigo pode levar-te para o Lado Azul da Força!

Este artigo contém fatos sobre sapatas e calça 44 bico largo.

Madonna-britney.jpg
Maxi "Peitos" Mounds
Maxi2.jpg
Nascimento 25 de outubro de 1964
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Ocupação Puta
Altura 1,83
Signo Escorpião
Cabelo Loira

Maxi Mounds (25 de outubro de 1964) é um mulherão estadunidense. Não, isso não é um elogio. Não quer dizer que ela é gostosa. Apesar de ter seios enormes, algo que é do agrado da maioria dos homens, Maxi Mounds exagerou nesse quesito e, ao invés de silicone, colocou implantes de polipropileno, o que faz com que seus peitos cresçam gradativamente cada vez mais. Ou seja, eles nunca param de crescer! Daqui a pouco vão explodir, pois atualmente já pesam cerca de 20 quilos cada um, e foram carinhosamente apelidados por sua dona de Montanha e Orvalho. Obviamente, Maxi Mounds entrou para o Guiness como a mulher mais peituda do mundo, título este que dificilmente será arrancado dela, uma vez que sua comissão de frente fica cada vez maior à medida que o tempo passa. Como também já era de se esperar, ela ganha a vida como atriz pornô, stripper e estilista, já que é obrigada a criar suas próprias roupas (mas não são muitas, pois ela prefere ficar pelada mesmo).

História[editar]

Que tetas, hein? Bota de quatro a Mulher Melão...

Maxi Mounds nasceu em Nova York e já na juventude chamava atenção por ser muito alta, então logo começou a trabalhar como modelo. Foi bem sucedida até certo ponto, quando descobriu que era lésbica e passou a assediar suas colegas de trabalho. Aquilo manchou para sempre sua boa reputação, e Maxi Mounds nunca mais conseguiu arrumar emprego nenhum relacionado ao ramo da moda. Muito triste, ela pensou seriamente em cometer suicídio, afinal, não haveria porque continuar viva em meio a uma sociedade tão preconceituosa agora que seu lesbianismo já não era mais um segredo, mas por acaso viu no jornal que havia vagas para ser cobaia no laboratório de um cientista louco. Convencida de que era bem melhor arrumar uma nova profissão do que morrer, Maxi Mounds dirigiu-se até o local e foi prontamente recebida pelo cientista, que estava desenvolvendo um novo tipo de fermento de bolo para auxiliar sua mulher nas receitas culinárias e queria testar antes a fórmula nos seios de alguém para ver se funcionava. Não faz o menor sentido, mas lembre-se que ele era louco. Assim, Maxi Mounds teve o composto à base de polipropileno injetado nos peitos, que começaram a crescer descomunalmente e nunca mais pararam. Como agora estava irreconhecível com seus novos magumbos inflados, Maxi Mounds conseguiu recuperar a carreira de modelo, só que deta vez especializando-se em fotos de nudismo. Como ninguém jamais havia visto tamanha volúpia peitoral, seu salário aumentou proporcionalmente aos peitões.

Muitos tarados foram atraídos pelas novas curvas de Maxi Mounds, e todos eles achavam um desperdício que ela ficasse apenas na fotografia. Então, não demorou muito para que surgissem propostas sugerindo seu ingresso no cinema pornográfico. Sabendo que, atuando em filmes adultos, ela poderia transar com outras mulheres e satisfazer seus desejos lésbicos, Maxi Mounds nem pensou duas vezes e aceitou o convite.

Agora uma legítima puta paga, Maxi Mounds tornou-se consequentemente uma mercenária faminta por dinheiro, e para obter mais e mais folhinha verde nas horas vagas, passou a fazer bicos praticando strip-tease em boates enquanto dança com frutas, garrafas, bambolês e outros objetos estranhos entre os peitos, o que consagrou-a como uma "dançarina exótica" e a fez ser convidada para dar entrevistas em vários programas gringos ao estilo do Jô Soares, e assim o público ficou sabendo de mais algumas curiosidades interessantíssimas a seu respeito, como o fato de sua cor favorita ser roxo.

Amante de piercings e tatuagens, Maxi Mounds só não faz nos seios porque tem medo que eles estourem com as agulhadas. Mas ela coleciona uma tatuagem na perna, outra na bunda e um piercing na buceta. Claro que isso já deve ser notícia velha para você que provavelmente deve conhecer a filmografia dela de cor e salteada. Mas aposto que o livro dela você não leu! Sim, Maxi Mounds também já atacou de escritora e é autora do The Maxi Mounds Guide to the World of Exotic Dancing, que eu tenho um certo constrangimento em saber do que se trata só pelo nome.