Monte Taishan

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


O Monte Taishan é um dos Cinco Picos Antigos em uma das milhares de zonas sagradas espalhadas por toda China. O monte é por milênios centro de treinamento de Tai Chi Chuan, Yoga e outras artes marciais gays banidas de serem praticadas na civilização por Mao Tse Tung.

História[editar]

Típico eremita do Monte Taishan.

O Monte Taishan foi um importante local de peregrinação imperial por dois mil anos. Esse local isolado da civilização e sua inospitalidade testavam os futuros imperadores submetendo-os ao frio exaustivo e a um jejum torturante de castidade. Passaram por esse monte o Imperador Jade, Imperador Qin, Imperador Ling Ling, Imperador Ping Pong e vários outros, que sempre ordenavam que seus servos praticassem vandalismo pixando e desenhando nas montanhas.

Hoje não passa de lar de eremitas foragidos do hospício.

É também o lar do Mestre Ancião além de representar diversos significados históricos e culturais chineses que ninguém entende mesmo.

Geografia[editar]

Com 1545 metros de altitude, o Monte Taishan é de uma beleza geológica única, reunindo o mais belo nada e porra nenhuma, com inospitalidade e ventos congelantes.

Em algum lugar desconhecido do monte se encontra a Cidade Esquecida, habitada por fantasmas, zumbis e estátuas ambulantes em geral.

Curiosidades[editar]