Microbiologia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Boratnice.jpg Yackshmash! I like you, I like sex, it's nice! High five!
Borat está feliz porque você vai adicionar novas imagens a este artigo! Chenquieh!!!
Fecundaçao.jpg Este artigo é relacionado à biologia.

Não estranhe se ler que o pênis não tem ossos, nem músculos.

Cquote1.png Experimente também: Transporte público Cquote2.png
Sugestão do Google para proliferação de micróbios
Cquote1.svg Você chegou da rua? Então vai já lavar as mãos e passar álcool! Cquote2.svg
Louca psicótica com fobia de bactérias sobre microbiota transitória
Cquote1.svg Bactéria não existe, eu não posso ver! Cquote2.svg
Pobre Porco ignorante sobre micróbios
Cquote1.svg Não precisa ficar desinfetando nada não. Vocês acham que essas coisas existem? Cquote2.svg
Outro ignorante sobre hábitos de higiene
Cquote1.svg Isso não é de Deus não! Cquote2.svg
Crente alienada sobre micróbios
Cquote1.svg Na União Soviética, as bactérias esterilizam VOCÊ Cquote2.svg
Reversal Russa sobre esterilização
Cquote1.svg Eu ganho a vida vendendo bactérias para crianças Cquote2.svg
Presidente da Yakult sobre classificação biológica dos lactobacilos vivos

Microbiologia é o ramo da Biologia que estuda os microorganismos (antigos micróbios), que incluem seres eucariontes unicelulares, alguns procariontes e nadaontes - além de outros seres que ninguém nunca encontrou nem ouviu falar.

São várias as interações entre animais, plantas e microorganismos - podendo fazer bem ou fazer mal. No começo o homem era muito fraco e qualquer resfriado idiota podia ser fatal, mas com o tempo o homem foi evoluindo e já consegue tomar na vagina novalgina e controlar produções com microorganismos.

Breve História[editar]

Há muito tempo atrás numa galáxia muito, muito distante... pseudo-cientistas revolucionários já especulavam sobre a existência de seres "invisíveis" e que eles eram os responsáveis pelas doenças contagiosas (foram necessárias várias epidemias para se chegar a essa conclusão, ou não). Mas não podiam provar nada porque o microscópio ainda não existia e a Igreja estava doida para mandar todo mundo para a fogueira.

Mas em 1756 veio a salvação, Antonie van Leeuwenhoek obervou bactérias e outros microorganismos usando uma gambiarra microscópio simples que ele mesmo fez. Mas na verdade esse assunto gera uma confusão e polêmica a toa danada, porque cada um diz que foi "'fulano de tal' que viu primeiro". Mas ninguém liga pra quem viu isso primeiro (nem eu). O importante é que descobriu-se que água, leite, defuntos e qualquer outra coisa são cheios de animáculos - o que chocou meio mundo (muitos cometeram suicídio ao saber disso, pois era pecado).

No século XIX destaca-se Louis Pasteur (sim, o da pasteurização, que é considerado um dos casal gay dois pais da microbiologia como ciência. Ele desenvolveu vários mutantes estudos sobre o crescimento e metabolismo dos micoorganismos, além de métodos para preservação de alimentos, limpeza e vacinas contra pragas da época.
Obviamente, ao longo do tempo a humanidade foi ficando menos burra enquanto fazia burradas descobria o mundo dos microorganismos - que foi o caso de Alexandre Flaming. Foi ele quem descobriu a penicilina por acidente enquanto chupava uma laranja podre e fungos caíram na sua cultura de bactérias. Ele deu a louca, mas depois viu que aqueles fungos impediram o crescimento das bactérias: pronto, ele estava rico! (ou não...)

Nos dias atuais a Ficção científica está virando realidade e já estão induzindo mutações em microorganismos para que esses passem a produzir hormônios e outras substâncias. Um exemplo é o caso da Insulina, que tem sido produzida por bactérias (e obviamente é filtrada depois, ou não). Se você é diabético, não tema, antigamente a insulina era extraída de porcos. (Para mais informações, estude Biologia Molecular).

Bacteriologia[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Bactéria

É a divisão da Microbiologia que estuda as bactérias. Trata-se de uns dos organismos mais antigos de que supõe se tem notícia, com evidências datando de 3,8 bilhões de anos atrás. Segundo a Teoria da Conspiração Endossimbiose, as mitocôndrias e o cloroplasto seriam bactérias independentes no passado que fizeram uma suruba e integraram as células procariontes. Bactérias podem ser encontradas vivendo (?) sozinhas ou em colônias. Bactérias formam o Reino Monera.

São microscópicas (O RLY?) variando entre 0,5 a 5µm, mas existem algumas mutantes que vivem em peixes que chegam a 0,7 mm. E pode parecer que não, mas elas JÁ dominaram o mundo. São os seres com maior população de todas as espécies conhecidas. Só por curiosidade, a população de bactérias nas tripas nos intestinos é superior à população total de células de um indivíduo.

Morfologia[editar]

Classifica-se as bactérias de acordo com a forma e agregação.

Cocos

Têm forma esférica e podem ser:

  • Diplococos (em pares);
  • Estreptococos (em cadeia);
  • Estafilococos (agrupando-se em "cachos");
  • Sarcina (formando um cubo)
LactoBacilos

Ou Yakult. Têm forma de bastonete e podem se agrupar em:

  • Diplobacilos (dois bacilos);
  • Estreptobacilos (>2 em cadeia)
Vibrião

Em formato de vírgula

Espirilo

com forma ondulada

Espiroqueta

em forma acentuada de espiral

E algumas outras mais complexas que ninguém dá a mínima.

Estrutura Celular[editar]

Não possui organelas e o DNA é uma bagunça jogada no meio do citoplasma. Elas têm:

  • Pili (ou Fimbria) - ligam bactéria a uma célula ou a outra bactéria;
  • Plasmídeo - não tem em todas, mas é um DNA circular extra que serve para fazer fofoca sobre antibióticos;
  • Ribossomos - diferente dos ribossomos procariontes;
  • Citoplasma;
  • Membrana celular;
  • Parede celular - que pode ser gram-positiva ou gram-negativa (que não vem ao caso);
  • Cápsula - não tem em todas também, mas quem tem fica protegido de bacteriófagos e várias outras pragas;
  • Flagelo - também não tem em todas, é um rabinho que dá motilidade á bactéria (como um espermatozóide).

Doenças e Coisas Boas[editar]

Assim como tudo que é organismo pequeno, as bactérias também adoram causar doenças em plantas e animais; mas também pode viver em simbiose (ajuda mútua) formando a microbiota (ou flora, para os mais pobres antigos).

Utilidade
  • Produção de Yakult, Orkut Iogurte, vinho, salsicha, vinagre, molho de soja e vários outros;
  • As de microbiota - proteger o indivíduos de outros organismos causadores de doenças, porque elas brigam por território;
  • Preparação do solo;
  • Produção de hormônios, como citado em alguma secção acima;