Muçum

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Se procura se quer saber sobre o comediante, consulte Mussum.

E não se esqueça de ESCREVER CERTO DA PRÓXIMA VEZ

Gnome-searchtool blue.png Muçum é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
A pastelaria tem 5 mesas... às vezes lota, por incrível que pareça!

Sciences de la terre.svg.png
A tal ponte gigantesca feita em homenagem ao homenageado dessa cidade: Mussum.

Muçum ou simplesmente Mussum é uma cidade emancipada no Rio Grande do Sul, como se não bastasse, a cidade além de ser pequena tem o nome de um comediante que aproveitou e muito para fazer piadas da cidade. Não, Mussum não fundou essa cidade, ele poderia ter feito algo BEM MELHOR em suas mãos, essa cidade aqui foi afundada por um deputado que ousa se chamar de prefeito.

História[editar]

O povo de Mussum estava entrando na nova mania gaúcha que seria a de começar a emancipar e se separar de cidades loucamente, criando assim cidades menos populozas até que cidades do Amazonas e do Pará juntas. Mussum foi mais uma dessas cidades que teve essa brilhante ideia.

O deputado que tinha planejado essa emancipação tinha noção do que estava acontecendo com as outras cidades, que faliam depois de serem "abertas". A solução então foi ele simplesmente mudar um pouquinho o futuro nome da cidade e usar como sugestão um famoso, então foi a decisão geral de que havia um peixe muito pescado pela região chamado "Muçum".

Cquote1.png Certo! Vamos usar esse peixe como nome da cidade para atrair a atenção de todos por se chamar Muçum e todos pensaram no comediante! Cquote2.png
Deputado que iria emancipar muçum

Todos concordam e acabam criando então a nova cidade, onde todos se chamariam "Muçunenses".

Erro de cálculo[editar]

Provavelmente o prefeito dessa cidade.

Porém houve uma pequena falha no lógica do futuro prefeito: achando que iria chamar a atenção de todos se ele colocasse esse nome na cidade ele pensou errado. Nem mesmo as fábricas de cachaça tiveram a coragem de colocar no lugar de fabricação "Muçum-RS", então a cidade nunca foi considerada "séria", o mesmo aconteceu com o Braço de Trombudo e Pintópolis que são duas cidades comédias e que ninguém teria coragem de estabelecer uma grande empresa no lugar.

Economia[editar]

A economia se baseia principalmente em bares que realmente são um sucesso na região. Outra prática que não contribui tanto é por ter tantos pesque pagues falidos, atualmente só existem 2 pesque pagues não falidos. Eles tentam tirar algo do turismo mas até não colocarem uma pousada descente onde os turistas tenham coragem de pôr os pés o turismo também não empaca.

Há dúvidas se há economia em Mussum ou se todos bebem em homenagem ao seu "Maior Liderisisss, sabe quando você está num dia dezesseis e não consegue beber? Pois é... Hoje não é dezesseis... Em sábias palavras de Mussum.

Turismo[editar]

Devia se basear em tirar fotos de cachoeiras de 20 centímetros como as demais cidades do vale mas não é bem assim. Se baseia em uma ponte gigante onde trens passavam, mas não passam mais, uma ferrovia, um turismo baseado em uma estrada de ferro e... Só. Mas é um dos maiores turismos da região dos vales... Comparado ao das demais cidades...