NiGHTS: Into Dreams...

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Virtualgame.jpg NiGHTS: Into Dreams... é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, você bate no coqueiro.

Cvania-nes phantombat fly.gif
NiGHTS: Into Dreams... é da época da Velha Guarda dos Games

e só é conhecido por gamer raiz


NiGHTS: Introduz Dreams...
Nid02.jpg

Viadagem ao máximo!!

Informações
Desenvolvedor Sonic Team
Publicador Sega
Ano 1996
Gênero Futanari, GLS, Plataforma
Plataformas Sega em Saturno/DOGMA PolyStation 2
Avaliação Muito gay (até mais que o imaginado)
Idade para jogar Depende do seu grau de viadagem

Cquote1.svg Você quis dizer: Noites de viadagem em sonhos Cquote2.svg
Google sobre NiGHTS: Into Dreams...
Cquote1.svg Você quis dizer: Jogo para futanaris Cquote2.svg
Google sobre NiGHTS: Into Dreams...
Cquote1.svg Quanta frescura!! Cquote2.svg
Você sobre NiGHTS: Into Dreams...
Cquote1.svg Mais uma vez eu tenho que pagar pelas borradas da empresa! Cquote2.svg
Sonic sobre aparecer como personagem secreto em NiGHTS: Into Dreams...
Cquote1.svg Ô louco meu! Viajou na maionese esse jogo, bicho!!! Cquote2.svg
Faustão sobre NiGHTS: Into Dreams...
Cquote1.svg Jogo de bichooooooooonaaaaaa!!! Cquote2.svg
Civirino sobre NiGHTS: Into Dreams...
Cquote1.svg Concordo plenamente! Cquote2.svg
Sonic sobre comentário acima
Cquote1.svg Que porra é essa?!! Cquote2.svg
Dr. Roberto sobre NiGHTS: Into Dreams...
Cquote1.svg Afinal. Isso é macho? Fêmea? Ou bicha? Cquote2.svg
Sonic sobre Esse jogo

NiGHTS: Into Dreams... é um jogo da Cega criado para o Sega em Saturno com o apoio de organizações GLS direcionado para gurias retardadas, emos, gays, assexuados e travecos.

Origem dessa joça[editar]

Durante os anos do Saturn, a Sonic Team se destacou por criar os jogos mais idiotas possíveis estrelando seu mascote paga pau Sonic (cá entre nós, Sonic Jam foi um lixo e Sonic R também não foi lá essas coisas). Daí a Cega começou a amargar um período de miséria perdendo feio pra Sony e o seu PolyStation, e com isso colocaram o pai do azulão pra passar noite e mais noites em insônia afim de criar algo realmente bom pro seu console fracassado.

A bordo de um avião, Yuji Naka até imaginou um jogo de voo (talvez um jogo do Tails em 3D). na verdade ele pensou em fazer o jogo de um passarinho voando sem rumo num cenário cheio de pixels que ultrapassam o limite de bits exigidos pela sua TV (e até do próprio console), mas depois de se lembrar de todas a s noites em insônia que a maldita Cega o fez passar planegando uma coisa realmente fantástica pro Merda em Saturno, o japinha optou por uma ideia mais aviadada e aboiolada voltada para o colorido mundo dos sonhos.

História[editar]

Midna é humana! ALERTA DE SPOILER GAMÍSTICO!

Este artigo gamístico pode conter spoilers que revoltam os nerds, como o fato de que:
A esposa de Isaac já estava morta quando você chega em Ishimura!

Portanto, leia com cuidado.

Tudo se passa no boiolístico e homossexual mundo dos sonhos, e todos desse mundo são futanaris. NiGHTS e Reala são os seres mais famosos e fashions dessa joça.

NiGHTS, o/a grande "herói (na)" dessa joça.

A história realmente começa num escola com um garoto muito bambi chamado Elliot, que é um jogador de basquete muito fã de Mickael Jordan e Mickael Jackson. Durante um jogo com seus miguxos, uns valentões invadem a quadra querendo comer o cu do coitado tomar conta da parada. Sentindo que já passou da hora de mostrar todas as suas habilidades loucas e gays, Elliot resolve chamar os grandalhões pra uma suruba, e como bons machos, os caras aceitam. O jogo está apertado e o time de Elliot tem uma última chance para ganhar ou se quebrar, mas na hora de pegar um negão por traz, a bichinha do moleque acaba se arrombando e perdendo o jogo na hora da última jogada.

Enquanto isso uma guria retardada chamada Claris finalmente vê a chance de mostrar sua família e amigos que ela realmente tem talento teatral para interpretar uma putinha na peça da escola. Quando todo já parecia pronto para o espetáculo e ela segura com segurança no microfone (hum...), eis que surge uma voz dizendo "Todo mundo vai te comer rir de você!"; Precionada com a potência do vozeirão, ela acaba fazendo o que não devia na frente de todo mundo e com isso acaba fujindo do lugar morta de vergonha.

Eis ae a razão de NiGHTS sentir forte atração por Elliot e Claris.

Mais tarde naquela bendita noite, Elliot e Claris deitada na cama completamente derrotados por valentões e/ou um palco de Zé Muelas, sem saber que algo realmente colorido, sem noção e aboiolado iria acontecer com eles...

Eles são mandados para Neverland Nightopia, o lugar onde todos os sonhos e viadagens são realizados, o que não o impede deter seus locais vandalizados onde moram os pesadelos e tráfico de sonhos, cujo seu líder mafioso chama-se Wizeman the Wicked. Nesse lugar tão fresco, vive os nightopianos que estão no meio de um apagão e imploram os dois guris afeminados para salva-los do tal chefão da máfia. Achando que finalmente podem ser muito mais que meros n00bs do mundo real, os dois pirralhos se metem a macho para se tornarem heróis do mundo-futanarico-do-sonhos.

De acordo com os pequenos-bambis, existem quatro tipos de sonhos: pureza luxuria, esperança desespero, sabedoria n00bisse e inteligência nerdisse; alem dessa há ainda um raro sonho que nem Wizeman se atreve a roubar, que é bravura covardia e este atrai o ser mais heróico e mais gay desse mundo: NiGHTS, o único ser que não está sob domínio de Wizeman e também o único personagem até hoje criado pela CEGA que não possui sexo definido (razão porque ele joga nos dois time...ou não). Mas que diabos os moleques tem haver com NiGHTS? Simples! Reza a lenda que os dois pirralhos possuem esse raro tipo de sonho que atrai o fatanárico-palhaço-voador. A partir daí começa uma suruba muito colorida cheia de fantasia, emocão, sonhos e muita, mais muuuuuuuuuuuuiiiiiiiiita viadagem.

Ver também[editar]


 
v d e h
v d e h

Série NiGHTS