Militar

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mantenha distância... ALLAHU AKBAR!!!!

Esta página contém elementos bélicos, químicos, atômicos ou bombásticos,
podendo causar um grande estrago no computador (e na mente) do leitor.
Bombanuclear4.gif
Militares americanos caçando baderneiros.

Cquote1.png Você quis dizer: Burro Cquote2.png
Google sobre Militar
Cquote1.png Você quis dizer: Embusteiro Cquote2.png
Google sobre Militar
Cquote1.png Seeeeeeeeeelvaaaaaaaaaaaa!!! Cquote2.png
Zumbi sobre Militar
Cquote1.png Militar é como o uísque Passport: verde, quadrado, ruim e não presta para nada. Cquote2.png
Professor universitário sobre Militar
Cquote1.png Militar é como o uísque Buchanan's: rótulo verde, quadrado, e muito bom. Cquote2.png
General sobre Militar
Cquote1.png Meufs cumpanhêrufs, us aumentufs qui o FHC não deu in oitcho anufs, eu dei prufs cumpanhêrufs duafs vefes (aplausos) Cquote2.png
Lula sobre Militar
Cquote1.png Fia, militar, motorista de táxi e estudante num é gente, não. Cquote2.png
Pai de família caboclo sobre ensinando à filha com quem não se casar
Cquote1.png Se casar com um milico, nunca mais fale comigo! Cquote2.png
Militar também sobre ensinando à filha com quem não se casar
Cquote1.png Pai, o senhor não é militar? Cquote2.png
Filha retrucando para o pai militar
Cquote1.png São o último baluarte contra o comunismo que está avassalando o país! Cquote2.png
Olavo de Carvalho sobre Militar
Cquote1.png Ele é uma melancia, verde por fora, vermelho por dentro. Cquote2.png
Militar da República Velha sobre Prestes
Cquote1.png Devo tudo que sou ao quartel! Cquote2.png
Clodovil sobre Militar
Cquote1.png Faço minha suas palavras nobre colega Cquote2.png
Ney Matogrosso sobre depoimento de Clodovil

Um militar é o resultado do cruzamento entre uma raça alienígena sub-desenvolvida com tigres-de-dentes-de-sabre da pré-história, numa tentativa dos ditos alienígenas de salvá-los (os tigres) da extinção. Depois, cruzaram o híbrido com uma lagosta (invertebrado que tem casca grossa e vive nas costas do Brasil) e puseram os filhotes para mamar na Dercy Gonçalves.

O resultado deste cruzamento foi três raças de seres esquisitos - uma que só vive no ar, uma exclusiva do mar (embora, como as focas, ocasionalmente venha à terra) e a da terra (que no Brasil sempre é perigosa). Por razões até então desconhecidas, em alguns países eles são uma só raça.

A origem do nome[editar]

O termo "militar", segundo os enciclopedistas, pode ter vindo de duas origens:

1ª - Oriunda do têrmo "Militiae" (o que milita, referindo-se aos mercenários que guardavam os políticos romanos de serem massacrados pela plebe, já que eles (os políticos romanos) eram todos patrícios - a casta que podia fazer tudo (v.zelite), porque eles é que escreviam as leis e, em qualquer vacilo, fodiam com todo mundo e votavam leis para se defenderem e aumentarem seus gordos salários (dos patrícios, é claro - você pensou que fosse dos militiae?)

Um militar durante a ditadura.

2ª - Na Roma antiga, media-se o quociente de burrice, que tinha como medida-padrão o tar. Se alguém era pouco burro, tinha um tar, dez tar, etc; se era muito burro, burro ao extremo, era classificado como mili tar. Para quase todos os professores de universidades e os seus alunos, esta é a mais certa.

Ou seja: apesar da segunda hipótese ser a mais lógica, isso não quer dizer nada. Uma vez que o nome não possui um significado claro, isso acaba tirando a credibilidade da utilidade desses seres. A não ser aplicar a corte marcial (que ninguém sabe que Porra é), e uns paus-de-arara em jornalistas-desocupados e cantores-veados (que adoravam o pau, e não a arara), prática comum na época da Ditadura Militar e que veio se perdendo durante os anos.

O Hominideos militaris[editar]

Condecoração de um militar.

O Homo sapiens veio do macaco, que por sua vez, veio de um bicho escroto, que veio do Hominideos militaris. Apesar dessa ligação, o militar não faz parte da cadeia de evolução humana, já que ele não é um ser nada evoluído.

Não possui cérebro, apenas um crânio com um dispositivo que serve para seguir ordens e repassar ordens. Podem ser encontrados sob as mais variadas formas, desde o "militar de tiro de guerra" até "generais".

Inteligência militar[editar]

Inteligência militar, além de ser um oxímoro, pode ser quantificada por uma medida chamada QIM, ou Quociente de Inteligência Militar. O QIM é definido como 200 menos os quocientes de inteligência (QI) e inteligência emocional (QIE), uma pessoa com QI/QIE altos tem um QIM baixo e vice-versa. Como resultado, um Comandante-em-Chefe militar normalmente têm QI/QIE mais baixos do que qualquer outro militar, e às vezes do que qualquer outra pessoa em todo o país.

