Miguelópolis

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Miguelópolis é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
É a única cidade do mundo com apenas um CEP.

Sciences de la terre.svg.png
Nuvola apps bookcase.png Observação importante
Este artigo fala 90% do Rio Grande e nada da cidade em si e provavelmente nem existiria se o Rio Grande não o fosse
Falsa pescaria em Miguelópolis, reparem que montagem mais malfeita

Cquote1.png Você quis dizer: Cu do mundo Cquote2.png
Google sobre Miguelópolis
Cquote1.png Você conhece Miguelópolis? Cquote2.png
Você
Cquote1.png Já sei esse artigo é obra do ituveravense, eles nos odeiam só porque temos um lago milhões e milhoes de vezes maior que o deles, que inveja Cquote2.png
Miguelopolense convencido pensando que o lago de volta grande é maior que o lago de ITAIPU
Cquote1.png Você conhece Miguelópolis? Cquote2.png
Você
Cquote1.png Ah, sei, aquela cidade do Rio Grande Cquote2.png
Alguém lhe respondendo
Cquote1.png "Pelas barbas do profeta!" Cquote2.png
Silvio Luiz ao ter que dirigir na cidade, devido a tantas bicicletas e motos.

Miguelópolis não é a polis (cidade) dos Migueis não, é apenas mais um cidade do interior de São Paulo. Só mais uma...

Historia[editar]

Tudo começou por volta de 50000 a.C. (ou por ai, se quiser ser preciso pergunte a um geólogo ou esses caras que estudam isso) quando Deus fundou o Rio Grande. Alguns milênios depois fundaram a cidade chamada Miguelópolis. Você deve estar se perguntando porque eu falei a data de fundação do Rio Grande e não a da cidade. A questão é que eu não tenho muito tempo pra ficar enchendo o artigo de bobagens e então eu preciso colocar apenas informações relevantes e apenas informações relevantes e não essas bobageiras ou essas encheções de linguiça que servem apenas para deixar o artigo grande mas com nenhum conteúdo realmente relevante. Ah, vou parar de explicar por aqui porque isso já não está sendo relevante, ou seja é uma mera encheção de linguiça boba.

Economia[editar]

Isso aqui é o que importa da cidade

Mais uma cidade de economia plenamente agrícola, ou seja, vai ser normal você encontrar vacas andando no meio da cidade ou coisas do gênero. Mas vamos ao que interessa, a cidade e sua economia são movidas pelo Rio Grande e sua economia pesqueira.

Turismo[editar]

Graças ao Rio Grande (de novo!) de vez em quando aparece algum gringo ou alguém interessante por aqui. Nessas ocasiões esses indivíduos pegam quem eles quiserem. Outra fonte de turismo são as "prima". Muita gente diz em casa que vai pescar, pra chegar em Miguelópolis e tacar a minhoca. Mineiro mesmo vem de penca!