Monarquismo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
esse é o tipo de monarquia que gostamos de ver!!!

Cquote1.png Você quis dizer: Diminuição de poderes dos políticos??? Cquote2.png
Google sobre Monarquismo
Cquote1.png Você quis dizer: Ideologia da nobreza Cquote2.png
Google sobre Monarquismo
Cquote1.png Você quis dizer: Poder Moderador Cquote2.png
Google sobre Monarquismo

Cquote1.png Foda-se a monarquia... viva a anarquia!! Cquote2.png
Anarquista sobre monarquia
Cquote1.png Não acredito que em pleno século XXI ainda existem países atrasados como Austrália, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Emirados, Espanha, Japão, Luxemburgo, Mônaco, Noruega, Nova Zelândia, Holanda, Inglaterra, Escócia, Suécia que ainda possuem um rei. Cquote2.png
Você sobre Monarquia

Cquote1.png kkkkkkkk Realmente estes países são muito atrasados. Cquote2.png
Monarquista sobre Monarquia

Cquote1.png É melhor obedecer apenas um leão maior que eu, do que milhares de ratos de minha espécie. Cquote2.png
Voltaire sobre Monarquia

Monarquismo é quando junta um grupinho de idiotas que se acham nobres do sangue azul e acham que por isso somente a sua prole pode continuar no poder. É a ideologia que considera a monarquia o melhor sistema de governo, sendo o comandante escolhido porque seu pai foi o governante anterior, impedindo que idiotas escolham outros idiotas para governarem o país e assim permite aos cidadãos viverem sem ter que pensar em política, melhorando o IDH. Os monarquistas consideram os outros sistemas é coisa de países pobres e subdesenvolvidos, por isso eles são encontrado em número reduzido na África, Ásia e América Latrina. A ideologia é subdividida em conquistadores, absolutistas e constitucionais

História[editar]

Por algum motivo até o século XVIII todos os países do mundo eram monarquias, até que Robespierre inventou um novo esporte, chamado guilhotina, na qual a diversão se consiste em decapitar a familia real, apesar de o rei ter uma grande família chegou um momento em que não sobrou ninguem para reinar, então os franceses inventaram um novo sistema: a república, o governo que os políticos é quem mandam. Os franceses percebendo que os políticos não possuiam capacidade mental para governar resolveram coroar Napoleão como imperador. O Estados Unidos foi o segundo país a adotar a república, pois lá não existia nenhum nobre para governar, para não ficarem sozinhos no mundo com o novo regime, os americanos, através do Big Stick obrigaram todos os países latrinos a virarem repúblicas também. Depois das guerras mundiais muitos países se endividaram e ficaram com o na mão dos americanos, então para pagar as dívidas estes foram obrigados a também adotarem a república, com exceção dos russos que se inspiraram no esporte de Robespierre e inventaram outro: o fuzilamento de Família Imperial.

Tipos de monarquistas[editar]

Conquistadores[editar]

Eu quero sangue.

Esses monarquistas vivem para a guerra, é escolhido um comandante e invadem todos os países vizinhos até o comandante morrer, expandindo ao máximo seu territórios, permite o povo acumular muitas riquezas ao efetuarem saques e conseguirem escravos grátis, e ainda aumenta a população de mulheres com a expansão das fronteiras, porque os machos são todos mortos consequentemente mais sexo para repovoar, graças a isso o nivel de felicidade é alto, nesse sistema a única função do monarca é escolher onde invadir. Como o país vive sempre em guerra não é preciso organizar o Estado impedindo que surjam políticos, exemplo desse sistema são: Império Huno, Império Mongol e Império Britânico.

Absolutistas[editar]

Nunca nenhum presidente foi comparado ao Sol, chupem republicanos!!

Os absolutistas defendem que o monarca deve ter o poder total, porque as pessoas comuns são incapazes de pensar, só pensam em comer e assistir novela, e não se preocupam em estudar, sendo assim o rei nada mais é que um infeliz que enquanto seu pai não morreu, teve ficar estudando para ser um governante e que sobreviveu mais que seus irmãos mais velhos, quando assumimem o trono esses monarcas querem recuperar o tempo perdido com muitas festas, e por isso as vezes são incompreendidos pelos súditos, mas estes pelos menos vivem livres de políticos pois estes são os principais perseguidos pelo regime. Atualmente quem mora na Arábia Saudita, em Omã, em Brunei, no Catar e no Vaticano não precisa se preocupar com política

Constitucionais[editar]

Com o tempo o povo percebeu que muitas vezes o rei adquiria problemas mentais, que apesar de ainda o rei ser mais inteligente que os políticos, este quase sempre acabava provocando grandes incêndios, então o povo cedeu e limitou os poderes do rei, permitindo que os políticos pudessem governar, sem que nenhum dos dois possuíssem o poder total, assim nasceu a monarquia constitucional.

Inimigos[editar]

A monarquia é o regime mais perseguido por todos os outros regime Repúblicanos, Comunistas, Anarquistas, fundamentalistas, ditadores, militares pois é o mais fácil de derrubar, a única instituição que apoia o monarquismo é a Igreja Católica, o que acaba por aumentar a perguição.

Monarquia vs Comunismo[editar]

Eles não ligam se para as crianças, pois eles gostam mesmo é do vermelho!!
O comunismo é o maior inimigo de uma monarquia, pois como os vermelhos não conseguem chegar no poder pela vontade do povo,então eles projetam um plano baixo de matarem o rei e assim tomam o controle do país de uma forma rápida, foi assim na Rússia, na China, na Coréia, na Iuguslávia, na Etiópia, na Romênia, na Hungria, na Bulgária, na Albania, na Mongolia, no Iêmen, no Camboja e no Vietnã, resumindo a única forma de um comunista chegar ao poder é derrubando uma monarquia, e o quando o comunismo acaba, ao invés e desses países voltarem a serem monarquias, ocorre o contrário, sempre acabam virando repúblicas

Ver também[editar]