Monique Alfradique

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Rioband.jpg Coé, merhmão, eshte arhtchigo eh CARIOCA!

Não vandalize, senão a chapa vai ficarh quentche, cara. Agora deixa eu irh na praia pegarh um bronze nesse sol de 50 graush, comendo unsh bishcoitosh.


Monique de Araújo Alfradique
Monique de Araújo Alfradique
Não há fotos dela nua para colocar nessa infobox
Nascimento 29 de abril de 1986
Bandeira do Brasil Brasil
Ocupação Paquita aposentada
Altura 1,60
Signo Vaca
Cabelo Loiro

Monique Alfadick é uma suposta atriz brasileira, que não sabe atuar porra nenhuma, mas como é uma puta gostosa, consegue manter seu emprego garantido enquanto trabalha em novelas de tramas irrelevantes que servem apenas para encher linguiça e preencher a grade de horários da Rede Globo.

História[editar]

Nasceu em Niterói, uma das trocentas cidades irrelevantes que ficam localizadas no Rio de Janeiro. Era uma criança extremamente chata e sedentária, que ficava o dia inteiro socada em casa enchendo o saco de sua família e fazendo exigência de brinquedos caros e importados. A fim de se livrar da filha, seus pais então decidiram inscrevê-la em um curso de teatro infantil. A partir de então, começou a ser contratada para atuar em propagandas enganosas, iniciando assim sua carreira profissional.

Como toda boa guria retardada, Monique Alfradique teve uma fase em que era muito fã da Xuxa, e ficava sonhando acordada com a oportunidade de se tornar uma das paquitas, o time de ninfetas escravizadas sexualmente pela apresentadora pedófila. Então, gastou litros e mais litros de água oxigenada até deixar os cabelos naturalmente castanhos em uma tonalidade loira tão clara que beirava o branco, o que foi o suficiente para conseguir virar paquita. Trabalhou no programa da Xuxa de 1999 até 2002, quando finalmente perdeu sua aparência de lolita e começou a parecer uma mulher de fato, ameaçando destronar a Rainha dos Baixinhos, pois estava ficando bem mais gostosa do que ela.

Seu contrato vitalício com a Globo ainda não havia expirado, o que deixou a emissora carioca sem ter o que fazer com ela. Monique Alfradique então começou a ser jogada para interpretar figurantes em novelas de baixa audiência, até que ganhou um papel de protagonista. Mas isso foi totalmente acidental, por culpa dos estagiários globais incompetentes.

Em 2006, foi parar no seriadinho Malhação, onde deu vida à vilãzinha patricinha daquela temporada e tornou-se musa de grande parte das adolescentes mimadas do Brasil, chegando inclusive a ganhar uma capa na famosa revista de futilidade juvenil Capricho.

Afundou de vez a carreira em 2008, quando participou de um videoclipe da banda emuxinha Fresno.

Performances[editar]

Nem só de péssimas atuações vive Monique Alfradique. Ela também é uma péssima bailarina, o que demonstrou após participar daqueles quadros toscos sobre dança no Domingão do Faustão.