Montana

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Se não é essa Montana que procura, consulte Montana (desambiguação).


Não estamos falando dessa Montana.

Cquote1.png Você quis dizer: Hannah Montana Cquote2.png
Google sobre Montana

Cquote1.png Maldito Google! Cquote2.png
Garoto que está procurando a página da Wikipédia no Google para copiar fazer um trabalho pedido pela escola sobre Montana

Cquote1.png MOnTAnAh nUm é Akêlé CArrOw marEIruX daH CrevroLET!?!? ! Cquote2.png
Guri retardado sobre Montana

Cquote1.png Essa neve nunca para? Cquote2.png
Samara sobre Montana

Cquote1.png A capital de Montana não e Hannah Cquote2.png
Bart Simpsons sobre Montana

Montana é um dos estados norte-americanos mais injustiçados. Quando alguém pesquisa algo sobre ele, só aparece coisas relacionadas a pessoas sem importância, como Hannah Montana, Joe Montana, Tony Montana, etc. Mas sobre o estado americano nada.

Isso ocorre porque Montana é um dos estados mais desconhecidos dos EUA. Até mesmo os próprios americanos pensam em nomear esse lugar como o fim do mundo, caso o Alasca seja tomado pela Rússia ou Canadá.

História[editar]

Muito menos dessa.

Desde o início dos tempos até 1800 e lá vai bolinha, Montana era habitada por nativos americanos. Todo mundo vivia feliz não fazendo porra nenhuma, até que os Estados Unidos compraram a Luisiana dos jacarés, e de brinde levaram Montana. Desde então vários desocupados, vagabundos e hippies visitaram esse território para viver com os índios.

Mas tudo isso mudou quando algum sortudo encontrou ouro na região. A notícia se espalhou rapidamente através da fofoca, e logo milhares de pessoas pobres e/ou oportunistas que queriam enriquecer facilmente foram para Montana. Obviamente isso não iria dar certo, porque além dos vagabundos e oportunistas, chegaram também os traficantes, bandidos e criminosos; como Hannah Montana e Tony Montana.

Inicialmente, o governo norte-americano ajudou os bandidos a irem até Montana, pois assim eles se livravam dos criminosos que espantavam os turistas dos lugares mais famosos dos EUA. Mas o plano se revelou uma cagada, porque os bandidos mal se estabeleceram por lá e já tinham planos para fundar um novo país dominado por organizações poderosas.

Vendo que aquilo poderia dar em merda, o governo fez um acordo com os criminosos. Montana se tornaria um estado comum, e os meliantes poderiam mandar por lá, e em troca eles não encheriam o saco do governo. Montana se tornou um estado, mas os bandidos não estão mais lá, pois todos foram devorados por ursos, ou foram embora, já que o ouro acabou e não existe porcaria nenhuma para fazer naquela região.

Geografia[editar]

Habitante local depois de cheirar gatinhos.

Montana é grande e vazio, que nem o Amazonas. No questio inutilidade, ele só perde para o Alasca. A população é pequena, e cerca de 60% dos moradores de Montana são ursos. O restante é formado por humanos e demais bichos. Esse é o estado americano mais canadense. Os imigrantes vindos do Canadá normalmente entram nos Estados Unidos ilegalmente passando por Montana.

Todo o território é coberto por montanhas, penhascos e abismos profundos. Somado ao clima gelado, isso faz com que Montana seja um dos lugares preferidos para quem é louco ou simplesmente pretende se suicidar. O estado é o lar dos famosos ursos pardos, conhecidos por atacarem os turistas e outras pessoas que chegam perto demais ou se recusam a dar alimento para ele.

Economia[editar]

Localização exata de Montana.

Um dos estados mais pobres dos Estados Unidos, Montana sobrevive da extração de petróleo. Mas como o óleo está acabando e o etanol será o combustível do futuro (segundo o Lula), é apenas uma questão de tempo para que o pessoal que vive extraindo petróleo fique desempregado e tenha que pedir esmola, ou entre no submundo do crime.

Outra fonte de renda é o turismo. Milhares de americanos e canadenses, sem dinheiro para pagar uma estadia em alguma estação de esqui de luxo, vão a Montana esquiar e se machucar na neve. Outra atividade econômica é o desmatamento.