Mulheres que Amam Demais

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Mulheres Que Amam Demais)
Ir para: navegação, pesquisa
Narutocho199.jpg
Sigla do grupo de ajuda

MADA
Maior Desafio do Grupo
Naruto Uzumaki

Vertentes do Movimento
Lei Maria da Penha - Mulheres -
Gays - Transgêneros
Metrossexuais - Gaúchos
Yaoi - Yuri - GNT - Ex-gays


Locais de Interesse
Campinas - Pelotas
Porto Alegre

Delegacia da Mulher

Banheiro Feminino



Tabela de conteúdo

[editar] Não me deixeeee!!!

Mais conhecido como Grupo MADA Mulheres Que Amam Demais é um grupo de ajuda para fazer mulheres que sofreram do vírus amor de pica fica, se recuperar e esquecer o dito cara pela qual elas desenvolveram essa obcessão. Enquanto a maioria das mulheres, num rompimento chora três minutos, as vítimas desse transtorno, após três anos, pode ainda estar choramingando. Algumas ainda estão compromissadas e costumam vigiar 24 horas por dia, tudo que o infeliz faz.

[editar] Como reconhecê-las

Não, não, essa apenas está na na cadeira do dentista.

No geral se você ouvir um choro exagerado, sem motivo aparente: a guria está bem e todos que ela conhece estão bem, ela não tem depressão crônica, então pode saber que é uma delas, mas também não se pode confundir com TPM ou cólica menstrual. Costumam ter sempre os olhos avermelhados, são trêmulas, algumas dão gritos histéricos, outras choram baixinho. Algumas vezes é porque passaram açúcar no cara pela qual elas nutrem essa paixão exacerbada, mas na maioria das vezes é a mulher que tem falta de autoestima mesmo e, no geral, foi mal amada pelos pais ou responsáveis, daí ela, sem querer, deu continuidade ao ciclo. Elas podem se mostrar tristes. mas na maioria das vezes estão nervosas, como se tivessem visto você e levado um grande susto, ou tivessem síndrome do pânico, mas não é bem isso.

[editar] Tipos

...
Pronto:avistou o dito...
  • Agressiva: Essa é perigosa e pode chegar até a matar o cara arrancando-lhe as bolas do saco, um exemplo é Gleen Close, que após matar o tal do Michael Douglas em um filme interpretando uma doida, foi morder cachorrinhos dálmatas indefesos, realmente as mega apaixonadas agressivas são o cão. Ou a Giulia Gan numa daquelas novelas chatas que não lembro o nome agora. Nesse caso é no infeliz que você nota mais sinais: arranhões, cara roxa, etc.

  • Histérica: Podem ser apenas adolescentes e adultas jovens gritando por sub-cebridades, nesse caso, embora assustador, é passageiro, mas se a gritaria e o escândalo é fora desses exemplos, não estando elas em nenhum show ou programa de auditório, é o caso de se apresentar no grupo MADA para uma reunião, mas talvez, nem as outras mulheres aguentem a presença dessa doida.

Não, nesse caso ela não está em depressão, está só alongando a coluna.
Sua tia doida pelo padeiro.
  • Depressiva: É mais dramática, mas dificilmente agride, pode ser também suicida, mas não homicida. Fala sempre com o beiço tremendo, não conseguindo se comunicar de outra forma. Se você bater nela, vai sempre ficar por isso mesmo e, mesmo que ela não goste de apanhar, vai dizer que você pode descer o cassete quando quiser... mas não me deixeee!!!

  • Ardilosa: essa é engenhosa e vive criando situações para virar o joguinho que existe na cabeça dela em seu favor, se o mané conseguir se divertir com isso ainda pode fazer a relação sexual durar.

[editar] Começo de tudo

Como já dito, tudo começa com uma auto-estima baixa da guria, porque os pais não lhe deram atenção na infância, ou mesmo meteram-lhe a cinta inúmeras vezes, daí em diante essa guria não consegue se gostar e quando tem um relacionamento mais sério costuma achar que o cara é a vida dela.
Obcecada por mim... bem que eu expliquei pra ela que era só sexo.
A solução número um disso é, mais doque nunca, elas arrumarem oque fazer. Seria fácil, se não fosse tão difícil convencê-las de que há muitas coisas mais interessantes na vida do que grudar em homem (blaaargh!).


[editar] Casos menos frequentes

Sem necessariamente ter esse intuito, também tem caras que puxam isso de mulheres até com mente saudável, nesse caso a cura costuma ser mais fácil. São eles:

  • Emos, embora pelo menos metade deles não gostem muito de sexo com mulher, por sinal muitos deles gays assumidos mesmo, elas teimam em gostar de emos.
  • Jogadores de futebol, esses curtem bastante a coisa, no geral, mas tem uma vida atribulada, e não tem muito tempo pra maria chuteira parceira.
  • Fiuki, não me pergunte porquê, mas tem guria perfeitamente normal, que quando vê, fica com muito dos sintomas acima descritos, nesse caso e só dar uma sacudida, que elas voltam ao normal.

[editar] O grupo

Uma das reuniões de grupo. Seu pai estava nessa reunião, mas virou libélula e saiu voando.

