Mosteiros de San Millán de Yuso e de Suso

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Os Mosteiros de San Millán de Yuso e de Suso são dois monastérios irmãos (existe mosteiros irmãos?) localizados em algum lugar no interior da Espanha. Eles são tão relacionados entre si que até os nomes deles são semelhantes. Suso quer dizer descer pra baixo, enquanto Yuso quer dizer subir pra cima.

O de Yuso

Ou talvez seja o contrário, já que é impossível não confundir esses nomes. De qualquer forma, eles são dois mosteiros que juntos são patrimônios mundiais.

História[editar]

A história deles começou quando um pastor, mendigo e santo nas horas vagas chamado Millán fazia seus truques de mágica milagres quando morreu. Os moradores locais queriam fazer uma homenagem aele (todos acreditavam na santidade dele), então pensaram em fazer um túmulo do tamanho de uma catedral apenas para enterrá-lo.

E o de Suso

Assim surgiu o primeiro monastério, o de Yuso Suso. O segundo, Suso Yuso, foi construído quando o outro estava velho demais. Juntos, eles atraem turistas para a região, sendo aprincipal fonte de renda do município em que eles estão localizados. Eles podem parecer inúteis, mas graças a eles as pessoas que moram na cidade vizinha não passam fome ou tem que pedir esmola na rua. Os dois mosteiros que são o sustento dessa gente:

Mosteiro de San Millán de Suso[editar]

O Mosteiro de San Millán de Suso foi feito primeiro para servir de cova para o santo Millán. Foi feito no alto de uma montanha para evitar que alguém tenha acesso ao monastério e vá encher o saco dos monges que ocupam seu precioso tempo rezando e dormindo. Ele é o mais tosco dos dois, estando praticamente em ruínas hoje. Está abandonado, mas as vezes aparece algum turista curioso para visitá-lo e descobrir que não tem nada de especial nele.

Mosteiro de San Millán de Yuso[editar]

O Mosteiro de San Millán de Yuso foi feito depois do de Suso, sendo construído debaixo da montanha, um lugar mais acessível. Ele surgiu quando o Mosteiro de Suso ficou velho demais, e o de Yuso o substituiu. Mais recente, ele é o mais maior dos monastérios e o menos pior deles, estando habitado por seres humanos até hoje. Ele é a maior construção do estado espanhol de La Rioja, porque até hoje não existem prédios por lá.