Moadon Kaduregel Maccabi Tel Aviv

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Moadon Kaduregel Maccabi Tel Aviv
Escudo do Maccabi Tel-Aviv.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Moadon Kaduregel Maccabi Tel Aviv
Origem Bandeira de Israel Israel- Tel Aviv
Apelidos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote
Torcedor Ilustre
Estádio Vloomers
Capacidade
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Israelense
Divisão ליגת העל
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Moadon Kaduregel Maccabi Tel Aviv é um time de futebol judeu que devido a impossibilidade de jogar contra os times árabes do Oriente Médio que os explodiriam no mesmo momento, é aceito a jogar na UEFA por dó, onde é um reconhecido saco de pancadas e só serve sempre pra perder. É conhecido pelo uniforme de um amarelo-gema terrível e a falta de habilidade no futebol que se destaca melhor na equipe de basquete do time.

História[editar]

Fundação[editar]

A equipe foi criada em 1906 ainda com o nome de HaRishon LeZion-Yaffo e primeiro time judeu da Palestina, antes mesmo de Israel existir, como embrião do antigo movimento sioniosta. Os palestinos que por lá moravam nesta época, ainda pacatos e sem vontade de se explodirem em sinagogas, aceitaram a inscrição do time judeu como forma de aceitação cultural pacífica e harmoniosa, mal suspeitando dos sórdidos planos de dominação mundial dos judeus muito bem alertados por Hitler alguns anos depois.

Este time do HaRishon LeZion-Yaffo foi bem vitorioso, pois ao contrário dos demais inocentes times árabes, eles já tinham a avançada técnica da tática da compra de árbitros e agentes da federação. As taças do deca-campeonato palestino (1907 a 1917) conquistado pelo Maccabi Tel Aviv foram recentemente desconsideradas e devolvidas por Ariel Sharon durante uma de suas faxinas étnicas em Israel.

Durante as guerras[editar]

Enquanto a Segunda Guerra Mundial corria solta, o campeonato palestino foi mantido e o Maccabi Tel Aviv continuou jogando seu futebolzinho medíocre como se nada estivesse acontecendo. Tanta ruindade despertou um ódio de uma nação inteira (a Alemanha) que jurou varrer o Maccabi Tel Aviv do mapa junto com qualquer outro time igualmente ruim. Os alemães falharam no intento de assassinar o time do Maccabi Tel Aviv, é verdade, porque a Federação Inglesa de Futebol se recusava veementemente a tal plano defendendo que a UEFA precisava de times ruins para servir de café-com-leite nas primeiras fases das competições, e isso viria a dar início à Segunda Guerra Mundial que terminou com vitória britânica e aliados e a aceitação de Israel e todos seus times.

A partir de 1950[editar]

Período considerado de ouro para o Maccabi Tel Aviv foi de 1950 até 2000. Com a criação de Israel agora estava tudo muito mais fácil e o time chegou a ser 20 vezes campeão seguida do campeonato israelense, mas nunca jogando os torneios internacionais pois havia ainda uma lei em Israel que impedia a saída dos muros da cidade de Tel Aviv.

Ninguém sabe porém onde o time esteve durante a década de 80, quando não ganhou absolutamente nada. Teorias apontam que o time provavelmente foi explodido em algum atentado suicida e caiu pra segunda divisão israelense. Voltando apenas em 1990.

Liga dos Campeões da UEFA de 2004-2005[editar]

O grande ano do Maccabi Tel Aviv, quando pode finalmente igualar o fiasco do rival Maccabi Haifa de 2002-03.

Em sua melhor participação numa Champions League, atingiu a almejada fase de grupos da competição, quando enfrentou tradicionais equipes europeias. Preliminarmente eliminou times desconhecidos como o HJK da Finlândia e o PAOK da Grécia. Na fase de grupos foi humilhado pelo time nazista do Bayern de Munique para quem perdeu os dois jogos inclusive com uma goleada de 5x1, confirmando a superioridade ariana. Nesse grupo havia ainda Juventus FC e AFC Ajax, de quem ficou atrás de ambos também terminando na melancólica lanterna do grupo com a já esperada eliminação.

Liga dos Campeões de 2015-16[editar]

Finalmente, após uma década chafurdando apenas no medíocre e desconhecido campeonato local isaraelense, o Maccabu Tel Aviv volta a ser destaque ao ser o time mais badalado da edição da fase de grupo da Champions League de 2015-16. Sabendo que ser campeão seria impossível, o time israelense decdiu aposta na tentativa de conquistar o pior resultado da história de um time de futebol, mas infelizmente, no último lance da penúltima rodada, num jogo contra o FC Porto, o time israelense marcou um gol sem querer e perdeu por apenas 3x1, então no final da fase de grupos, com um salto de 6 jogos, 6 derrotas e 16 gols sofridos, aquele solitário gol marcado foi decisivo para que o Maccabi Tel Aviv não conquistasse o pior desempenho de um time de futebol, recorde pertencente ao FC Tio1.jpg de Andorra que com 6 derrotas possui saldo negativo de -17.

Torcida[editar]

Torcida formada em grande parte por punks de idades de 5 a 45 anos do bairro de Hatikva em Tel Aviv. Apesar de contar com uma das mais numerosas torcidas de Israel, o estádio nunca está cheio pois a maioria de seus apoiadores estão sempre na prisão.

Títulos[editar]

  • Liga dos Campeões que não é da UEFA: 2 vezes (1968/69 e 1970/1971).
  • Campeonato Israelense: 21 vezes (1935–36, 1936–37, 1941–42, 1946–47Todos estes antes mesmo de Israel existir, prova de que o plano sionista estava em curso, 1949–50, 1951–52, 1953–54, 1955–56, 1957–58, 1966–68, 1969–70, 1971–72, 1976–77, 1978–79, 1991–92, 1994–95, 1995–96, 2002–03, 2012–13, 2013–14, 2014–15)