Metrô Oiapoque Chuí

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa do Metrô Oiapoque/Chuí


Cquote1.png Você quis dizer: Isto non ecziste! Cquote2.png
Google sobre Metrô Oiapoque Chuí
Cquote1.png Isto non ecziste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Metrô Oiapoque Chuí
Cquote1.png Prefiro não comentar. Cquote2.png
Copélia sobre Metrô Oiapoque Chuí
Cquote1.png É uma cilada, Bino! Cquote2.png
Pedro sobre Metrô Oiapoque Chuí
Cquote1.png Você traiu o movimento Rodoviário, véio! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre Metrô Oiapoque Chuí
Cquote1.png Essa linha é inútil. Cquote2.png
Você sobre Metrô Oiapoque Chuí
Cquote1.png Na União Soviética, o inútil é VOCÊ! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Você
Cquote1.png Mas bah! Que tri! . Cquote2.png
Gaúcho, ao pegar o trem (até hoje desaparecido) sobre Metrô Oiapoque Chuí
Cquote1.png ... Cquote2.png
Cidadão de Oiapoque sobre Metrô Oiapoque Chuí
Cquote1.png Estação Terminal Oiapoque, solicitamos a todos que desembarquem nesta estação. Cquote2.png
Motorista do trem sobre Metrô Oiapoque Chuí
Cquote1.png Estação Santa Vitória do Palmar, desembarque pelo lado esquerdo do trem. Cquote2.png
Metrô Oiapoque Chuí
Cquote1.png Eu que fiz Cquote2.png
Paulo Maluf sobre Metrô Oiapoque Chuí


O Metrô Oiapoque - Chuí unirá o inútil ao desagradável. Esta rede, completamente subterrânea, vai ligar o nada ao lugar nenhum, ou seja, o sul do país (Chuí) até o Amapá (região cuja existência é desconhecida, logo, pode ser que você nunca chegue lá).

Um projeto do presidente ainda não eleito Levy Fidelix visa a substituição do metrô por um Aerotrem. Neste caso, o trajeto poderá ser concluído em 2 minutos. Além disso, não sera necessária a escavação da linha subterrânea por tatus amestrados, pois de acordo com a animação feita em Power Point pelo próprio Levy Fidelix, o Aerotrem flutua no ar, ignorando a lei da gravidade.

Introdução[editar]

Logotipo da Rede

Passará por um dos locais mais bem sonorizados de nossa Terra de Santa Cruz: Calypsolândia. O projeto existe desde 1822, como forma de se garantir a unidade territorial do país. As primeiras obras começaram em 1834, mas foram paralisadas devido ao início da Guerra dos Farrapos. Só em 2008, o Governo incluiu o projeto no PACA (Programa de Aceleração do Crescimento Acelerado), anunciando a construção da linha, cujas obras começarão em 2010, com previsão de inauguração em 2084 2184 3184. A linha terá aproximadamente 6795,8 km, cruzando 8 províncias Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Meio (ex-Goiás), Mato Grosso do Norte, Calypsolândia (ex-Pará) e Amapá (?)], com um total de 63 estações. O percurso deve durar aproximadamente 3 dias e meio, a um custo de passagem de 1,99 pesos gaúchos. O custo de construção está orçado em 1 trilhão de reais e será financiada por uma PPP (Puta Pareceria Picareta), com investimentos de empresários como Silvio Santos, Roberto Justus e Seu Creysson. A construção se dará pela OAS (Obras Amplamente Superfaturadas), especialistas em crateras de metrô, a exemplo do buraco-estação Pinheiros, na linha 4 de São Paulo. Estuda-se ainda um desvio do projeto, passando por Brasília, contribuindo para o Mensalão e afins. Do 1 trilhão previsto para o projeto, estima-se que 300 bilhões sejam para os túneis, estações e trens, e o restante para "Comissões Especiais de Participação".

O Projeto[editar]

Doutor Roberto elaborando o projeto do Metrô Oiapoque Chuí. Na foto vemos Silvio Santos em sua forma sem peruca.

Esta obra grandiosa não poderia ter sido idealizada por ninguém menos que o Doutor Roberto, que além das suas 32 graduações, possui mestrado em Engenharia Civil, Engenharia Ferroviária e Metroviária.

Estações[editar]

Principais Estações
Render da Estação Chuí

Os trens[editar]

Os trens do Metrô Oiapoque Chuí disporão de fornecimento de chimarrão e Guaraná Jesus, ambos inclusos no preço da passagem de 1,99 pesos gaúchos. Com 24 vagões, o Metrô Oiapoque Chuí tornar-se-á o maior trem existente em operação subterrânea.

Benefícios[editar]

Essa linha vai cruzar o país de Norte a Sul, ligando regiões totalmente inúteis e contribuindo 127% para o desmatamento da Amazônia, na verdade o metrô não passará nem perto da floresta amazônica, mas é só para não perder o costume de depredar o ambiente.

Projetos[editar]

Há futuros projetos de expansão desta inútil malha metroviária, que a deixarão ainda mais inútil: unir Calypsolândia ao Acre, e de lá, fazer uma ligação, por meio de bondes puxados por burros (ou por você, se estivéssemos na União Soviética), até a Bolívia (condado anexado em 2006). Mas como o Acre não existe, e você não mora no Acre (pois lá não há internet, por não haver "lá"), você acaba de perder uma oportunidade de emprego (puxador de bondes).

Tendo em vista que o Governdo Lula tem sido de uma sagaz autonomia e responsabilidade em seus projetos, a ampliação da linha de metrô AINDA VAI ALÉM da nossa mera imaginação, diz o senado. Em um entrevista coletiva, dada no dia 13 de setembro deste ano (2007), Lula diz que a ampliação tem fins de integração social. "Companheiros e companheiras, todos agente sabêmo, que o pobrêma du brazilêro, é a sua intregação çosial. Além do meu progéto de construssão da linha 'oiapoque-chuí', também tamo pensando em fazer uma nova linha de metrô que ligue a PONTA DO SEIXAS- PB até a NASCENTE DO RIO MOÁ - AC. Em 8 mêses agente promete terminar eça obra!", diz Lula em sua entrevista.

Outros dois projetos planejam a construção de mais duas linhas, uma ligando a importante cidade acreana de Cruzeiro do Sul ao pólo exportador de Mongaguá, em São Paulo, cruzando a linha Oiapoque-Chuí; e outra ligando Montevideo (Cisplatina) à rica Açailândia (Maranhão)..

Ver também[editar]

Este esboço parece ter sido inspirado nas teorias de Olavo de Carvalho.
Faça-o se tornar mais verdadeiro.