Nitrogênio

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Nitrogênio
Coca Cola nitrogênio líquido.png
Coca-Cola sabor nitrogênio líquido
Símbolo, número Ni, 7
Série Pagodeiro
Principal isótopo nitroglicerina
Propriedades atômicas
Massa atômica 14,0067(2) u
Dureza nula
Nível de radioatividade Não possui
Nível de toxicidade Não possui
Propriedades físicas
Comestível? Apenas respirável
Inalável? Sim, até por árvores
Posso passar na pele? Sem problemas
Onde encontrar ar
ponto de fudição aquele mesmo
ponto de rebuliço esqueci
Coisas de quadrinhos
Probabilidade de te transformar num super-herói Nulo



Cquote1.png Experimente também: Sabão Cquote2.png
Sugestão do Google para Nitrogênio

Nitrogênio, também chamado de azoto por químicos mais rebeldes, é aquela coisa chamada pela química de gás não-metal e que, no estudo da célebre geologia dizem que é indispensável para que haja atmosfera... mesmo ele não fedendo nem cheirando, nem na respiração dos seres, nem na combustão... mas de qualquer forma é importante porque ele é um composto que se enroscando com oxigênio forma o ar, o mais poderoso dos elementos segundo o The Last Airbender. No ar o oxigênio está contido nele, portanto o nitrogênio seria seu importante barraco pra morar.

Na atmosfera terrestre o nitrogênio é uma espécie de grande Tupã, que toma 78% da atmosfera, pra se ter uma ideia. Apesar disso não existe nenhum culto ao nitrogênio, mesmo ele sendo tão onipresente. Há nitrogênio na sua frente agora, por exemplo, e você está nem aí pra ele, por mais que seja esse elemento a base dos aminoácidos que fazem você viver ou do DNA que fazem você sentir essa vontade de ser um desocupado completo.

Características[editar]

O nitrogênio é o segundo elemento químico ametal, ou seja, é um baita de um pagodeiro. Sua aversão ao metal é bem evidente já que não frequenta nenhum bar de rock onde a atmosfera é dominada por enxofre, Megadeth, Metallica, muito Cu e outros metais pesados, o nitrogênio prefere estar em shows de axé, forró e tecno-brega, compondo a atmosfera desses locais, e mantendo-se sempre o mais longe possível dos metais, ao contrário do amigo oxigênio que parece uma gruppie, basta ver um metal que já pula em cima até enferrujá-lo.

O nitrogênio, como elemento sensível e emotivo, acaba encontrando vários problemas por causa disso. Ele é muito preguiçoso, então relutantemente entra em qualquer reação que seja muito grande, complicada, ou não proveitosa para ele. Ele nem mesmo quer se desintegrar em íons de tão preguiçoso. O nitrogênio também é muito teimoso, e o único fator que pode forçá-lo a reagir com outro elemento é a temperatura, então no final todo mundo perde, quando o nitrogênio queima e pula violentamente numa explosão.

Compostos[editar]

Moléculas de nitrogênio formando uma bundinha.

O nitrogênio para ser útil precisa estar combinado com outro elemento, sendo um dos elementos mais estupráveis da tabela periódica, todo mundo pode vir e reagir no nitrogênio, formando assim uma enorme variedade de compostos.

O dióxido de nitrogênio, por exemplo, serve para irritar pulmões, pois o pulmão acha que está respirando oxigênio, mas quando percebe tem nitrogênio ali no meio e fica irritado na hora com essa tapeação.

Já o óxido nitroso é aquele que você utiliza para turbinar o carro, sendo ideal para auxiliar no aquecimento global.

Em drogas sintéticas (cocaína, heroína), o ácido nítrico se manifetsa como um ácido corrosivo e voraz.

O tetranitrogênio, nitroglicerina e trinitrotolureno são os homicidas em massa.

Por sorte, o gás nitrogênio (N2), presente em 78% da atmosfera, é simplesmente inútil, involúvel, inodoro, invisível, insolúvel, insipiente, inodoro e insosso, e sua ausência não faria a menor diferença, e portanto é um átomo que precisa ser banido (que nem seu cérebro) afinal disseminado dessa forma na atmosfera, queira você respirá-lo ou não, terá que respirá-lo.

Nitrogênio e vida fora da Terra[editar]

O oxigênio reage com o nitrogênio de boa vontade.

Quem estuda coisas no vácuo espaço vive doidão em sinais de nitrogênio pelos corpos celestes. Estes altruístas astrônomos estão preocupados com o futuro da Terra, ou ao menos com suas épocas mais ferozes onde a natureza se torna mais hostil para com os seres que vivem em nosso planeta. A ideia seria poder se mudar da Terra nesses períodos hostis... tipo esse em que a gente está entrando.

