Nacional-populismo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Aviso importante: Politicagem aqui NÃO, cazzo!
A Desciclopédia é um site de humor, logo, NINGUÉM aqui se importa com sua opinião sobre o Franklin Martins, o Mino Carta ou a Folha. Seja engraçado e não apenas idiota.

Cquote1.png Você quis dizer: Nacional-socialismo Cquote2.png
Google sobre Nacional-populismo

Antenástica, o símbolo do Nacional-populismo

Nacional-Populismo é uma ideologia de cunho Totalitário, fortemente inspirada no Nazismo e no Integralismo, e de características ufanistas, aplicadas ao Brasil. Seus símbolos são uma bandeira de cor verde copiada na dos integralistas, porém suas propostas são a transcrição para a realidade brasileira dos princípios do Partido Nazista. É uma ideologia do início do século 21, quase desconhecida e com pouquíssimos adeptos (já que a maioria dos possíveis adeptos morreram com a vinda do homem branco). Não há expectativa de crescimento do número de adeptos, não é seguida por nenhum partido político oficial e é muito pouco provável que um dia venha a ser.

Ideologia política e forma de governo que defende sobre todos os meios os interesses nacionais, não cogita nunca a possibilidade de abandonar um plano digno de desenvolvimento do país. Considera a educação de suma importância para o desenvolvimento do país que declara investimentos superiores a 7% do PIB do país neste setor. Esta deve ser baseada no nacionalismo e na educação contra todos os causadores de problemas ao Estado.

Defende o interesses do país no contexto internacional com o uso da força militar (entenda-se usar a primeira bomba atômica do projeto do Enéas) quando as tentativas diplomáticas cessarem. Defende que 7% do PIB deve ser investido nas Forças Armadas.

Mandamentos do Nacional-Populismo[editar]

  1. Nós convocamos a constituição de um grande Brasil, que reúna todos os índios brasileiros legítimos, baseados no direito dos povos a disporem de si mesmos.
  2. Exigimos a superioridade de direitos para o povo brasileiro em relação às outras nações.
  3. Defendemos que a Cisplatina deve, por direito do povo brasileiro, voltar a constituir a República e que o Acre seja devolvido à Bolívia em troca de uma vaca, em acordo com o Evo Morales.
  4. Substituição da língua portuguesa (de origem latino-ariana) pela língua tupi (a única verdadeiramente brasileira).
  5. Só os cidadãos gozam de direitos cívicos. Para ser cidadão, é necessário ser brasileiro legitimo, ser descendente de descendente de brasileiros e ter nascido no Brasil. Antes, porém nenhum ariano estrangeiro, ou filho de um, pode ser considerados cidadão.
  6. Os não cidadãos só podem viver na República como estranhos, e terão de submeter-se à legislação especial sobre os estrangeiros.
  7. Se o país não puder alimentar toda a população, os não cidadãos devem ser retirados à força da República. Este é um dever do Estado Brasileiro.
  8. É prioridade impedir as grandes ondas de imigrações que assolam a República. Principalmente as provenientes dos povos da América do Sul (como Argentina e Nordeste)
  9. Defendemos a extinção marcial de todas as “bolsas” do Governo. Não é de cunho governamental sustentar vagabundo, mas sim dar condição que se torne um escravo trabalhador do governo.
  10. A Reforma Agrária deve ser conduzida exclusivamente pelo governo da Restauração, não dialogando, portanto, com sem terras células terroristas.
  11. Aclamamos uma luta contra os corruptos, bandidos de quaisquer níveis, terroristas e contra os demais inimigos da Restauração. A estes deve se reservada a pena marcial
  12. O falho e ultraultrapassado Direito Romano deve ser totalmente substituído por um novo Direito essencialmente indígena brasileiro, digno da Restauração.
  13. Pedimos a todos o cidadãos um luta contra os meios de comunicação que continuam a propagar as mentiras políticas. Não é permitido que tenha investimentos estrangeiros nos meios de comunicação.
  14. Pedimos a extinção por meio da força de todas as células terroristas socialistas existentes em território Nacional:
    1. Pedimos que sejam subjugados todos os meios de propagação socialistas que ainda teimam a existir na Republica.
    2. Pedimos que todos os socialistas, que não são considerados cidadãos, sejam penalizados com a pena de morte.
  15. Defendemos a formação de um novo Órgão Internacional que não seja um instrumento dos Estados Unidos da América.
  16. Pedimos a criação de um poder central forte, a autoridade absoluta.

Ver também[editar]


Eixo Cartesiano do Mal
NazismoComunismoCapitalismoVandalismoBolsa de ValoresGravidadeAlemanhaCoréia do NorteIrãHugo ChávezUnião SoviéticaEstados UnidosACMABNTLinuxHerbalifeWikipediaTelefónica de EspañaRede GloboCMI Brasil