Mouse

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Nota: Mouse pode ter outros significados, para chechecá-los, consulte Mouse (desambiguação).


Billg.jpg Este artigo é uma piada de computeiro!

Keyboard not found, press F1 to continue.

Caso não entenda, aperte Ctrl+Alt+Del o mais rápido possível.

Mouse para nerd tarado masculino

Cquote1.png Você quis dizer: Camundongo Cquote2.png
Google sobre Mouse
Cquote1.png Você quis dizer Topolino ? Cquote2.png
Valentina sobre Mouse
Cquote1.png Senta o dedo nessa porra... Cquote2.png
Capitão Nascimento sobre Mouse
Cquote1.png você Traiu o movimento tecladistico véio! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre Mouse
Cquote1.png Na União Soviética o mouse é que mexe você! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Mouse
Cquote1.png ronaldo Cquote2.png
Você sobre Sobre o seu mouse

Observe que isso é um mouse.
Seu PC é tão velho que precisa de uma adaptador PS2 to IDE.
A qualidade dos mouses é de mais alta tecnologia.

O mouse é um dispositivo de Hardware designado periférico, utilizado normalmente para mexer o cursor na tela do computador. Usualmente ensebado, tem características grudentas e mal-cheirosas nos computadores de geeks, nerds e punheteiros da internet em geral. É interessante observar que os nomes do sistema informático nem sempre tem algo a ver com a explicação dada. Ou você acha que o "mouse" tem este nome porque parece um ratinho? A desgraça que criou esse inútil aparelho, só pra complicar a nossa vida, deve ter fumado um beque de 2 metros pra botar o nome disso de rato. Ou então foi porque Chuck Norris quis assim. A verdade do mouse é que os primeiros dispositivos foram criados antes de Dercy Gonçalves nascer. Eram feitos com pedra lascada um material que fazia com que os técnicos da época (Nerds que passavam 20 horas segurando o pau leptop (se é que existia leptop na época jurássica), e comendo Cheetos) transpirassem.

A reação química fazia com que as dobras dos dedos de tais técnicos formassem uma camada de gordura, com cheiro de chulé misturado com esperma e mais alguns bagulhos doidos aê, chamada carinhosamente de "queijinho". Neste caso, também foi inevitável que o dispositivo viesse a ser chamado de "ratinho",devido a boiolagem dos punheteiros técnicos Na época, houve uma reprodução imensa das pessoas. Muitas safadeeeenhas mulheres conseguiram engravidar com o mouse cheio de esperma. Até hoje pergunta-se como. OU não... Hoje, todos pegamos em mouses sem correr o risco de contrair AIDS. Falam que a AIDS foi trazida para o Brasil através desses mouses Na época do conhecimento (idade da pedra) sobre o mouse o Bradesco tinha uma propaganda imbecil em que o mouse se transformava em um ratinho que começa a pisar no teclado, escrevendo "www.bradesco.com.br" sem utilidade alguma porque, naquela época, ninguém sabia o que significava Bradesco e muitos sequer sabiam o que era o Mouse...

Com o tempo, o "ratinho" foi ficando popular, e logo foi apelidade de "mouse" pelos americanos escrotinhos. Para acompanhar o modelo(boiola) de ratinho, alguns punheteiros super técnicos, colocaram um fio (a cauda) e luzes(???).Dizem que as luzes do mouse foram postas por esses mesmos americanos gays inteligentíssimos na ocasião. Eles queriam imitar os OVNIs, ou simplesmente estavam encachaçados mesmo. Hoje, todos pegamos em mouses, e alguns emos choram ao ganhar um mouse rosa peludinho. Experimente dar um desses para um punk... È interessante como um ser tão desgraçante consegue criar uma merda de artigo desse. Faça me um favor filho, vai cheirar as calçolas da sua mãe porque você não tem algo melhor pra fazer!

Ver também[editar]