Nematoda

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Nematelminto)
Ir para: navegação, pesquisa
Tenia.jpg
Vermes.jpg

Nematoda é um verme!!!

Ele é nojento, e Sua Mãe e Sua irmã têm medo.


Nematelmintos
Nematelminto.jpg
Dados do animal
Reino: Reino Animal
Filo: Nematelminto
Classes: Adenophorea e Secernentea
Quantos habitantes: Muitos mesmo
Risco de extinção: Bem difícil (ou não)
Interesse econômico: Seria meio nojento se tivesse algum
Interesse culinário: Ele se alimenta de VOCÊ!
Onde é encontrado: Em qualquer um
Nomenclatura Binominal
Nematelmintus horrificus

Cquote1.pngVocê quis dizer: Lombriga?Cquote2.png
Google sobre Nematoda
Cquote1.pngExperimente também: Platelminto Cquote2.png
Sugestão do Google para Nematoda
Cquote1.png Mamãe, meu cocô tá se mechendo no vaso! Cquote2.png
Você sobre seu cocô
Cquote1.png Putz! O moleque tá só verme! Cquote2.png
Sua mãe sobre o seu "cocô móvel"
Cquote1.png AAAAAAAAAAAAAA! Cquote2.png
Você ao saber da verdade

Tabela de conteúdo

[editar] Apresentação

As mais belas criaturas do filo dos Nematelmintos.

Os Nematelmintos são uma dos trocentos (mentira, são somente mais de oito mil nove, não vamos exagerar ou não) filos existentes no Reino Animal, sendo estes os sucessores dos Poríferos, Celenterados e Platelmintos na ordem evolutiva do mesmo Reino (apesar do Porífero parecer mais uma planta marinha do Reino Vegetal do que um animal, mas relevemos isso).

Podendo ser parasitas ou criaturinhas de vida livre, os Namatódeos são taxados de vermes insolentes por qualquer um, tal qual os seus antescessores e sucessores evolutivos (os Platelmintos e Anelídeos respectivamente), devido as suas formas moles, pegajosas, gosmetas e, geralmente, transmissoras de doenças.

Mesmo que não tenham nenhuma importância no mundo e sejam, ao máximo possível, evitados pelo ser humano, mesmo que sejam os de vida livre que não fazem mal a uma mosca (pelo menos não a uma viva), os Nematelmintos conseguiram se manter vivos no mundo, sendo considerado o filo com o segundo maior número de habitantes no mundo, perdendo somente para os Artrópodes, tal qual o Vasco, os Nematelmintos são os segundos em tudo.

[editar] Verme insolente

Imaginar que tudo isso pode estar dentro de você agora é realmente nojento.

Podendo estar presente em todo e qualquer lugar (até dentro de você nesse momento), mesmo em lugares onde o sol não bata, os Nematódeos são também chamados de vermes vibradores, haja visto que sua forma cilíndrica e seus movimentos peristálticos, para cima e para baixo, entrando e saindo a todo momento, se assemelham muito com o consolo de plástico, ferro ou pau (ui!) utilizado por mulheres na falta de homens e por homens na falta de outros homens.

Possuem simetria bissexual bilateral (ou seja, ele corta pros dois lados pode ser cortado somente em duas partes iguais longitudinalmente), além disso, esses vermezinhos possuem sistema digestivo completo (ou seja, possuem uma entrada e uma saída diferenciadas), sistema circulatório e sistema respiratório ausentes, sistema de cagação funcionando perfeitamente (isso se ele não tiver prisão de ventre) e sistema nervoso parcialmente centralizado (em outras palavras, de vez em quando, ele pode acabar dando uma pirada, já que nada alí é totalmente organizado).

Quem disse que Nematódeos não podem ser utilizados na culinária?

De corpo cilíndrico, os Nematelmintos podem ter vários tamanhos dependendo do prazer que a mulher procura, sendo que os de vida livre possuem geralmente 2,5 mm e os parasitas podem chagar até o nível Motumbo, de 13 metros (WTF?). Se por fora tais vermes são moles, nojentos e grotescos, por dentro a coisa ainda é muito pior, já que eles possuem as suas estrutuas internas relativamente achatadas e compridas, para poder caber naquele corpinho e ainda poder manter a silhueta de uma minhoca branca. Na boca dos animais poder ser encontrados placas cortantes muito parecido com dentes, o que significa que também podem pegar cáries, tártaros, mal hábito e outros 12 problemas bucais (isso se não usarem Colgate).

Em sua maioria, os de vida livre são carnívoros, onde se alimentam de carnes de animais mortos, ou mesmo de alguns animais ainda vivos, mas que parecem mais mortos do que uma múmia (como a sua mãe, por exemplo). Já os parasitas nem se dão ao luxo de caçar, ou coisa do tipo, ao penetrar (ui!) em um hospedeiro nem mastigar ele precisa, basta abrir a boca e se deliciar com a comida já digerida parcialmente por seu escravo.

Anatogatomia de um Nematelminto que mais parece uma minhoca, mas relevemos isso.