O grupo MADA serve para tentar ajudar essas mulheres a encarar o problema de frente... desde que elas não gostem de sexo anal. Nessas reuniões elas são convidads a falar sobre sua vida amorosa e superar a obcessão. É permitido comer as unhas, dar ataque, gritar, bater os pés no chão, chorar... você consegue imaginar um inferno desses? Ao menos os resultados aparecem: ou ela se cura, se mata de uma vez, ou mata o parceiro, mas sem solução o caso não fica. O único caso até agora sem solução é, por incrível que pareça, um homem, mas até o fim do manga isso deve se resolver, já que o ninjinha citado está em tratamento intensivo com seu principal sansei Kixixi e, também com uma certa feiticeira de outro saga... perdão pela minha otakice, mas esse é realmente um caso de mulher que ama demais em proporções universais... e não é exagero. A descrição mais detalhada desse caso, para a alegria dos fãs da série, será exposta mais abaixo, se você tiver saco para ler.

Atualmente o grupo conta com cerca de quinhentas histéricas, mil depressivas, três mil agressivas, e outras que já superaram o problema. E muitas mulheres que não tiveram esse problema também prestam auxílio em troca de algum dinheiro por pura solidariedade. Alguns gays homens prestam sua ajuda de modo a lutar contra o preconceito... bem no seu caso, é um homem que vai prestar depoimento, mas isso não é muito comum, embora seja aceito.


Atenção: quem não gosta de otakice, não leia o próximo texto

[editar] Caso Naruto Uzumaki

Bate que ele gama.
Uma das bonitas posições em que o Naruto chora de saudade do "amigo".

...e o Naruto berra, e o Naruto chora igual donzela abandonada, e em alguns capítulos do manga o Naruto até deu ataque, você leu deu ataque por causa da ausência de um cara... e ainda tem otaku que diz que o sentimento que ele tem por aquele emo invocadinho é só de amizade. Pior ainda, tem narutard que diz que o Naruto é o maior macho que já surgiu na história dos animes, e estragam não só os artigos do Naruto, de mangás e animes, mas qualquer artigo da Desciclopédia com frases de que o Naruto comeu todas as mulheres do mundo. Só veja esse jutsu, só com isso nem se teria cara pra defender a masculinidade dele... mas deixa os fãs pra lá, vamos tentar tratar essa bibinha louca no grupo MADA. Se quiser ajudar esteja à vontade, mas tem que saber da complexidade do caso:

1: O Sasuke já foi embora, com um dos maiores vilões da saga, faz quatro anos e o Naruto chorou nesse tempo todo e ainda está obcecado.

2: O Sasukemo quer porque quer destruir um país inteiro e matar todo mundo, e o Naruto continua apaixonado, embora seja o herói da história e defensor de todo mundo.

3: O Sasuke já tentou matar o próprio Naruto três vezes... e ele continua dando desculpas pra tudo que o emuxo faz.

5: O Naruto se ajoelhou pros caçadores que queriam, com razão, a cabeça do Sasuke, e pra alguns ainda disse que podiam até espancá-lo pra compensar, mas que não capturassem o seu amado emo, e foi espancado mesmo.

4: O Naruto pediu pro amiguxo Sasuke, então jogar todo o seu ódio pra cima dele, que ele suportaria tudo...


...depois dessa última chega. Eu ia entupir o artigo com imagens das quase evidentes declarações de amor desse ninjinha obcecado, mas vou poupar os fãs e a paciência de quem não é otaku, ou narutard... ou mesmo quem não gosta de veadagem em excesso.

[editar] Realizações da grupo MADA

Gata obcecada pelo Garfield, fazendo terapia com direito a massagem relaxante.
  • O grupo MADA já fez reformas e recalchutagens completas em mulheres que estavam sendo comidas consumidas por amor em excesso, sem que elas gastassem dinheiro com isso. É muito simples: o mesmo dinheiro que elas gastavam em calmantes, antidepressivos, lenços de papel, fotos e mais fotos do amado, elas passam a gastar em maquiagem, lipoaspiração, turbinando as tetinhas, e por aí vai.
  • O grupo MADA fez maravilhas na recuperação auditiva dos parentes e vizinhos da Mulheres Que Amam Demais.
  • O grupo MADA salvou muitas vidas das mãos das obcecadas mais psicóticas.
  • Aguarde novas conquistas.


v d e h
As melhores minas do Universo
(e as piores também...)
120px-627suj8.gif

AeromoçasAméliasBailarinasBarangasBoazinhasArmadilhasCocotasCoelhinhas da PlayboyColegiaisDançarinasDeusasDonzelasEnfermeirasEmpregadasEsposasEstagiáriasFreirasGalinhasGamersGarçonetesGostosasGóticasGroupiesGueixasGurias RetardadasIrmãsIrmãzinhasJaponesasLésbicasLíderes de torcidaLoirasMoçasMãesMarias ChuteirasMarias GasolinasMiguxasMILFsMinasMina gente boaModelosMorenasMulatasMulheresNamoradasNerds gostosas (Homem! Você não leu isso! Se leu, você é um Nerd! Você nem viu isso! Isso non Ecxiste!)NegrasNinjasNoivasOtakasPatysPiriguetesPitasPopozudasPrimasProfessorasProfissionais do SéquiçoProstitutasPutas PagasPutas Que PariramRaimundasRuivasSecretáriasSograsStrippersSuecasVadiasVagabundasVizinhas

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas