Natasha Poly

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.


Michelle Merkin.jpg Natasha Poly é uma modelo anoréxica!

Este artigo contém fatos sobre uma modelo que pesa menos que uma mulher grávida, descontando o peso da mulher. Sua dieta faz os presos em campos de concentração parecerem obesos e se virar de lado, desaparece.

Наталья Полевщикова
Natasha poly 2008-06 vogue paris por mario sorrenti jeans jaqueta pp.jpg
Típica modelo pagadora de peitinho.
Nascimento 12 de julho de 1985
PermBandeira da Rússia Rússia
Ocupação Modelo
Altura 1,78
Peso 50
Cabelo loiros

Natasha Polychinelo é uma puta modelo profissional de peitos pequenos, uma das mais anoréxicas musas da moda. Reconhecida em seu meio por ter vergonha de revelar o peso.

Juventude[editar]

Essa cara de raiva é porque ela ficou três dias sem comer (e sem ser comida) para tirar a foto.

Nascida na Rússia, pouco se sabe sobre sua vida antes da fama. Sabe-se que vivia fazendo dietas milagrosas que prometiam secar até os ossos em menos de uma semana e que era cliente assídua da Herbalife e da Polishop, sempre comprando aqueles produtos emagrecedores que a única coisa que fazem emagrecer é o bolso do comprador.

Carreira[editar]

Começou a carreira em 2000 após vencer um concurso em Moscou que elegia a modelo mais magra da Rússia. A partir daí, desfilou 54 vezes em Milão, Paris, Nova York e foi capa duas vezes seguidas da Vogue, consolidando-se como supermodelo.

Em 2004 decide ir além das passarelas e lança-se como modelo publicitária, mesmo que para este tipo de anúncio a preferência seja por mulheres gostosas e não esqueletos ambulantes. Apareceu em anúncios de grifes como Calvin Klein e Dolce & Gabbana ao lado da velha consagrada Naomi Campbell.

Devido à carência de magrelas em seu atual elenco, a Victoria's Secret contratou-a como uma de suas angels, pois vinha sendo acusada de estar mais preocupada com a beleza de suas modelos do que com a qualidade de suas lingeries.

Em 2010, foi considerada a segunda melhor modelo feminina e uma das 30 mais importantes da década. Um ano antes, seu rosto havia sido considerado um dos mais bonitos do mundo (só o rosto mesmo, porque o corpo é uma tristeza).

O difícil trabalho de uma modelo: tentando pegar um pouco de sol para não refletir o flash do fotógrafo.

Desde então, Natasha passou a ser considerada gostosa e foi até chamada para estrelar o calendário Pirelli 2011.

Para tentar disfarçar a anorexia, Natasha atualmente fotografa comendo doces como chicletes e chocolates, mas vomita tudo depois.

Vida pessoal[editar]

  • Natasha Poly já teve recaídas de ser sapatona (na verdade toda supermodelo tem que ser bissexual), pois já deu um belo chupão em outra modelo que foi Eva Herzigová.
  • Natasha Poly até atraiu o fotógrafo viado Terry Richardson, que obviamente não teve muito sucesso em comê-la.