Nizhny Novgorod

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nizhny Novgorod é uma cidade russa que é a capital (e talvez única cidade) do óblast de Nizhny Novgorod. Como foi criada pela KGB para servir de cidade cenográfica secreta para a realização das filmagens da novela Rainha da Sucata, por muitos anos foi considerada uma cidade fictícia, até ter sua existência comprovada em 1991.

História[editar]

Nizhny Novgorod no meio de um pântano gelado. Para os russos isso é uma cidade bonita.

Cidade fundada em 1221 no interior da Rússia, os seus idealizadores foram um grupo de vikings fluviais, que queriam invadir o Uzbequistão (enganados pela falsa promessa de putas baratas para estuprarem), e para realizar seus sonhos tiveram que trocar o Mar do Norte por rios russos. A primeira ideia de nome era Novgorod, expressão que em russo significa "cidade nova", mas já existia uma Novgorod, então foi preciso colocar o nome de Nizhny Novgorod "cidade nova dos ninjas". Entre as várias inutilidades ao longo de sua história, a cidade acabou livrando-se da devastação mongol, muito devido à sua insignificância.

Lá pelos séculos XIII e XIV passou a integrar o território do Grão-Principado de Moscou, mais por osmose mesmo, porque na época da criação desse ducado ninguém nem sabia que Nizhny Novgorod existia por ali por perto, mas acabou tornando-se uma importante cidade comercial, já que dali saíam as principais rotas fluviais do carregamento de gelo que a Sibéria exportava para o Rio de Janeiro, ingrediente essencial para a fabricação da caipirinha.

Foi durante o período soviético que a cidade modificou-se completamente. Primeiro o nome foi modificado para Gorky e depois o lugar passou a ser uma cidade secreta da KGB onde seriam desenvolvidas as bombas atômicas da URSS. Inicialmente o projeto consistia na fabricação de bexigas cheias de peido, mas aí um cientista descobriria o urânio enriquecido e o projeto mudaria de foco. Vale lembrar que os nazistas tinham uma certa implicância com Gorky (Nizhny Novgorod), constantemente bombardeavam a cidade por acreditar que ali existiam machos russos demais, e desejam um mundo mais puro e com mais emos. Para sorte dos russos eles venceram a guerra e conseguiram exterminar os emos da face da Terra.

Foi só em 1991 que Nizhny Novgorod deixou de ser uma cidade secreta e reassumiu seu velho nome, reaparecendo nos mapas também. Foi até transformado em sede da copa de 2018.

Geografia[editar]

Nizhny Novgorod encontra-se no meio de um pântano gelado no meio da confluência dos rios Volga e Oka, sendo uma espécie de Manaus da Rússia, mas com um frio infernal ao invés de um calor infernal.

Economia[editar]

"Moscou é o coração da Rússia; São Petersburgo é o cérebro e Nizhny Novgorod é o bolso." e com essa frase já se compreende a vocação comercial dessa cidade e o motivo dos nazistas a terem bombardeado tanto, deve ter muito judeu ali. Depois que a indústria de bombas atômicas fechou em 1990, ela foi substituída por uma fábrica de Ladas (que são similares a uma bomba atômica, apenas não explodem - ou não).

No centro da cidade está a famosa Rua Bolshaya Pokrovskaya (Rua das Dondocas e Putonas) que reúne as melhores sex shops de toda a Rússia.

Turismo[editar]

Depois de visitar Moscou e São Petersburgo e compreender que a Rússia é um país extremamente sem graça, o turista já sabe que não encontrará nada de mais em Nizhny Novgorod a não ser bastante frio. Os russos realmente acham algo bonito a paisagem fedida, gelada e úmida do encontro dos rios Volga e Oka, então isso fica considerado como ponto turístico, mesmo não sendo.

Além disso, o turista pode visitar várias igrejas velhas que ninguém vai mais e que só são mantidas ali porque tem formato de castelo da Disney, e isso embeleza a cidade pelo menos. Os principais pontos estão na Feira de Nizhny Novgorod (que apesar do nome, vende porra nenhuma) onde é possível ver a Catedral da Transfiguração (cujo formato de teta preta chama bastante atenção) e a Catedral Alexander Nevsky (essa mais comum, mas a primeira da Rússia com tijolos totalmente pintados em cor de burro quando foge).