Monicão

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Chewbacca.PNG ANIMAAAAAAAL!!!

Este artigo trata de algum animal, ou alguém que pareça um animal, ou alguém com nome de animal, ou alguma bosta que te faz se sentir um animal, ou ainda um ANIMAL. Não alimente Monicão.


?!?!?!?!

Cquote1.png Você quis dizer: Demonicão? Cquote2.png
Google sobre Monicão.
Cquote1.png Você quis dizer: Monisatã? Cquote2.png
Google sobre Monicão.
Cquote1.png Aí está um coitado de um cachorro mais feio que eu. Cquote2.png
Pakkun sobre Monicão.
Cquote1.png Foi sem querer, juro... Cquote2.png
Maurício de Sousa, arrependido de ter criado Mônicão.
Cquote1.png É... eu não queria tanto assim um bichinho vivo. Cquote2.png
Mônica, logo ao receber Mônicão.
Cquote1.png Parece uma cruza da Mônica com um cachorro Cquote2.png
Capitão Obvio sobre Monicão

Monicão é o maior sinal de que Maurício estava precisando de férias (talvez eternas), quando criou um ser aberrante, com algumas das estranhas características de outros animais criados por ele em junção com outras, ainda piores.

O quê é essa coisa?![editar]

Depende da raça que ele ou ela tem. Você pode notar pelo sorriso do animal.
Monicão demonstrando toda sua viadisse amor pela Mônica (repare na cara de quem está gozando gostoso da Mônica e a cara de satisfação do cachorro).

Monicão (já começa pelo nome), tem a absoluta falta de graça do Duque (sendo ainda menos carismático que ele) o autismo do Bidu e umas orelhas que parecem asas, iguais às do Jotalhão. Fechando com chave de ouro a visão do inferno, Monicão tem os cabelos(?) da Mônica, bem como os dentões humanos, enormes iguais aos dela.

Nos estúdios dizem que foi vomitado criado porque a Mônica precisava de um bichinho vivo, já que Sansão é de brinquedo, mas antes ficasse só com ele. Descobriu-se que, na verdade ele é o resultado de uma briga feia entre o Maurício e sua filha Mônica, então, ele quis castigá-la. E que castigo...

Nas histórias em que Monicão aparece, tentam colocar o comportamento de cãozinho normal, que ele não é, ficando, então, além de de tudo, sem-graça. Bom, o Maurício de Sousa, nos momentos de nóia sempre criou bichos estranhos e lisérgicos, mas não tão aberrantes e sem qualquer sombra de carisma. A Mônica, poderia ter adotado o Duque, já que ele não tem dono, embora, não se sabe porquê, o Maurício e toda a equipe digam que ele tem, mas nunca apareceu dono nenhum, e o coitadinho continua sendo um cachorro de rua.

Insinua-se nas histórias que Monicão é tão brabo quanto a Mônica, porque corre, late e, muitas vezes, morde, mas o instinto natural de todo cachorro não é esse mesmo? Provavelmente, na verdade, é mais uma ofensa à Mônica, dizendo que ela é uma cadela raivosa. É, realmente o pai dela estava tomado pela mais pura ira.

Os fãs da Turma da Mônica, já pediram uma história em que esse cachorro bizarro morresse. Uma morte calma, sem muita dor, mas, até agora, o apelo foi ignorado, e Monicão continua destilando seu horror pelas histórias da Mônica, tirando o espaço dos outros bichos, que, embora esquisitos, são mais interessantes e tem um pouco de graça. Trata-se de um clone do ator Caio Castro.

Raças de cachorro
v d e h