μnésia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Nota: Este artigo fala da região geográfica da Micronésia, se procura por aquela nação insignificante, consulte Estados Federados da Micronésia.


Quevedo25on.gif Este artigo trata de coisas que nón eczisten!

Este artigo trata de algum mito, lenda, conto, história de pescador ou desculpa esfarrapada. Tome cuidado, pois você pode espirrar e ter sua alma levada pelo capeta caso alguém não fale saúde.

Micronésia no meio do nada.

Cquote1.png Você quis dizer: Polinésia Cquote2.png
Google sobre Micronésia
Cquote1.png Experimente também: Amnésia Cquote2.png
Sugestão do Google para Micronésia
Cquote1.png Nunca vi. Cquote2.png
Steve Wonder sobre Micronésia.
Cquote1.png Nem eu. Cquote2.png
Você sobre Micronésia.
Cquote1.png Pega um microscópio! Cquote2.png
Eu sobre você.
Cquote1.png Cuidado para não pisar. Cquote2.png
Qualquer um sobre tamanho da Micronésia.

Micronésia, ou μnésia, é mais um dos locais que não existem na imensidão do Oceano Pacífico, sendo, segundo alguns geógrafos um monte de ilhazinhas, mas quem acredita nesses editores da Uiquipédia?

Local e moradores[editar]

Bandeira do pessoal de lá.

Como foi dito a região da μnésia é desabitada por seres humanos comuns, principalmente pela falta de terra seca para a sobrevivência desses seres, então na região existe apenas presença de homens-peixe, ou seja, sereias, que são constantemente perseguidos pelos vorazes ictiossauros.

A localização não é muito definida, o Pacífico é grande demais, mas é provável que a região esteja situada a sul da Sibéria e a Norte da Antártica. Como foi dito delimitar áreas repletas de água é uma tarefa ingrata, mas com a ajuda dos habitantes, hoje faixas vem sendo postas para dividir essas zonas da Oceania.

Clima e vegetação[editar]

Muito bonito, porém inabitável.

O clima é bem úmido, chegando em certas altitudes ser de mais 100% de água, a vegetação típica é muito resistente a essa umidade extrema, são em geral algas, Vitórias-Régia ou pepinos-do-mar.

Chove razoalvelmente na região, como se precisasse, sendo mito comuns tufões daqueles que arrasam cidades inteiras do Camboja, mas por lá, o pessoal costuma utilizá-los para se divertir seja surfando ou com um esporte chamado descendo pelo ralo.

Economia[editar]

Consiste basicamente na caça descarada de baleias para vender ao pessoal lá da terra do Godzilla, onde eles ainda usam óleo de baleia para fritar o sushi. Outra fonte de renda do pessoal de lá é a concessão de espaço marítimo para que países desnvolvidos despejem seu lixo nuclear.

Ver também[editar]

Ver membros[editar]