Missing in Action

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Braddock e sua companheira inseparável dando bom dia para o Vietnã.

O filme do ano. A obra-prima que não pode faltar na estante de nenhum cinéfilo que se preze. A grande produção arrasa-quarteirão não tem outro nome, senão Missing in Action. Estrelado por Chuck Norris, esse filme é o mais curto da história do cinema. Chuck demorou apenas 2 minutos para invadir o Vietnã sozinho, dizimar todos os vietcongues e vingar a derrota vexatória dos Estados Unidos, seu país natal, na Guerra do Vietnã. Você pode pensar que 2 minutos é muito pouco para um único homem solitário destruir um exército inteiro e ainda salvar seus companheiros. Mas não é. Chuck poderia ter acabado com toda essa palhaçada em apenas 2 milésimos de segundo, mas enrolou um pouco porque achou divertido parar mísseis nucleares com as mãos. Isso é melhor, mais saudável e mais barato do que ir para a academia. Para dar um pouco mais de graça, os dois minutos gerais foram divididos em 3 filmes. Esse primeiro, tem cerca de 1 minuto e 20 segundos.

Sinopse[editar]

General Trau Ping-Pong (Jackie Chan) prepara uma recepção calorosa para Braddock.

Braddock (Chuck Norris) está comendo um Big Mac no Bob's, quando seu celular toca. Achando que é a sua esposa, ele atende rapidamente, com medo das consequências. Mas não era ela. Quem atrapalha a refeição de Braddock é Tomás Turbando Pinto, o general do exército estadunidense. Muito assustado e nervoso, ele diz que alguns soldados estadunidenses estavam sendo mantidos como reféns no Vietnã, e o ditador louco daquele país só iria soltá-los quando recebesse a quantia de 666 milhões de euros, que utilizaria para financiar as suas pesquisas de como utilizar os peidos humanos para produzir armas biológicas. Descontente com a situação de seus companheiros de truco, Braddock resolve acabar rapidamente com essa palhaçada para poder voltar a comer o seu lanche. Mas como o filme precisa de um pouco de graça e enrolação, Braddock é obrigado a coletar informações com uma amiga íntima, além de roubar algumas armas do arsenal estadunidense. Sim, ele usou armas. Seria mais simples apenas soltar um Roundhouse Kick, mas filmes sem explosões não tem graça, e não fazem sucesso. Após ter feito todas as preparações, Braddock, no melhor estilo "exército de um homem só" vai sozinho até o Vietnã, matando todo mundo que encontra pela frente. Até os seguranças do aeroporto acabaram entrando na dança. Eles apenas pediram para revistar Braddock, e acabaram ficando 7 meses de coma. Quando o filme atinge seu primeiro minuto de duração, Braddock chega no Vietnã e mata o primeiro sargento do exército vietcongue com um tiro de escopeta. 7 segundos depois, ele extermina o restante do primeiro esquadrão vietcongue com uma bazuca de alta precisão, roubada dos primeiros jogos de Resident Evil. 15 segundos depois, Braddock se distrai com uma vietcongue gostosa que era refém, e leva uma facada no olho. A faca fica cega. O responsável pela facada é enviado para o inferno sem escalas. Não sobra nem o pó do ditocujo. Braddock pensa em matar de uma vez por todas o general adversário, pois como todos que jogam War sabem, sem um general, não existe exército. Mas se fizesse isso, o filme não teria graça alguma (Como esse artigo). Então, para dar margem para uma continuação, Braddock finge ser capturado pelos inimigos, e deixa que alguns reféns inúteis sejam mortos. Filmes com mortes sempre geram uma bilheteria maior. E assim, com Braddock capturado e um monte de reféns mortos da maneira mais cruel possível, termina o primeiro filme da trilogia Braddock.

Recepção[editar]

Magnífica. Ninguém teve culhão de dizer que o filme foi ruim, pois Chuck Norris estava acompanhando as críticas de perto. Até o Rubens Ewald Filho disse que essa obra-prima é um marco na história do cinema, e que recomenda para toda a família. Ele nem mencionou que Missing in Action é um plágio descarado do Rambo. Mas ele fez bem. Ficar de boca fechada faz bem para a saúde. O IMDb afirma que esse clássico é o melhor filme da história da humanidade. Mas esse site já está na mira de Chuck, pois disponibilizou apenas 4 linhas para a sinopse do filme. No Brasil, o filme passa todos os fins de semana no Canal Brasil, o que fez com que essa emissora ganhasse o respeito de Chuck Norris. Agora está explicado o porque do Canal Brasil não falir, mesmo registrando sempre audiência "traço".


Trilogia Missing in Action
Missing in Action IMissing in Action IIMissing in Action III