Natalie Portman

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Rabbimetal.jpg Cadê o moedinha?

Este artigo é judeu! Ele odeia samaritanos, foi escolhido por Javé e não come lagosta porque é caro e anti-kosher. O autor deste artigo provavelmente é contador e deve estar cuidando da lujinha.

Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.
I love nerds.jpg

Sim, Nerds Gostosas existem!
E por mais que você não acredite, este artigo trata sobre uma delas!

Natalie Portman
Ntp.jpg
Pagando pau de gostosa
Nascimento 9 de Junho de 1981
Bandeira de Israel Israel
Ocupação Atriz de Hollywood e deusa do Panteão Nerd
Brincando de Adolfinho.

Cquote1.png Eu tô com câibra na mão... Cquote2.png
Nerd sobre Natalie Portman
Cquote1.png Gostosa. Cquote2.png
Scarlett Johansson sobre Natalie Portman
Cquote1.png Eu dou para você, se me bancar um papel em Cisne Negão. Cquote2.png
Mila Kunis sobre Natalie Portman
Cquote1.png Natalie Portman tem beleza mediana, mas comparada à tua mulher ela é uma deusa. Cquote2.png
Universidade de Fazer Pesquisas sobre Você
Cquote1.png Mas eu não tenho mulher... Cquote2.png
Você sobre citação acima
Cquote1.png Já comi! Cquote2.png
Thor sobre Natalie Portman

Natalie Hershlag (mais conhecida como "Natalie Portman" para ocultar suas raízes judaicas) é uma atriz israelense estadunidense, e Deusa do Panteão Nerd por ter interpretado Padmé Amidala, a Puta paga de Anakin Skywalker e de toda a galáxia, na trilogia prequela da franquia Star Wars.

Infância[editar]

Natalie muito impressionada com esse artigo.

Nascida num cabaré decadente, em Jerusalém, sua mãe era uma das prostitutas mais rodadas requisitadas da cidade, mas ficou infeccionada com Sífilis um ano depois de seu nascimento, e acabou morrendo. Um ano mais tarde, um homem que dizia ser seu pai a levou para os EUA, mas logo estava cagando e andando para ela, pelo que a guria foi dada para adopção.

Aos 3 anos, foi adoptada por um médico rico e sua esposa, uma Amélia desocupada, que tomou como profissão a criação da pita, forçando-a a tornar-se vegetariana aos 8 anos, ir para o balé mal aprendeu a andar e aprender baboseiras como francês e alemão. Aliás, Natalie sempre fora muito precoce: já sabia ler no útero de sua mãe e aos 4 anos já tinha 5. Também nunca soube das suas verdadeiras origens, e até hoje pensa que seus pais adoptivos são seus pais biológicos; mas investigadores acreditam que seja descendente de Albert Einstein, também judeu.

Criada num antro de dinheiro, em 2003 concluiu Psicologia na Universidade de Harvard como aluna de mérito, e, como um curso não bastava para a sobre-inteligência de Natalie, ainda foi fazer outro em 2004, dessa vez à sua cidade natal, Jerusalém, na Universidade Hebraica. De retorno, os velhos ainda se lembravam de sua mãe biológica, e tentaram convencer a guria a fazer os mesmos serviços, mas, ao contrário de sua mãe que era burra e cobrava pouco, Natalie preferia pegar diretores e produtores de Hollywood.

(Des)Fatos sobre Natalie Portman[editar]

Natalie Portman fazendo pose intergalática.
  • Com 14 anos tentou o suicídio após ter descoberto, usando o laboratório de seu pai adoptivo (que além de médico também era físico), que não existiam universos paralelos: isso a deixou muito desiludida, mais desiludida de quando tirou 99 em Biologia (o professor arredondou para 100, mas mesmo assim ela continuou inconsolável);
  • Para relaxar, Natalie gosta de ver documentários da Blue Planet: afinal, ela não é de ferro, então dá essa pausa para ver algo fútil e bobinho, como Zoologia, para esvaziar a mente;
  • Tentou o segundo suicídio, aos 18 anos, quando constatou que toda a equipe técnica de Star Wars: Episódio I - A Ameaça Fantasma não sabia o que é o "Complexo de Golgi": Que absuuurdo!!! A educação estadunidense está perdida!! Vocês não fizeram a High School?! Me tragam agora o Cianureto de Potássio! Se vocês não souberem o que é Cianureto de Potássio, vou me suicidar fazendo Harakiri!;
  • Natalie não é arrogante, é só ingênua em relação à burrice humana: o dia em que ela descobrir a dimensão da burrice humana, provavelmente ficará traumatizada e irá para o hospício;
  • Está na lista de mulheres com quem você nunca vai transar: ela também vai te odiar ao descobrir que Você não sabe o que é o Complexo de Golgi (e também vai achar você feio, e calculará certinho sua proporção áurea, que provavelmente vai dar 3,6, e que ela saberá te dizer o número exato);
  • As mulheres podem gastar uma grana em cirurgia plástica para ficarem bonitas feito Natalie Portman, mas entrar em Harvard... nem na próxima encarnação;
  • Por uma causa desconhecida, milhares de Nerds morreram há pouco tempo: isso, estranhamente, foi no mesmo dia em que ela anunciou sua gravidez e noivado.

Carreira[editar]

Natalie quando descobriu a verdade sobre sua mãe.

