Nepotismo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
O Papa e seus dois cardeais sobrinhos (ie, Nepotes). Afinal, o leite da família devia ser garantido já em 1500 e bolinha
Meu parenti é bom, eu agarântio!

Cquote1.png Eu asseguro que é um bom sujeito. É da minha família Cquote2.png
Severino Cavalcanti sobre Nepotismo
Cquote1.png Se eu soubesse no que ia dar... Cquote2.png
Leão X
Na União Soviética, o teu parente nomeia você!!! Reversal Russa sobre nepotismo

Nepotismo é uma prática muito comum na política do Brasil e também nas grandes empresas. Por Nepotismo entende-se o ato de contratar parentes. Por parentes entenda-se parentes, como também cônjuges de parantes. Entre as práticas nepóticas muito comuns estão em contratar mulher, filhos, sobrinhos, primos, genros, cunhados, etc e tal.

A primeira prática de Nepotismo foi quando o papa Leão X contratou seus dois sobrinhos como cardeais-sobrinhos, nepotes em italiano. Ou seja, nepotismo significa sobrinhanismo.

O auge no nepotismo se deu no século XXI no Brasil, durante a breve porém magnífica cátedra de Severino Cavalcanti como Presidente da Câmara dos Deputados - que faz parte do Congresso nacional brasileiro. Entre outras diversas colônias de nepotismo estão os assessores de vereador, senador e Deputado, bem como os diversos cargos dos Tribunais.

Existe também o nepotismo cruzado, em que você nomeia alguém que seja parente de alguém - um empresário ou de preferência um político - para determinado cargo e recebe dinheiro a troco disso, e de preferência, parte do salário de quem você nomeou. No caso de nomear uma mulher, você pode receber outras coisas, além de dinheiro (aí vira neputismo mesmo); só tome cuidado para não fazer um filho nela, porque aí você vai ter que pagar pensão, o que talvez não seja problema seu, pois adivinhe se você vai pegar o dinheiro da pensão do mesmo lugar de onde tira o resto dele - ou seja, do bolso do contribuinte. Evidentemente, como você está interessado em receber a maior propina possível de quem nomeou, é claro que você não vai nomear ninguém para um cargo onde seja pago o salário mínimo. Não: você vai fazer nepotismo para uma diretoria, uma assessoria, uma gerência - de preferência num lugar onde a pessoa nomeada nem sequer precise ir trabalhar, um cargo cuja utilidade só exista no papel.

Dick Cheney small.jpg
Esse artigo é ridículo de tão pequeno!
Pelo amor de Deus, faça alguma coisa! Nem que seja um Viagra!