Meteora (Linkin Park)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Meteora)
Ir para: navegação, pesquisa
DesBoleros em Ingrêis.png Este artigo se trata de um álbum

E já teve milhares de cópias vendidas! (ou não).

Conheça o resto da playlist clicando aqui.

Emblem-sound.svg.png Meteora (Linkin Park)
Limpe o Parque
Lp123.jpg
Capa
Lançamento 24 de março de 2003
Produtora Warner Bros.
Tipo Nu Metal, de novo...
Featuring Uns flautistas malucos
Duração 36:36 (junta os dois "3" pra ver no quê que dá...)
Album Anterior: Teoria Hermafrodita
Album Seguinte: Metendo Até A Meia-Noite


Cquote1.png Experimente também: Pautora Cquote2.png
Sugestão do Google para Meteora (Linkin Park)
Cquote1.png Ai, credo, sertanojo... Cquote2.png
Fã de Linkin Park sobre sugestão do google.
Cquote1.png É a mulher do meteoro? Cquote2.png
Chaves sobre Meteora.

Meteora (do latim: mete, ora!) é um álbum de merda do Limpe O Parque e é bem conhecido pelo notório sangramento de ouvidos que causa nos ouvintes, seja pela qualidade da música ou pelos berros do Chester.

Faixas[editar]

  1. Prefácio - A introdução idiota do álbum que utiliza instrumentos como martelos e gesso. Deve ser que no estúdio, de tanto o Chester Perdigão gritar, as paredes começaram a rachar, então originaram isto, mas não se sabe porque chamam isso de música, com uma duração de 13 segundos!
  2. Dou, eu sei - Foreward (part 2), mais conhecida como Don't Stay é aonde realmente começa este álbum, não existem muitas informações sobre esta música, só se sabe que ela é tomada por B.H.C.s (Berros Histéricos do Chester) e no fundo a técnica milenar da guitarra de Brad Delson (parecendo um mendigo da esquina).
  3. Só Se For Um Bem Longo - A música conta uma aventura inesquecível do Chester com um bem longo, o que o faz dizer várias vezes: Cquote1.png Só se for um beeeeeem (que nem ovelha só que mais alto e desafinado) longo. Cquote2.png Está ai mais uma música que não se livrou dos gritinhos do Cheddar e do rap sem rimas (devia ser sad mas...) do Mike...Zinho.
  4. Lá em Frömiú - É uma das músicas mais gritadas deste álbum. Só se ouvem gritos com alguns intervalos para o Hap do Shifôda. A música conta a história que a banda passou na cidade desconhecida (mesmo) de Frömiú.
  5. Hit da Flor - A música mais indefinida do álbum é quase inteira o Hap mal feito do Shifôda com uns (12 ou mais) gritinhos do Cheddar.
  6. Easter to Run - Música símbolo da páscoa, que, por falar bem de coelhinhos, livrou a cara do Chester pela música Breaking The Rabbit.
  7. EleFaint - A música que tem o grito mais incrível do Chester! Pode ser ouvida a uns 5 km de distância e é marcada com haps repetidos como In The End. Alem de falar de elefantes.
  8. Figure .69 - Apenas conta como os integrantes do Limpe O Parque. Escaparam das quatro terríveis figuras: Dipsy, Tinky Winky, Po e Lala (ou os teletubbos).
  9. Breaking The Rabbit - Cquote1.png Corta as pernas! Cquote2.png - Cquote1.png Não! As orelhas primeiro! Cquote2.png Trechos de Breaking The Rabbit. Além disso, pra tentar diminuir as "más impressões" causadas com o Greenpeace(e também por falta de criatividade, novidade), o clipe foi retirado retirado de um anime, não me perguntem qual...
  10. Bem Lá Dentro - O clipe é um Flashback da infância de Chester, contando como ele adquiriu seus incríveis dotes musicais. Preciso dizer que tem gritaria?
  11. Ninguém escutando - Música afrojaponesa composta inteiramente por haps do Mike e com solos longos e cansativos de... adivinha? FLAUTA! E a maior surpresa: Não tem gritos!!! Há!! Pegadinha do Malandro!!!
  12. Sessões - Aquela música instrumental feita pelo Mr. Hanh que tem em todos os álbuns, nada de mais (e que por sinal é uma merda!)
  13. Noiado - Mais uma musica do Limpem o Parque feita pra ganhar fãs (como In de endi e Elefaint), que conta a história de Xester na época que ele usava dorgas pra caralho, mas como foi gravada numa igreja (isso mesmo) nenhum nome de droga foi citado.