Mayhem

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Passarinho.jpg Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical ou uma banda.

Certamente, seus fãs idiotas alienados o odiarão!

Viking.JPG Ek est årtikkel Norsk!

Este artigo desfruta do melhor IDH do mundo! O autor bebe hidromel, ouve black metal, nada em petróleo, é descendente de vikings e mora perto de um fjord.

Lembre-se que foi Leif Eriksson quem descobriu a América.
Night creature.JPG Mayhem surgiu das trevas!!

Of DOOOOOOOOOM!!!

Puro osso.gif


Cquote1.png Pop e comercial. Cquote2.png
Slayer sobre Mayhem
Cquote1.png Ainda bem que estou morto, qualquer coisa é melhor do que ouvir esses caras estragando a minha música! Cquote2.png
Quorton, do Bathory, sobre Mayhem
Cquote1.png Que merda é essa? Cquote2.png
Sua mãe sobre vendo sua coleção de discos do Mayhem
Cquote1.png Eu deveria ter matado o resto da banda também... Cquote2.png
Varg Vikernes sobre Mayhem


Os palhaços do Mayhem após uma cervejada.

Mayhem é (ou melhor, era) uma banda norueguesa de black metal, popularmente conhecido como forró norueguês. Como qualquer outra bandinha desse gênero, suas letras falam mal de Jesus Cristo, louvor à Satã, queima de igrejas e também louvor à Satã. Mas, claro, ninguém entende bolhufas do que esses porcos que arrotam mortadela dizem. A banda é conhecida mundialmente por Dead, o antigo membro da banda que está realmente dead pois cometeu suicídio, e Euronymous, morto por nada mais, nada menos, que Vargão, do Burzum. Integrou a cena black metal da Noruega, aprontando altas confusões com sua turminha do barulho que pintava a cara de branco e preto com a maquiagem da mãe e queimava igrejas por aí, o Círculo dos Amiguinhos.


História[editar]

O primeiro disco que Dead gravou após sua morte, em espírito.

Tudo começou nas geladas montanhas da Noruega, quando o guitarrista Euronymous, pseudônimo de Øystein Aarseth (nome impronunciável) fundou o Mayhem, inspirado em bandas como Slayer e Celtic Frost, junto com Açougueironegro no baixo e Manheim nas baterias. O primeiro demo da banda se chamava Armageddon Foda Pra Caralho, onde suas letras satirizavam as Testemunhas de Jeová e sua visão sobre o juízo final. Após o lançamento e angariar alguns fãs, a banda percebeu que precisava de mais seguidores para seu culto satânico de cheiramento de gatinhos, porque o Açougueiro e o Manheim saíram. Então, chamaram um tal de Martelo do Inferno e o Dead, que conseguiu a incrível proeza de morrer antes de lançarem um álbum com ele nos vocais, suicidando-se com um tiro de escopeta na bunda que saiu pela cabeça (veja a imagem) e algumas pastilhas de Tic Tac. Pelo menos, a banda conseguiu fazer alguns shows com ele. Dead era emo, e sempre apanhou dos pais quando criança, e seu ódio se refletia na forma de apresentações ao vivo onde se cortava com cacos de vidro e facas enferrujadas.


A Morte de Euronymous[editar]

Após a morte de Dead (que estava dead), Øystein pensou em abandonar a banda, desistir de tudo e começar a trabalhar como caixa de supermercado no Carrefour. Porém, chamou seu amiguinho de infância, Varguinho, do Burzum (ele tocava - ou tentava tocar - todos os instrumentos) para ajudar na gravação de um novo disco. Porém, quando Varg chegou em seu apê, pegou Euronymous lambendo o pênis de Hellhammer. Ficou extremamente puto com isso, já que Euroninho (como ele o chamava) tinha o prometido em casamento há algum tempo. Então, Varg pegou a mesma faca que Dead usava para se cortar nos shows e o esfaqueou 459028 vezes. Começou a ver o sol nascer quadrado por quase uma década e até hoje disse não se arrepender do que fez.

== O que houve depois? ==ca A banda continuou tocando um "black metal" nos mesmos passos da bicha inglesa Dani Filth, ainda que matassem alguns emos de vez em quando e empalassem cabeças de bode de pelúcia nos palcos. Traíram o movimento e recentemente lançaram um álbum ao vivo tocando o primeiro disco na íntegra, mas isso não convenceu ninguém.

Os ossos do Dead[editar]

Foram descobertos recentemente os ossos de Dead na cabeça bunda do guitarrista do Marduk.

Discografia[editar]

  • 1987 - Candy Crush (EP)
  • 1994 - O Mistério do Satanás
  • 1997 - Abismo do Lobão (EP)
  • 2000 - Grande Declaração de Amor
  • 2004 - Química
  • 2007 - Odeio Tchau
  • 2014 - Amor Esotérico
  • 2017 - O Mistério do Satanás Ao Vivo