História[editar]

Desde que o homem existe no mundo, existem militares. Aliás, dizem eles que é a profissão que disputa a antigüidade (coisa que eles gostam muito) com as putas (de quem eles gostam muito, também, e vice-versa!!!). Porém estudos recentes desmentem a tese dos milicos, hoje já não há dúvidas de que as putas vieram primeiro e, num cruzamento com gorilas teriam dado origem aos militares.

O primeiro instrumento fabricado especificamente para matar foi a espada. Ela não servia para nada, além de matar pessoas - até os gaúchos e argentinos (afinal, qual é a diferença mesmo entre eles?) descobrirem que a espada servia como banquinho para as horas de descanso.

Sempre eles obedeceram aos patrícios e sempre levaram a culpa pelas besteiras feitas por ordem dos patrícios (digo, políticos). Um de seus grandes pensadores(???), uma bichona prussiana, disse que "a guerra é a continuação da política, por outros meios". Traduzindo - os políticos fazem a merda e os militares é que limpam a Porra toda!!! E ainda saem como culpados!!!

Militares no Brasil[editar]

Militares em ação.

O maior problema do Brasil é que, já na Armada (coisa de militar!!!) eles conviviam com os ratos (ops, digo políticos). A única coisa de boa que fizeram foi manter as fronteiras - e só por causa das índias que viviam lá!!!

Até que ficaram quietos durante o Império; como sempre, eram mandados pelos políticos para limpar a merda que eles (os políticos) tinham feito. Aí, um político com mania de grandeza (desculpem a redundância) do Paraguay, filho do Antonio Cabeza de Vaca com a Dercy Gonçalvez, chamado Chico Vaca Gorda, resolveu invadir o Brasil. Os militares brasileiros deram uma surra no Chico, apesar de os argentinos terem tentado sacanear os militares.

Os militares, então, acharam-se os maiorais, e começaram a bagunça. A primeira quartelada implantou uma república de bananas, que foi substituída por uma república de bananas Nova e depois por uma banana cor-de-rosa. E, de quartelada em quartelada, a república vem embolando com eles.

Guerrear, trabalhar que é bom ...nada. Um exemplo dessa falta de vontade pra pegar no batente se deu durante a Segunda Guerra Mundial quando o país só não se fodeu de vermelho, branco e preto (não as cores do Tricolor Paulista mas da bandeira nazista) porque os nazistas e seus namorados fascistas 'tavam mais ocupados tomando uma sova dos comunas do que preocupados em invadir a República dos Bananas; mesmo assim não fosse por outro Aliado de porte, no caso os Americanos que afundaram praticamente sozinhos todos os submarinos Italianos e Alemães em águas brazucas e que bancaram a excursão armada com o nome (só o nome) do exército, também conhecida como FEB (Força Expedicionária Brasileira ou Escola Unida de Samba Unidos na Porrada sem dó para os íntimos), já que a mesma teria sido um fracasso retumbante sem tal ajuda, visto que o "glorioso" exército verde-amarelo não estava (como sempre) apto a fornecer ao escrete canarinho, selecionado nas coxas praquela Copa do Mundo da porrada e ignorância, as mínimas condições de apresentação (de uniforme e alimentação apropriados passando pelo equipamento, transporte, treinamento, infra-estrutura de readaptação na volta ...enfim TUDO!); a coisa teria ficado emomicamente feia!...

Inteligência Militar é uma afirmação contraditória...

Nos anos 1960, cansados de apenas servir as zelite, decidiram que eram eles os donos da banana (digo, república). Fizeram outra quartelada, mas não perceberam que alguns patrícios tinham migrado para um negócio muito lucrativo, chamado de Banco$$. E, sem eles perceberem, os banqueiros tomaram de conta da república - e os militares (vocês lembram da 2ª origem do nome?) continuaram pensando que mandavam.

Aí, um dos militares (lembrando sempre - mili-tar) resolveu sair da frente e deixar os patrícios (digo os políticos) voltarem à sua velha vidinha de "casa de mãe Joana". E os patrícios voltaram a pensar que mandavam, sem se aperceberem também que os banqueiros é que são os donos agora!

Mas, todas as vezes que se escuta um barulho maior em um quartel, os patrícios (ops, os ratos; ops de novo, os políticos) se perguntam "Será que virão de novo?"

Sd Cajazeira, direto de Sucupira, terra do inestimável "Odorico Paraguassú" - O Bem Amado Sd Maria Sd Penacho (deveria ser de alguma tribo)... não lembro Sd Strwermer, o gringo, carinhosamente chamado de "ESTRUME"... só para facilitar Cb Arcanjo, do exército de JESUS, já que o primeiro nome do bendito era Gabriel Cb Longo Cb Pumm Sgto. Forte... só no nome. O danado era pele e osso. Sgto. Storai, ou "ESTOURADO", como era conhecido.

Temos também, já graduado, o Cap. Calado, que falava mais que o homem da cobra.