Nero (Imperador)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Nota: Nero pode ter outros significados, para chechecá-los, consulte Nero (Desambiguação).


Romanopre.jpg ROMANI ITE DOMVM!!!

HÆC ARTICVLVS ROMANVM EST. LATIM LOQVÆBITVR. NON INTERLEGIT? HVMORIS PRIVATVS NON EST. MVITISSIMVS ENGRAÇATVS! SED ROLA MEAM VADE MAMARE! VADE FŒDERE CVM PORRIBVS NOSTRVM.

Spqrpre.jpg
Cquote1.png Experimente também: Alcohol 120% Cquote2.png
Sugestão do Google para Nero (Imperador)

Cquote1.png Burn, baby, burn! Cquote2.png
Nero sobre o Grande Incêndio de Roma
Cquote1.png Estes senadores estão me queimando vivo! Cquote2.png
Nero sobre sua situação política no Senado Romano
Cquote1.png Agora, povo romano, vou cantar para vocês minha mais nova música. A eguinha pocotó!!! Cquote2.png
Nero
Cquote1.png O maior incendiário da história dos homens humanos, queimou Roma e agora queima cds e dvds pelo mundo inteiro Cquote2.png
Historiador sobre Nero
Cquote1.png Deus criou o homem, o homem criou Nero, e Nero criou a Dança da Manivela!!! Cquote2.png
Asa de Águia sobre Nero

Nero na sua meia idade: Sinto que estou meio queimado no Senado
Nerolino Claudionei Augustus Fogaréuzius Queimadus, torcedor fanatico do Botafogo, foi um Imperador Romano na época que a Dercy Gonçalves era criança.

Nascido no Alaska, era descendente de uma das principais famílias esquimós.

Devido ao grande frio que passou na infância, se transformou em um piromaníaco, fanático por atear fogo em tudo, principalmente no cabrobró, no manga-rosa, no cabeça-de-nego, no skunk e no haxixe. Sua habilidade com fogo fez que ele conseguisse com favores de um político esclerosado romano, o Ulisses Guimarães com quem tinha de dividir o seu salário, o emprego público de fogueteiro oficial de Roma, cuja principal responsabilidade era acender os candeeiros pendurados nos postes da cidade com o objetivo de iluminá-la, porém por serem milhares, o Nero passava a noite inteira acendendo e ia até umas 6 da manhã, como o dia já tinha raiado, agora o Nero tinha de apagá-los (o que era mais rápido) para voltar a acendê-los ao cair da noite. Após muitas reclamações da população romana que as ruas só viviam às escuras, além de acusações de mau uso de verbas públicas para iluminação, pois havia testemunhas de que o Nero acendia desnecessariamente os candeeiros durante o dia. Por fim, o Nero perdeu o emprego acusado de se beneficiar de uma sinecura, mas, nunca deixou de pensar uma forma de iluminar toda a cidade de uma só vez e se vingar da população romana ingrata.

Nero por ter remorsos de matar a esposa grávida transformou Sporus, um escravo, em mulher e se casou com este.

O império[editar]

Ganhou as eleições em Roma numa eleição fraudulenta, com ajuda de seu amigo Fresquio.

Sendo um dos seus antecessores Calígula, foi normal para o mesmo promover suruba na capital Romana.

Nero, considerava-se um artista e desejava ser tratado como tal. Ficaram famosas as suas festas e banquetes em que obrigava a corte a ouvir os seus poemas e cantigas de apologia ao crime e ao uso de drogas . Em 58, iniciou uma relação amorosa com Popeia Sabina, a esposa do seu amigo. Aparentemente, não podia casar-se com Popeia enquanto a sua mãe Agripina, crente frequentadora da fanática da Igreja Quadrangular de Surdos Loucos de Deus, seguisse viva, pois esta se oporia com unhas e dentes ao casamento dos adúlteros; sendo assim, Nero ordenou o assassinato de sua mãe. Os historiadores modernos porém acreditam que o verdadeiro motivo para Nero assassinar a sua mãe seria o que, quando sua mãe Agripina achava as suas trouxinhas de maconha que ele mocozava pelo pelos buracos nas paredes do Palácio Imperial, atirava a erva na privada e puxava a descarga impetuosamente, oque causava a ira e revolta do Imperador.