Dessa forma, nem é preciso aparecer sinal de água (de pizza) para animar esses astrônomos, basta simplesmente o nitrogênio ser detectado e este já é o primeiro sinal para os cientistas terem orgasmos e darem gritinhos. Hidrogênio, hélio, carbono e todos os gases na medida certa já tem em toda parte, então a lógica seria cuidar desse planeta e não procurar minhoca no asfalto numa das luas de Júpiter, e cuidar dos seres por aqui, mas como já descrito, cuidando ou não, a Terra dadivadada por seu Deus, passa por ciclos menstruais e fica de TPM feroz para os habitantes racionais ou não... de modo que é melhor procurar uma toca na lua (da Terra), em Europa (de Júpiter, não o continente seu mongo), ou em Marte... se quiser você pode ir, eu fico por aqui estando tempestuoso ou não. Pode ir: deve ser tão bom na lua Europa, que ela tem cor de vômito, de quando você come cereal com iogurte e não cai bem.

Ciclo do nitrogênio[editar]

Observe atentamente para ver... que o nitrogênio não está aqui!

O planeta Marte é um dos mais próximos em aspecto com a Terra, mas o que impede de lá ter vida é que o nitrogênio não consegue formar atmosfera, isso porque há muito CFC, impedindo o ciclo do azoto arroto.

O ciclo do arroto é um ciclo verborrágicoquímico que garante que o nitrogênio cumpra sua função no solo, no ar, no interior das plantas, das bactérias, dos animais e também na água: Com o ciclo do nitrogênio equilibrado, todos azotam arrotam para que tudo dê certo: Os animais tenham suas proteínas, as plantas tenham seu íon de nitrito, as bactérias tenham seu íon de amônio e o nitrogênio volte à atmosfera em sua forma primal e divina: o estado gasoso, tão importante na formação de amônia nas épocas geológicas da Terra que fez ela ser o que é hoje.

Para a recuperação de Marte, por exemplo, seria preciso muitos voluntários para ir soltar gases em Marte e fazer o planeta recuperar seu ciclo do azoto, fazendo o CFC ser expelido na medida certa. Apesar dessa ser a solução mais viável e barata, não é muito aceita pela comunidade científica, não se sabe o porquê.

Aplicações[editar]

78% do ar é nitrogênio, mas ninguém sabe bem o por que e para que, já que não é necessário no processo de respiração. Pelo menos é útil no ciclo do nitrogênio, sendo o elemento básico da alimentação humana, sem a qual qualquer dieta seria arruinada e a humanidade se arrastaria de volta para o fundo do oceano primitivo. Ainda assim, dificilmente alguém parece ser grato pela presença do nitrogênio no ar.

O gás que é importante junto com o oxigênio é o HIDROGÊNIO... então não sobra muita utilidade para o nitrogênio, que até o pulmão ignora sua existência ao respirá-lo diariamente. Mas então para que porra serve o nitrogênio? Até para gelo seco é mais vantajoso e útil usar dióxido de carbono, então nem pra ajudar a fazer um sorvetinho legal o nitrogênio serve direito, mas para aqueles mais metidos a hipster, dá sim para fazer nitrogênio líquido e congelar coisas absurdamente.

O nitrogênio líquido é a única utilidade prática do nitrogênio, porque com ele você congela coisas instantaneamente e depois pode ter o prazer de esmigalhá-las em mil pedacinhos. Pegue sua tigela de amoeba (ou o que você quiser congelar) e despeje nitrogênio líquido nela, e em alguns segundos você obterá um sólido congelado. Agora você pode pegar seu cinzel e um martelo e dividir o item congelado. Tem gente que acha isso muito interessante. Então tudo bem né. Só cuidado com as mãos! Bem, a menos que você seja um fã de amputação...

EstruturaAmida.png
Química orgânica
v d e h

Funções orgânicas :- Ácido carboxílico - Ácido sulfônico - Álcool - Aldeído - Amina - Amida - Cetona - Éster - Éter - Fenol - Haleto - Hidrocarboneto · Nitrila - Nitrocomposto - Tiol

Grupos funcionais :- Hidroxila (·OH) - Carbonila (:CO) - Carboxila (·COOH) - Nitrogênio (·N:) - Oxigênio (O:) - Grupo ciano (·CN) - Grupo nitro (·NO2)

Teoria desnecessária que você tem que aprender :- Tetravalência do carbono - Ligação covalente - Forças intermoleculares - Postulados de Kekulé - Isomeria - Ressonância - Ácido-Base de Lewis