Neil Gaiman

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
MONTEIRÃO .jpg Este artigo é sobre um(a) escritor(a)!

Ele(a) talvez tenha heterônimos, sua "inspiração" vem de um copo de whisky e sua obra só ficou boa quando morreu de tuberculose.

Balada para ele(a) não é festa em boate! Clique aqui e vire a página.

Cquote1.png Você quis dizer: único escritor de verdade da DC? Cquote2.png
Google sobre Neil Gaiman

Neil Gaiman é e foi o único escritor da DC Comics que realmente escreveu algo. Apesar de tudo só está nessa lista por causa de algumas contribuições dele para histórias de heróis da DC Comics que eu... hããããããã... Não me lembro bem quais são. Algumas obras dele foram adaptadas para o cinema e ironicamente não foi a Warner que as adaptou.

Juventude[editar]

Neil com sua cadela, Fluffy, um Pastor Belga branco.

Neil começa sem nenhuma historia interessante em seu passado. Ele nasceu de parto normal no estado de Washington, lá ele vira o grande Neil Gaiman. Ao ir na escola é zoado pelos coleguinhas, afinal ele nasceu em Fort Dick e tinha "Gai" no nome. Para você que não entendeu e é lerdo: ( Gay = Gai).

Hoje até mesmo pelos leitores portugueses ele é caçoado por ter essa letra, em Portugal ele não pode ser caçoado já que por lá eles traduziram o que significa "Gay". Eu sei que traduziram mas eu pouco me lixo para esse país, então voltemos a história original.

Neil sempre foi um bom escritor, ele era o puxa-saco da matéria de Português Inglês e, apesar de ser fort dickense, as meninas gostavam dele.

Mas acontece que ele agia como Gay. Ele tinha aquele "sotaque", ele tinha a aparência, olhava para os demais meninos "delicadamente", pedia a vassoura emprestada "delicadamente" também e tinha "Gay" no nome, então não havia como duvidar. Seja como for, ele tinha a simpatia da professora de inglês, que achava que sua matéria era pelo menos um pouco mais importante do que as outras quando perto de Gai.

No fim, ele acabou se mostrando que era Homem (ou quase), se apaixonou por uma garota, mas ela era Lésbica. Pobre Gai...

Ele então decidiu seguir carreira pelos lados de português Inglês.

Vida adulta[editar]

Gai = Gay ; Man = Homem ; Gai + Man = Gayman (Homem Gay).

Gai se formou e se casou com uma linda Loira chamada Pete Brian...na. Ele acabou criando o que hoje é conhecido como "o primeiro livro de terror infanto-juvenil da história": Coraline. Realmente o cara caprichou pois incomoda o fato de ter botões costurados nos olhos. Ele acaba então se mudando com a grana que tinha ganhado no best-seller para Washington, o estado.

Ele acabou fazendo mais dois livros, mas ele ainda vive dos trocados que ganhou com coraline. Comprou um cachorro chamado Fluffy que é um Pastor Belga branco. Enfim, ele um dia chama a atenção da DC Comics que o chama para ajudar a escrever algumas histórias por correspondência.

E isso já foi o bastante para a DC o considerar um escritor de histórias em quadrinhos.

DC Comics[editar]

Ele deve ter ajudado em uma das sagas de super-heróis desconhecidos, como o já extinto e devidamente cuidado por "Paranax" (o Lanterna Verde encarnado no diretor-chefe da DC em Zero Hora) e companhia, os "Novos Deuses" e também do "Homem estrela", o qual Neil lia as histórias quando pequeno.

Mas na DC Comics ele conhece um homem chamado "Pete". Pete é muito amoroso com ele e eles acabam se casando e vivendo nas montanhas em Washington. Nas férias ou quando Neil não quer escrever nada eles viajam para Seattle para lembrar os bons tempos.

E de fato, ele não tem o "Gaiman" (Cara Gai = Cara Gay) a toa: Ele bem que tinha cara de Gay mesmo.

Ver também[editar]


v d e h
Bem-vindo à DCclopédia!