No ano de 69, a sua situação como imperador era insustentável. Denúncias como o Mensalão, Petrolão, Valerioduto e filiação ao PT, abalavam sua imagem junto à população romana. Então ele tacou fogo em tudo e fugiu com um grupo de hippies ciganos e montaram uma banda de Reggae que se destacou nos primeiros lançamentos e depois afundou nas trevas do esquecimento. Devido ao fracasso como músico acabou se matando por se sentir deprimido e não aparecer mais na televisão.

Grandes músicas[editar]

Aplaudam, bando de filha da puta!!! Quem não me aplaudir vai pros leões!!!
O Imperador Nero teve um grande legado cultural, cujas músicas ficaram famosas por todos os séculos:


Eqvinha pocotus

Haec cavalitus vozitasqve

Nunca andant sole

Quandvs vadem passaere

Levat Eqvam pocotvs

pocotvs,pocotvs,pocotvs,

Eqvam pocvtvs mean

pocotvs,pocotvs,pocotvs,

Eqvam pocvtvs mean

Vae lacraiae,

Vae lacraiae,

Vade descendat in garrafae bocam

In garrafae bocam

Descet, descet plus plusitus

Descet, descer devagaritvs

Vade ralantvs in garrafae bocam

In garrafae bocam

Arrastat omnia forum

Tae Tae Tae

Massae balaçantvs omnia

Tae Tae Tae

Omnia arrepiatvs sunt

Metalizatvs Berimbavs ouvidant

Ver também[editar]

Precedido por
Tibério Cláudio Druso
Mininero.jpg
Imperador Romano

5468
Sucedido por
Sérvio Suplício Galba

Romanpre1000.jpg
Imperadores Romanos

Júlio-Claudianos
Otávio AugustoTibérioCalígulaCláudioNero

Guerra Civil e Flávios
GalbaÓtonVitélioVespasianoTitoDomiciano

Antoninos
NervaTrajanoAdrianoAntonino PioMarco AurélioCômodo

Severos
PertinaxDídio JulianoSétimo SeveroCaracalaMacrinoHeliogábaloAlexandre Severo

Zorra Total ou Quem der mais leva
Maximino TrácioGordianos (I, II e III)Filipe ÁrabeDécioTreboniano GaloValerianoGalienoCláudio II GóticoAurelianoProboCaroCarino

Tetrarquia e Constaninianos ou Agora somos cristãos, Amém!
DioclecianoConstantino MagnoConstantino IIConstanteMagnêncioConstâncio IIJuliano ApóstataJoviano

Valentinianos e Teodosianos ou Corra que os bárbaros vêm ai
Valentiniano IValenteValentiniano IITeodósio MagnoHonórioConstantino IIIValentiniano IIIPetrônio MáximoÁvitoMajorianoLíbio SeveroAntêmioOlíbrioGlicérioJúlio NeposRômulo Augustulo


v d e h
Pentagrama invertido vermelho.gif|||Tabela Periódica dos Maus Elementos||||Pentagrama invertido vermelho.gif

  1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 24 42 51 69
1 H
Hl
Φ Fz St
Ma Gwb Nb Gk Hu Gh
2 Mw Vd
Rs Ge Dm Gm Ev Ip
e Gc Σ Eu Ant Boo Bz G Bt Ai Obl K Ph Ve Acm Jc It Sl Gf
3 Sh R Ds Ty Ps B Ce Fk Ca Bw Bb Ch Sm Jsn Cl N Me Sb
π Su Gd Sm Ct Jn Cb Ef Jg Cr Et Cc A At Zc Ll Bm Ap Le
4 Vg Sk Yh As Mt Im Pg Lm Xx Gg Mv Pd Vv Mm Rm C F Rc
5 Cd Mu FBC Dt Sg Sha Sa Hn Gz Ms Dv Cm My Je Mmd Js Kj Bn
666 Br Sfz Irx Fs Pla Cg Ji Dc ? Kf Mg Lf Pbn Eb Fp Jb Sd Hm
Db Bf Em Hd Ki Dj Dvd Sy Sp Tg Cn Mc Lp Grd Kr Pp Jst Gm

* Série dos Bandidônios Mp Lv Zp Cj Fbm Np Mr Bv Bl Ba El J Lp Tp Ac
** Série dos Vilonídeos Ab Oc W Dmg Nc Rb Drd Esb Vn Jek Dw E Mb Z Ml
*** Série das Femininas Sm Ec Df Svr Bv Xx Mpt Acj Lm Az Rr Kt Sd Her Ct