Mazda RX-7

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Darth vader.jpg I find your lack of images disturbing!
Este artigo possui poucas imagens, e Darth Vader não está nada feliz com isso. É melhor colocar mais imagens, senão o Darth Vader vai te enforcar usando a Força

Mazda RX-7 é um clássico modelo de carro de corrida produzido entre 1901 e 2002, onde a última unidade produzida pela Mazda tentou realizar uma estonteante travessia de uma ponte erguida mas quebrou enquanto o motor "Wanker" (ou Wankel) rodava a mais de oito mil rotações por minuto, enguiçando o motor e explodindo o carburador do Opala que vinha empurrando o Mazda para sua fenomenal travessia.

A lenda do piloto Mori Bundo Nagasaki[editar]

O principal piloto de testes da Mazda, vulgarmente conhecido como Nonconsigo "Subir" Nalomba, estava, em 2002, tentando fazer o que a Mazda nunca havia feito antes: chegar no horário em seu serviço, e conseguir parar no caminho para levar um copo de café para seu chefe, o Sr. Fugiro Nakombi. No dia anterior à profecia do calendário Maia de que o mundo iria terminar em 2012, ele contou e prometeu para si mesmo que na virada do ano ele iria conseguir fazer pelo menos uma vez na vida este feito e deixar de ficar editando artigos na Desciclopédia até altas horas. Seu carro havia quebrado o eixo cardã e como ele não tinha nenhuma peça de reposição, resolveu então atar a fratura exposta do seu carro com um chiclete e Mentos, o que levou ele à ficar desidratado de tanto colar chicletes no cardã do seu Mazda RX-7. Bem, às 6:59 a.m. no horário do Japão, ao sair de sua casa para ir à sede da Mazda em Tóquio ele parou no caminho para comprar um artigo de luxo e um café, que havia prometido para o Sr. Fugiro Nakombi.

Como faltavam exatamente uma fração de segundo para que ele chegasse no trabalho, ele fez o que nenhum outro homem foi capaz de fazer com um veículo da Mazda: chegar no seu destino sem que o motor enguiçasse, ou quebrasse, a única coisa que ele quebrou foi o recorde da Mazda de pontualidade para pilotos de teste. Quando foi realizar o prodígio de competir contra o mais novo Porsche 911 Carrera de 2002, Nonconsigo "Subir" Nalomba, decidiu que iria trapacear na pista de testes da Mazda para que seu recorde nunca fosse superado por mais ninguém. O que ele fez, em questão de poucos minutos, foi substituir partes importantes do seu carro, deixando o Mazda RX-7 verdadeiro escondido dentro de uma floresta e usando um Lamborghini Diablo para competir com o Porsche.

O que ninguém observou foi que ele havia colocado duas molduras envolta do seu Lamborghini Diablo, sendo este então confundido pelos juízes de treino como um Mazda RX-7 verde. O que ninguém esperava era que este veículo possuía um motor completamente diferente do original. O problema é que, apesar de toda sua preparação, nosso amigo acabou perdendo a prova de arrancada por 0,02 décimos de segundos, o que o fez ficar muito triste e a aceitar sua derrota.

Para provar que ainda era o melhor piloto de testes da Mazda, ele sugeriu ao Sr. Fugiro Nakombi, que tentasse ser seu companheiro no Rally da Mazda que se realizaria no dia seguinte. Infelizmente ele conseguiu apenas ajuda de sua mãe para realizar esta tarefa, o que não deixou nada a desejar, já que seu pai havia tirado o dia de folga e não queria ser perturbado. Dizem que o Mori Bundo Nagasaki conseguiu então completar o Rally e depois foi direto para a floresta buscar o Mazda RX-7 vermelho que ele deixou lá no dia anterior, e ir diretamente para o que seria seu triste destino. Quando ele arrancou na ponte de Tóquio, que estava ancorada para que o Titanic passasse por debaixo dela, Mori Bundo Nagasaki havia se esquecido do remendo feito com chiclé embaixo do cardã do seu Mazda, e enguiçou antes mesmo de que começasse a escalar a ponte.

Quando ele estava desmaiado pela tensão de falhar na sua prova, encontrou-se com Buda no plano espiritual do Nirvana e pediu que nunca mais voltasse para a Terra. Seu desejo foi cumprido e sua alma se libertou da matéria que o prendia à Terra, fazendo com que ele viajasse para o plano espiritual sem nem mesmo sentir dor antes de partir. Porém, dizem que em sua reencarnação o piloto de testes da Mazda nasceu como um origami de papel machê, o que impossibilitaria que ele fosse, a qualquer momento, piloto de testes da Mazda novamente. Em seu lugar foi contratado o ex-piloto de fórmula 1 Rubens Barrichello, que secretamente sabota os projetos da Mazda e os vende para a Lotus, numa tentativa de se auto-sabotar e conseguir uma grana no processo.

O Mazda RX-7 vs. RX-8[editar]

O motor 1.3 litros Wankel do RX-7 é dito ser uma evolução para os dias em que foi construído. Pelo fato de contar com duplo turbo Hitachi de alta compressão, o turbo entende que o motor não foi feito para corridas e não enguiça tanto quanto a transmissão de 5 velocidades do carro ao trocar da quarta marcha para a terceira, ou da primeira para a ré, já que o RX-7, com seu desenho relativamente ultrapassado, sofre muito para poder fazer curvas e, embora lhe falte torque em retas, o carro tem uma estranha tendência de sair de frente e derrapar nas curvas, sempre causando a maior confusão.

O RX-7 também possui menos atrativos e menos recursos que o RX-8, além de ter o corte de giros nas 8.000 rpm, o que seu irmão faz nas 9.000 rpm. Dados técnicos à parte, o RX-7, ainda assim, consegue ser muito bem lembrado pelos fãs da marca e por posers que acham que tem um verdadeiro carro de corrida na garagem. Modelos que competem entre si são raros, porém o RX7 é ainda um item de colecionador e um carro memóravel para quem gosta deste tipo de motor alemão usado num carro japonês o Wankel.