Nílton Santos

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
ReaperlogoDare.gif Nílton Santos já morreu!

Gostava muito dele, mas sabia demais...

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


Nílton dos Santos
Nacionalidade Bandeira do Brasil Brasil
Altura 1 metro e 84 centímetros
Peso Ah, sei lá!
Clubes Toco cru pegando fogo
Estilo de Jogo Segundo o Neto, eram as Fortebombas
Gols Infelizmente, nem mesmo as marcas na bola de couro de dinossauro podem dizer isso


Cquote1.png Você quis dizer: O lateral-esquerdo que o Neto ama? Cquote2.png
Google sobre Nílton Santos
Cquote1.png Fortebomba!! Cquote2.png
Narrador Fanho sobre Nílton Santos
Cquote1.png Assim como eu, ele tem amor à camisa!! Cquote2.png
Seu Madruga sobre Nílton Santos ter passado a carreira toda no Botafogo

Nílton Santos era uma múmia que fez algumas boas partidas pelo Botafogo na época em que o time ainda era respeitado, ou seja, faz tempo, faz tempo pra caralho mesmo.

O estilo de jogo dele é desconhecido, pois na época em que ele jogava, ainda não existia a televisão, o rádio e muito menos as arquibancadas para os torcedores verem o seu estilo de jogo, e os seus companheiros de equipe já morreram, assim como os seus adversários.

A única coisa que se sabe sobre ele é que atuava na posição de lateral-esquerdo quebrador de pontas, que de vez em quando ia pro ataque e mandava uns petardos pra matar goleiro.

Carreira[editar]

O começo (e o fim) no Botafogo[editar]

Uma rara fotografia de Nílton Santos, tirada por uma máquina ancestral da Tekpix, construída com gabinete de pedra e com filme de tripa de urubu.

Nílton Santos começou a sua carreira no Botafogo, em 1900 e guaraná com rolha. Ninguém sabe ao certo como foi a sua carreira, afinal, ninguém ainda estava vivo para presenciar essa cena. Porém, de acordo com análises de Carbono-14 (e análises dos gramados cariocas), no começo de sua carreira, ele não foi muito diferente dos jogadores atuais, pois ele também começou esquentando o banco, pois ninguém ainda conhecia as suas verdadeiras habilidades futebolísticas.

Porém, em um belo dia de Sol (sim, ainda se dava para ver o Sol, pois na Era Paleolítica ainda não havia poluição), o lateral-esquerdo titular do Botafogo, que era o Faraó Ramsés II, se machucou, abrindo assim uma excelente oportunidade para Nílton Santos mostrar toda a sua habilidade.

Então, Nílton Santos fez a sua primeira partida como titular, e surpreendeu todo mundo (apesar de só terem os seus colegas de time e os adversários no campo de barro). Ele chamou à atenção principalmente porque, diferente dos laterais-esquerdos da época, que apenas ficavam quebrando canelas defendendo, Nílton Santos também atacava com precisão, sendo um grande usuário de Fortebombas e de cruzamentos precisos. Ele tinha um cruzamento tão preciso que cruzou até mesmo o Cabo da Boa Esperança.

Após ter mostrado ser um jogador totalmente excelente, Nílton Santos conseguiu, finalmente, se firmar como titular da equipe, e não saía nem que o Pelé quisesse entrar na sua vaga. Depois disso, Nílton Santos continuou fazendo excelentes partidas (de acordo com o Neto), e, após alguns anos, ele virou um dos maiores ídolos do Toco cru pegando fogo, afinal, ele conseguiu ajudar a equipe à ganhar diversos títulos pouco muito importantes, como o Torneio Roberto Gomes Pedrosa.

Depois de muuuuuuuuitos anos jogando pelo Botafogo, e de ter ganhado diversos títulos, Nílton Santos resolveu se aposentar, para deicar à sua vaga de jogador para qualquer outro jovem, que tivesse menos de 2000 anos nas costas.


Na Seleção Brasileira[editar]

Nílton Santos, em um retrato feito por um inimigo amigo. Repare que a cabeça dele é oblongamente grande.

Na Seleção Amarelona de Futebol, Nílton Santos, assim como no Botafogo, fez partidas muito boas, e, segundo fontes fiáveis (ou seja, não é a Ui!! kipédia), Nílton Santos fez mais de 8000 assistências, sendo que a maioria delas resultou em gol de cabeça.

Nílton Santos também mostrou na Seleção a sua habilidade de mandar Fortebombas, e, mesmo em uma época onde lateral-esquerdo bom era o quebrador de canelas, ele conseguiu marcar cinco gols, sendo que a maioria deles foram lindio lances.

Ainda sobre a sua estadia carreira na Seleção Brasileira, Nílton Santos ganhou diversos títulos, e aí se inclue a Copa do Mundo. Porém, a veridicidade dessa conquista não é comprovada, afinal, os historiadores de plantão ainda não tem a tecnologia necessária para desvendar os mistérios de períodos tão longínquos.