Montividiu do Norte

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Montividiu do Norte é um grande celeiro no norte de Goiás. Há também alguns galinheiros, estábulos e porcinas.

História[editar]

Toda a glória de Montividiu do Norte.

Nada se sabe sobre a história de Montividiu do Norte, não existe nenhuma alma alfabetizada que se proponha a pesquisar e escrever as origens dessa coisa. Os habitantes de Montividiu estão mais ocupados arando a roça e capindo o quintal do que se preocupando com a história da cidade. Só se sabe que antes de se chamar Montividiu de Norte, ela possuiu um nome: Quebra-rola.

Acredita-se que essa aldeia foi fundada em 1957 por Hermes e Renato, na tentativa frustrada de mais uma piada.

O seu nome deriva da capital uruguaia Montevidéu, mas ao contrário desta, a Montevidéu goiana é 1 trilhão de vezes inferior.

Em 1992 torna-se município quando se separou de Trombas (na verdade o município de Trombas jogou aquele barraco fora. Recebeu o nome atual de Montevidiu de Goiás... ...não é possível que quem more lá não tenha vergonha de um nome tosco desses, mas fazer o que?

Atualmente a cidade comemora a chegada da tecnologia do gramofone e da televisão em preto. A televisão em preto-e-branco ainda não chegou a Montevidiu.

Geografia[editar]

De acordo com a Wikipédia Montividiu do Norte existe, e está localizada no norte de Goiás. Algumas teorias, porém, defendem que a cidade não passa de lenda, e só serve para o IBGE garantir 5 mil votos fictícios em época de eleição.

Economia[editar]

Não se sabe. Alguém já foi lá para saber em que se baseia a economia dessa cidade? Talvez eles vendam leite na beira da estrada.

População[editar]

Cidade de uns 5 mil caipiras nas varandas de suas casas, de chapéu de palha, roupa xadrez, fumo na boca, carabina nas mãos e um pratinho com bolo de fubá na mesinha de madeira da sala.