Nossa Senhora da Bicicletinha

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Quem pedala demais pensando em muitas coisas nem sempre pode ser auxiliado...

Cquote1.png Ela sai de saia e de bicicletinha Cquote2.png
Pagodeiros sobre Nossa Senhora da Bicicletinha

Cquote1.png Bota a saia e vem pra rua com sua bicicletinha Cquote2.png
Pagodeiros devotados sobre invocação a Nossa Senhora da Bicicletinha

Cquote1.png Nossa Senhora da Bicicletinha, dê-me equilíbrioooooo!!! Cquote2.png
Ciclista desenfreado sobre o momento em que a bicicleta perdeu o freio e saiu a toda velocidade

Cquote1.png Nossa Senhora da Bicicletinha, dê-me equilíbrio Cquote2.png
Yasmim sobre as suas fofocas na novela Malhação

Cquote1.png Dá um arrepio quando ela sai pedalando Cquote2.png
Pagodeiros sobre o poder da Nossa Senhora da Bicicletinha

Nossa Senhora da Bicicletinha é a santa protetora dos ciclistas desenfreados, das pessoas desequilibradas ou das pessoas que apenas estão precisando de equilíbrio naquele momento.

História[editar]

Ela nasceu no mesmo tempo da bicicleta, entre os séculos XV e XVI, enquanto Nossa Senhora da Bicicletinha saía da barriga de sua mãe, a bicicleta saía do papel. Ela teve uma infância normal sempre andando na sua bicicletinha das tartarugas ninjas, tinha o incrível dom de ensinar outras crianças a andarem de bicicleta e quando atingiu a sua vida adulta abriu uma escola para ensinar adultos a andar de bicicleta e tirar carteira de ciclista.

Escola de ética ciclista[editar]

Devido ao grande número de mortes no trânsito por "pegar beirão" nos ônibus coletivos, Nossa Senhora da Bicicletinha, abriu escolas em bairros periféricos e deu palestras sobre o índice de mortalidade por esse tipo de infração.

Apoio aos acidentados[editar]

Aos ciclistas acidentados, ela serviu como enfermeira, cuidando com toda dedicação de suas bicicletas que às vezes até apresentavam perda total, levando o ciclista ao pranto e desespero.

A busca pelo equilíbrio[editar]

A Nossa Senhora da Bicicletinha descobriu que, para aprender a andar de bicicleta, antes de mais nada, precisava-se ter equilíbrio. Ela descobriu isso quando um dia discutiu com uma amiga e a amiga a chamou de desequilibrada, nesse mesmo dia quando subiu em sua bicicleta para ir embora, desequilibrou e caiu ralando a cara no asfalto. Então, a partir desse dia, ela passou a pregar o equilíbrio entre as pessoas.

Escola do equilíbrio[editar]

Devido a nova descoberta, a Senhora da Bicicletinha montou uma escola que ensinava crianças e adultos a andarem de bicicleta na corda bamba, ensinava barmans a fazer malabarismos com garrafas de doses e ensinava bêbados ficarem de quatro, que dizer, fazer o quatro, mesmo não estando em condições.

O milagre[editar]

Um dia enquanto a Senhora da Bicicletinha andava de bicicleta presenciou um acidente, quando viu o estado do ciclista e de sua bicicleta, catou a bicicleta e com a ajuda de sua caixa de ferramentas, recuperou a bicicleta que tinha dado perda total, levantou a bicicleta, ajudou o ciclista a se levantar dizendo: Levanta-te e anda. E o ciclista saiu contente em sua bicicleta.

Canonização[editar]

Depois da morte, houve vários episódios de milagres em bicicletas, depois de acidentes terríveis, quando alguém subia na bicicleta, elas saíam andando como se nada tivesse acontecido. As pessoas desequilibradas também foram beneficiadas com o bolsa milagre, principalmente as mulheres do Nordeste, que no período da seca conseguem facilmente carregar baldes de água na cabeça. Não podemos nos esquecer do equilíbrio e força que ela dá aos corcundas que tentam equilibrar livros na cabeça em busca de uma postura ereta. Hoje, em vários momentos de nossas vidas em que perdemos o esquilíbrio ou sofremos acidentes de bicicleta ou que perdemos o equilíbrio e sofremos acidentes de bicicleta, sentimos o poder dela. Por isso, sempre que precisamos de equilíbrio dizemos: "Nossa Senhora da Bicicletinha dê-me equilíbrio!".

Veja também[editar]

  • Nossa Senhora do Chuveiro Elétrico
  • Nosso Senhor da Cueca Freiada
  • São Surrufião do Papo Amarelo