Iniciou sua carreira aos 13 anos, quando estrelou como a ninfeta Mathilda, a tesão dos pedófilos desse mundo fora, em León - O Profissional, uma guria retardada que faz cu doce para Jean Reno, num papel que lhe valeu muitos elogios, especialmente por parte dos zeladores da Fox, que estavam ansiosos para levá-la a tentar o teste do sofá, mas isso era Pedofilia, pelo que tiveram de esperar até a guria completar 18 anos, em 1999, altura em que, miraculosamente, consegue o papel de Padmé Amidala na trilogia prequela da franquia Star Wars, onde vai interpretar a Puta paga de Darth Vader. Star Wars: Episódio I - A Ameaça Fantasma foi uma decepção para os fãs de Star Wars, e iria piorar com o Episódio II - O Ataque dos Clones, já que esses filmes deixaram de fora tudo o que seria interessante de ver e encheram o saco com a historiazinha trouxa de Anakin Skywalker e seus xiliques e tesões de adolescente pela gostosa Padmé. Mas Natalie Portman, tal como Carrie Fisher (agora velha), virou Deusa para o Panteão Nerd, tornando-se uma das fontes de inspiração para os momentos a sós no banheiro dos Nerds desse mundo.

Natalie Portman em seu melhor filme.

Depois de muito filme sem interesse, em 2004 sua carreira volta a ter um momento alto com Closer - Perto Demais, onde interpreta uma stripper que usa peruca rosa e é comida por Jude Law e Clive Owen, enquanto liberta a fúria de Julia Roberts. Em 2007, rapa o cabelo e vira careca para o filmezinho cult V de Vingança, onde interpreta a Puta paga de um anarca que usa uma máscara; esse filme vira o maior sucesso entre os hackers e os pseudorebeldes desse mundo fora, criando o movimento Anonymous de putos que usam a máscara do protagonista e a única porra que sabem fazer é hackear o site do Estado Islâmico.

Depois de muitos filmes bosta, seu momento de glória retorna em 2010, ao ser a protagonista do filme hipster, Cisne Negro, onde interpreta uma bailarina de balé boazinha que vira safadona e come a Mila Kunis, enquanto come o marido da Monica Bellucci: uma espécie de pornochanchada d'O Lago dos Cisnes, tudo isto ao som de Piotr Ilitch Tchaikovsky, o que lhe valeu o Óscar de Melhor Atriz. Desde então, tem participado na franquia Thor, para reforçar sua posição no Panteão Nerd.

Filmografia[editar]

Cartaz do filme Cisne Negro, o grande êxito hollywoodesco de Natalie.
Natalie rindo do tamanho do seu pinto.

Prêmios[editar]

  • 1994: Venceu o Prêmio Pedobear por León - O Profissional;
  • 1999: Venceu o Prêmio Tesão Nerd do Ano da Federação Internacional de Nerds por Star Wars: Episódio I - A Ameaça Fantasma
  • 2002: Venceu o Prêmio Tesão Nerd do Ano da Federação Internacional de Nerds por Star Wars: Episódio II - Ataque dos Clones
  • 2004: Nomeada ao "Óscar de Melhor Atriz Coajuvante" por Closer - Perto Demais;
  • 2004: Venceu o Globo de Ouro de Melhor Atriz - Drama por Closer - Perto Demais;
  • 2004: Venceu o Prêmio de Stripper do Ano da Associação Americana de Striptease por Closer - Perto Demais;
  • 2005: Venceu o Prêmio Tesão Nerd do Ano da Federação Internacional de Nerds por Star Wars: Episódio III - A Vingança dos Sith
  • 2006: Venceu o Prêmio Tesão Anarca do Ano da Associação Sem-Fronteiras de Anarquistas por V de Vingança;
  • 2011: Venceu o Óscar de Melhor Atriz por Cisne Negro;
  • 2011: Venceu o Globo de Ouro de Melhor Atriz - Drama por Cisne Negro;
  • 2011: Venceu o Prêmio Ellen como a melhor lésbica do Ano por Cisne Negro;
  • 2011: Venceu o Prêmio Melhor Beijo do Ano dos MTV Awards com Mila Kunis por Cisne Negro;
  • 2011: Venceu o Prêmio Tesão Nerd do Ano da Federação Internacional de Nerds por Thor


Natalie Portman é um dos Grandes Vencedores do Oscar de Melhor Atriz no ano de 2011 Emmy!


Vida Pessoal[editar]

Altar dedicado a Natalie Portman no Panteão Nerd.

Em 1998, namorou com Lucas Haas, porque a havia conquistado depois de explicar os componentes da bomba atômica, mas ele não gostava de ver documentários da Blue Planet, dizendo que era coisa muito básica, e Natalie também necessitava de descanso, pelo que terminou tudo. Entre 2000 e 2001 namorou Anakin Skywalker Hayden Christensen só porque se sentia solitária. Entre 2003 e 2006 namorou o galã mexicano, Gael García Bernal, porque o cara tinha convicções políticas muito vincadas (não era à toa que interpretou Che Guevara), mas Natalie já estava cheia de ouvir falar do Manifesto Comunista, então deu o fora.

Em 2008 namorou com o cantor hipster, Devendra Banhart, mas se cansou de ouvir o cara tocar violão, além do mais ele nem tinha um ponto de vista coerente sobre a Teoria da Relatividade de Einstein, pelo que lhe deu um chuto na bunda. Nesse ano, também namorou Rodrigo Santoro, apenas porque era galã, porque uma mulher também tem direito a tesão, mas a coisa durou pouco tempo porque o cara era burro demais.

Em 2009, conhece o coreografo Benjamin Millepied no set de Cisne Negro, que só por ser francês já era chique e requintado, o que agradou muito a Natalie. Além do mais, o cara conseguia falar das leis da mecânica dos buracos negros de Stephen Hawking enquanto fazia balé, pelo que em final de 2010 já estavam de casamento marcado, apesar deste só ter acontecido em 2012, apesar do filho de ambos ter nascido em 2011.

Afiliados[editar]

Natalie em sua fase "Punk levada da breca".