Mirim Doce

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ponte-HLuz.jpg Se quésh quésh, se non quésh, dish!

Este artigo é catarinense! Já entrou em coma alcoólico na Oktoberfest, sabe o que é boi-de-mamão, tem um poster do Guga e pensa que é alemão!

Venha para o lado barriga-verde da força você também!

Cquote1.png Cadê o doce tio? Cquote2.png Crianças... Sempre curiosas...

Cquote1.png Eu amo essa cidade. Cquote2.png
Xuxa sobre Mirin Doce
Cquote1.png Eu também adoro fazer turismo por aqui... UAUUUUU!!! Cquote2.png
Michael Jackson sobre Mirin Doce

Mirim Doce ou também conhecido como Molequinho Doce é um município brasileiro do Estado de Santa Catarina, muito apreciado por pedófilos turistas em todas as regiões.

A sua história

A origem do nome se dá à presença de uma abelha pequenina, chamada “mirim” e conhecida por produzir mel azedo, chamou a atenção dos colonizadores porque, ali produzia mel doce, para não se dizer que se originou por ser um lugar secreto onde padres pedófilos prativavam as suas maldades com os menininhos naquele lugar. Vem daí o nome do município, Mirim Doce, que se emancipou de Taió em 26 de setembro de 1991, tendo muitas opiniões como um nome bem gay sobre essa cidade.

A região onde se localiza Mirim Doce foi uma das mais castigadas pelos conflitos da Guerra do Contestado, além é claro como linchamento semanais a padres pedófilos, que não existiam cadeias para protegê-los. Antes, no final do século XIX, foi passagem de tropeiros que levavam couro, gado e carne-seca do Rio Grande do Sul para São Paulo, levando eles também no couro. No início do século XX, a localidade chamava-se Depósito, por armazenar toras de madeira desmatadas ilegalmente, que eram utilizadas por militares na guerra, que durou de 1912 a 1916.

A sua geografia

Localiza-se a uma latitude 27º11'47" sul e a uma longitude 50º04'36" oeste, estando a uma altitude de 397 metros, alta pra caralho na verdade. Sua população, hoje, conta com cerca de 3.000 habitantes, sendo 1.000 crianças Destaca-se também o Morro do Funil, que é um ponto de referência da história da America do Sul e onde faziam as pessoas tomarem no funil, que era uma prática bem popular,