Os Nematelmintos não possuem sangue, por esse motivo não possuem sistema circulatório (é meio óbvio essa afirmação). Por não possuírem sistema circulatório (para quem não sabe isso equivale às veias e artérias) o que corre por eles é um líquido gosmento e branco, que circula por todo o corpo através da locomoção do animal, durante o processo de alonga, puxa, encurta realizada por ele durante as suas andanças pelo mundo.

Eles também não possuem pulmão, o que leva a deduzir que não tenham nariz também. Para respirar (afinal, eles precisam disso) se utilizam de trocas gasosas com o meio ambiente através da difusão, que seria o mesmo que uma respiração sem narinas; para os parasitas, a respiração promovida é a de fermentação, sem falar que eles ainda são os mais ecologicamente corretos nessa área respiracional, haja visto que a sua respiração, na maioria das vezes, não libera gás carbônico para a atmosfera, já que a fermentação mais realizada é a láctica à base de leite que não libera porra nenhuma dessa gás para o meio ambiente.

[editar] Nemetódeos mais conhecidos

Como já dito acima várias vezes, os Nematelmintos é um filo enorme, o que causaria um verdadeiro rebuliço se todos os seus representantes fossem colocados aqui. Por esse motivo será apresentado pelo menos os mais famosos, aqueles que atacam humanos e, principalmente, aqueles que podem até matar... MWAHAHAHAHAHA!:

Imagem Quem é? O que faz?
Wuchereria bancrofti.jpg Espécie Wuchereria bancrofti Esse animalzinho é um verdadeiro filho da puta. Dentro do mosquito do gênero CUlex (que não pega a doença), ele vaga pelo mundo de carona, até que o mosquito, ao picar um desavisado, acaba repassando o nelminto para a pessoa. Com isso, a pessoa vai inchando tanto até ficar com a pele igual a de um elefante daí o nome (O RLY?).
Ascaris-lumbricoides.jpg Espécie Ascaris lumbricoides Esse é famoso, afinal, quem é que nunca teve uma lombrigazinha no seu estômago? Se bobear, você ainda tem uma aí, te comendo por dentro. Geralmente são ingeridos os ovos desses bichos de propósito acidentalmente, através de água e alimentos contaminados e outras imundícies. É o mais popular de todos os nematelmintes e o mais conhecido de todos.
Evermicularis Nike.jpg Espécie Enterobius vermicularis Se tem um animal que gosta tanto de cu quanto um gay ativo é o Enterobius vermicularis. Se você estiver coçando o seu toba agora, pode ter certeza que a culpa, provavelmente, é desse bichinho, que adora esse local imundo para realizar as suas safadezas com o parceiro do sexo oposto, por mais sujo que lá seja (ainda mais em se tratando do seu).

[editar] As Doenças por representantes mais conhecidos

Imagem Quem é? O que faz?
Elefantiase.jpg Elefantíase Também conhecida como Filarióse, a Elefantíase é a doença causada pelo nematódeo Wuchereria bancrofti que, vagando alegremente em um mosquito do gênero Culex, penetra no corpo de algum ser humano pela picadura (ui!) do mosquito. No corpo humano, ele segue para os vasos linfáticos e os obstrui com o seu corpo rechonchudo, caudando um inchaço no local até deixá-lo do tamanho de uma pata de elefante. A forma mais fácil de prevenir é analisando o mosquito que for lhe picar, se for o da Dengue não tem problema nenhum, mas cuidado com o Culex que vier lhe pegar.
Ascariasis-roundworms.jpg Ascaridíase Adquirida através do saboreamento de águas, alimentos e outras porcarias contaminadas com os ovos dessa joça, a Ascaridíase é a doença provocada pela vulgo Lombriga. Basicamente os sintomas não são nenhum, dificilmente alguém sabe que tem esse ser em seu interior. As pessoas só sabem disso quando o bicho chega em um tamanho que nem mais ele consegue viver apertado, preferindo sair por algum buraco, de preferência ou a boca ou pelo bumbum. No corpo eles atacam o intestino delgado, o fígado, sobem para os pulmões, descem a faringe (ou seria a laringe? sempre me confundo) e chegam no estômago e vão (de novo) para o intestino delgado, quando se cançam e decidem sair. A melhor forma de cura-se disso é morrendo ou tomando Lico de cair pinto Licor de Cacau Xavier.
CuBichado.jpg Enterobiose Enterobiose, Enterobíase, Oxiurose, Oxiuríase ou mesmo Tuxina, é a doença causada pelo Enterobius vermicularis, que nada mais faz do que provocar uma enorme coceira no toba. AO chegar no estômago, o bichinho se acasala com algum macho e logo após o orgasmo o macho morre (WTF?). Triste quando chega a noite, a fêmea se isola do estômago e chega à válvula de escape, onde deposita os seus ovos no reto e dá uma olhada para o luar, retornando para o estômago. Essa viagem causa uma coceira dos carambas, que chega a inflamar o buraco, principalmente em pessoas com unhas grandes. Qualquer diarréia é tiro e queda para os ovos e a mamãe tristonha.

[editar] Ver também


Mirror2.jpg
Conheça também a versão oposta de Nematoda no Mundo do Contra:


Espelhonomdc.jpg

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas