Merdávia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Papaco.jpg AVISO DE MONTE DE BOSTA!
Esta página é um monte de bosta. O autor reconhece isso.
дерьмочерез
Republica suja e fedorenta da Merdavia
Merdaland
Bandeira da Merdávia
Brasão de armas da Merdávia
Bandeira Brasão
Lema: Libre de tudo, menos de la mierda
Hino nacional: God save the shit

Localização de Merdaland

Capital Privadansk
Cidade mais populosa Banheiro
Língua Russo
Religião oficial Merdanismo
Governo Democracia da merda
 - Faxineiro supremo Dollynho
Heróis Nacionais Dollynho e Capitão Merda
Área  
 - Total Quatro kg de merda e mijo km² 
 - Água (%) 1
Analfabetismo 100 
População 100.000.000 de cagões 
PIB per Capita
IDH
Moeda Merdouro
Fuso horário Hora de cagar
Clima Apertado, fedorento e cabeludo
Website governamental [http://www.desentupidorarolabosta.com.br/

A Merdávia é uma micronação que fica em Kalingrado numa área grande entre 4 banheiros públicos. Como diz o nome, o país é cheio de merda, com mais de oito mil cagões que cagam para encher o chão de bosta. Há uma crença de que a nação foi originada de um brasileiro que criou ela pra mostrar o que ele acha do seu país natal.

Historia[editar]

A fundação desse oblást de merda foi no ano de 1971, quando Lenin mandou construir cinco banheiros químicos para o uso dos militares. Por ter forjado a própria morte, passando 30 anos se alimentando do sangue de quem enchia o saco de Stalin e mais 17 dos beijos apaixonados de Nikita Kruschev, ele tinha muita merda para cagar, então usou um dos banheiros químicos até exceder o limite e levar o pobre banheiro a morte. Os quatro banheiros foram rearranjados, formando um quadrado, que logo virou um oblást. 20 anos depois, com o fim da URSS, a região ficou abandonada e um mafagafo mochileiro bêbado fundou a pátria lá.

No ano seguinte, 1992, depois da morte do Mafagafo que fundou a pátria cagada, uma guerra civil começou na Merdávia: dois partidos surgiram com opiniões diferentes, um com a ideia de criar uma república totalmente cagada, onde falta educação, enquanto o outro partido queria criar um governo descente. Houve uma votação para não rolar porradaria: metade do país votou nos políticos descentes, a outra voltou nos pró-bostas, todos começaram a se odiar, se auto destruir vandalizando casas e matando os que eram opostos à própria opinião politica. Os habitantes tinham que escolher um lado na guerra ou morreriam. Infelizmente, a vitória foi dos pró-bostas, com a ajuda do Cagaquistão.

Turismo[editar]

Todos os visitantes vão diretamente cagar nas privadas de alta-qualidade com música e almofadas super confortáveis. Todos os cagões do mundo visitam aqui para cagar a vontade.

Economia[editar]

A economia depende da exportação de papel-higiênico para a Venezuela, bosta para adubo para a Ucrânia e videos pornôs de pedaços de merda estuprando uns aos outros, formando um homúnculo autofodedor medonho de puro estrume, para a Índia. Exportam até mijo, para ser usado na fabricação de Fanta, para os Estados Unidos.

Ao descobrirem que a merda cura AIDS, passou a exportá-la como remédio para países africanos, que mudam de ano em ano depois que descobrem que a ditadura escolhida desvia verba da importação pra comprar carros de luxo, ou está prestes a ser derrubada pela população revoltada com o fato de não poder mais aumentar a epidemia.

Moradias[editar]

As moradias geralmente são construídas de baixo da terra, com merda de cavalo endurecida. Muitos cidadãos entram em suas casas pela privada porque tem um túnel que só pode entrar quem paga impostos.

Processo[editar]

O país foi processado pelo governo da Moldávia por causa do uso sem permissão do nome Merdávia, que é bem parecido, mas o processo nunca foi cumprido porque ninguém comprovou sua existência.

Bom dia[editar]

Alguns merdávios lutaram com elefantes para defender suas opiniões políticas.

Para um merdávio, dizer bom dia é mesma coisa de mandar alguém tomar no cu e é assim que um Merdávio responde...

Fotos[editar]

Ver também[editar]