Museu Mutter

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Night creature.JPG Museu Mutter surgiu das trevas!!

Of DOOOOOOOOOM!!!

Puro osso.gif
McdonaldsAmerica.jpg In Trump We Tru$t!

Este artigo é gringo! Ele come Big Mac com Coca Cola no café-da-manhã e pensa que Seinfeld é a melhor série de todas.

Imagem censurada, por ter o poder de causar um ataque cardíaco à algum fresco.

Museu Mutter é um belíssimo museu, que possui peças em exibição bastante únicas. Situado na Pensilvânia, estado que é considerado o parque de diversões dos vampiros imigrantes da Romênia que chegam aos Estados Unidos querendo viver da mesma maneira que o Drácula, o Museu Mutter é considerado o museu mais original do mundo. Esse fato é facilmente explicável, afinal, nenhum outro museu no mundo teria culhão de exibir, por exemplo, corpos de gêmeos siameses com tumores gigantescos, ou então crânios em que foram injetados partes de animais mortos, através dos mais variados processos médicos.

Tour pelo museu[editar]

Bem, mas nunca gostamos de frescos mesmo. Então, para todo mundo que não tenha sequer um pingo de frescura, aí está uma bela amostra de gêmeos siameses mortos, observando todos os visitantes.

Podemos dizer que entrar no Museu Mutter é a mesma coisa que entrar no inferno, pois logo na entrada do museu os visitantes já podem ver milhares e milhares de crânios empilhados de qualquer jeito em estantes de madeira empoeiradas. À primeira vista, estes crânios parecem ser comuns, porém, ao observá-los mais de perto, pode-se perceber que todos eles foram vítimas de experimentos médicos FAIL, sendo que na grande maioria deles foram injetados restos humanos, cocô de cavalo, pedaços de lixo decomposto entre outras coisas ainda piores, que não mencionaremos porque não queremos que o nobre leitor vomite em cima do computador que ainda nem terminou de pagar.

Os visitantes que pensam que isso é uma tremenda bizarrice, e que não existe nada pior no mundo, ao andar mais pelo Museu Mutter, logo percebem que estavam completamente enganados: Logo após passarem pelas prateleiras com os crânios, os visitantes encontram uma cena digna de um filme de terror comandado por aqueles cineastas sensacionalistas: Para se ter uma ideia de como o Museu Mutter é celestial, a peça exposta mais "normal" é o corpo de gêmeos siameses que morreram há mais de 200 anos, por conta de um tumor gigantesco, que ainda está presente no corpo.

Caso o visitante não tenha vomitado e fugido após ter visto esse corpo (coisa bastante rara), ele poderá se deleitar com mais algumas peças lindas e originais, como por exemplo, o corpo de uma mulher estadunidense que morreu por conta de um tumor gigantesco nas pernas, que a transformou em uma legítima sapatão, visto que o seu pé ficou maior que o do Shaquille O'Neal. Caso o visitante tenha apreciado essa obra de arte, em seu passeio pelo Museu Mutter, ele ainda poderá ver diversas faces arrancadas de seres humanos, e que possuem gangrenas gigantescas em toda a pele.

Para finalizar a visita ao Museu Mutter com chave de ouro, os visitantes podem apreciar mais de 8.000 2.000 objetos bem interessantes, que foram retirados das gargantas de pessoas que foram torturadas pelos governos ditatoriais antigos. Simplesmente, um luxo!

Homenagens[editar]

Como o Museu Mutter é bastante bonito e possui uma coletânea artística deveras interessante, alguns escritores resolveram homenageá-lo, escrevendo alguns livros à respeito. Um desses livros se chama The Mütter Museum: Of the College of Physicians of Philadelphia, que contém diversas imagens lindíssimas das obras do museu [1]

Referências[editar]

  1. Livro não recomendado para cagões, cagados e cagoetas em geral

Ver também[editar]