Miracica

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Ffffffffuuuuuuu.jpg Artigo sem Imagens! FFFFFUUUUU!
Este artigo possui poucas ou nenhuma imagem o ilustrando. Adicione adicionar novas imagens se não FFFFFUUUUU...
Ptbosta.gif Este artigo tá uma bostinha.
Ele está pequeno, chato e sem graça. Será que teria alguma alma caridosa capaz de fazer uma boa ação, tipo a de editar e colocar coisas engraçadas, de forma que ele fique mais engraçado e menos idiota? Só tome cuidado porque o Moderador Malvado está de olho em VOCÊ!


Miracica, ou como muitos gostam de chamar, Nárnia pernambucana, é um município que, na verdade, é um distrito de uma outra cidade. A única forma de entrar em Miracica é conhecendo um morador local, só eles sabem como entrar na própria "cidade".

História[editar]

Miracica foi descoberta em 2002 e já existiam habitantes, a maioria é indígena ou animal, por isso, os que sabem falar não sabem como nasceram, e os que sabem como nasceram não sabem falar. Existe uma hipótese semelhante a de como Roma nasceu: dois bebês estavam em uma cesta feita de couro de bode, em um rio, e como no sertão tudo seca, o rio evaporou, e os bebês ficaram lá mesmo. Depois de um tempo, chegou um boi e deu de mamar para os bebês, que em pouco tempo, cresceram e começaram a procriar com alguns animais, dando inicio ao povoado de Miracica. Apesar de bem pensada, essa historia não é tão popular assim, e o único jeito de se saber a verdadeira história de Miracica é alfabetizando os bois e cavalos que existem por lá.

Economia[editar]

Mal existe, em Miracica só tem dois núcleos populacionais, os que conseguem desenvolver "tecnologias" para caça, plantio etc, e a população humana, que come suas próprias fezes. O comércio de lá é ridículo, visto que Miracica é composta por uma rua, uma fazenda e só, o que se pode supor é que ela deve ganhar bem com turismo: muitos turistas entram lá, mas nenhum volta, pois a população é canibal receptiva o suficiente para que 100% dos que vão fiquem por lá mesmo.

Trasportes[editar]

A cidade conta com um ônibus puxado por humanos e com rodas de pedra, fora isso, mais nada.