Notícias Automotivas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
O Logan NÃO é um Renault! ALERTA DE SPOILER AUTOMOTIVO!

Este artigo automobilístico pode conter spoilers que as montadoras tentam esconder, como o fato de que
em 22 anos de produção, a S10 NUNCA venceu um comparativo de revista

Portanto, leia com cuidado.


Cquote1.png Você quis dizer: Bizarrices Automotivas Cquote2.png
Google sobre Notícias Automotivas

Cquote1.png Vou remover esse artigo! Cquote2.png
Éber do Carmo sobre este artigo da Desciclopédia
Cquote1.png VAGABUNDO! VAGABUNDO! VAGABUNDO! Cquote2.png
Luís Perez sobre Éber do Carmo
Cquote1.png O café com risada dos engenheiros das montadoras está garantido! Cquote2.png
Internautas após lerem mais uma notícia inventada

Matéria inventada veiculada pelo Notícias Automotivas.

Notícias Automotivas é um blog (?) que sempre se valeu de métodos anti-éticos para divulgar suas notícias e, pior, gerou um público altamente alienado, onde muitos tem no blog NAzista a única fonte de (des)informação e comentam por comentar, sem ter o mínimo de conhecimento.

Na verdade, o Notícias Automotivas é um grande kibão de sites/blogs de notícias nacionais e internacionais, quase nunca citando a origem das informações. Isso significa que você terá acesso a matérias de excelente nível (só que não), como rachas de moto contra Ferrari, o novo EcoSport sendo vendido em Marrocos ou o lançamento de uma nova moto de 125cc no Paquistão. Mesmo as matérias tendo um nível perto do abismo infinito da falta de coesão, falhas ortográficas e declarações que beiram o tendencioso, é raro se ver críticas ao trabalho, pois quase sempre os comentários são excluídos e a conta no IntenseDebate bloqueada para novos comments.

O blogueiro-que-possui-carteira-de-jornalista (ui!) Éber Furlani do Carmo, 30 anos, teve seu passado negro como representante comercial da TG Polly Pocket, colaborando com a disseminação da customização de mau gosto. Em 2005, criou o Notícias Automotivas, essencialmente com matérias de outros sites, algumas porcamente traduzidas. A partir de 2007, ganhou visibilidade nacional com algumas postagens que renderam polêmica, como as fotos do EcoSport reestilizado, que na verdade eram do Interpress Motor (e colocando suas marcas d'água!). Mesmo assim, com informações dos lançamentos e o início das contribuições dos alientores, teve seu auge neste período.

Porém, com as seguidas más atitudes (violação da propriedade intelectual, fomentação à espionagem industrial, bloqueio de comentários), o Desnotícias Automotivas ficou com a reputação manchada entre jornalistas do ramo e especialmente entre as montadoras, que não o convidavam para eventos de lançamento (onde não pode entrar picareta).

Outra característica constante de Éber foi seu desejo mórbido de passar por cima de tudo e de todos. Já tentou "tirar da reta" outros sites renomados, ou contratar seus editores. Quando existia denúncia de suas falcatruas, revidava com ameaças de processos e/ou retirada do site do ar. Isso não evitou que colunistas do UOL Carros e do Jalopnik fizessem ferrenhas críticas contra o Notícias Automotivas.

Exemplo de foto que circula no Notícias Automotivas

Se há uma marca registrada do Noticias Automotivas, é a péssima qualidade das fotos postadas. Aliás, praticamente tudo que é enviado é postado, mesmo que seja um vulto de um carro em alta velocidade ou uma foto à noite mais granulada que brigadeiro. Ou então a imagem recebe um recorte digno de Paint. Melhor seria chamá-las de borrões digitais: até no Salão do Automóvel as fotos, ao melhor estilo celular VGA, assustavam aos mais pessimistas.

A propósito, outra polêmica gira em torno do pagamento de até R$ 500 por imagens de flagras. O chamariz quase nunca vale na prática, e o site dá 100 conto chorado. Com a prática, conseguiu borrões digitais realmente inéditos, como Palio e Uno sendo montados, Onix e até o primeiro flagra do novo Mercedes-Benz CLS sem disfarces, sempre envolvendo polêmicas com as montadoras, que até um ano atrás mandavam notificações extrajudiciais.

Éber também cria fakes para defender sua imagem e para propagar suas ideologias. O caso mais conhecido é o e-mail [email protected], no qual ele enviou alfinetadas para o Interpress Motor e também contou com um link no Autoblog norte-americano com imagens do novo EcoSport (naturalmente tiradas por um funcionário alienado). Ele se fez de doido quando perguntado sobre o uso do e-mail. No fim do Bizarrices Automotivas (abril de 2012), escreveu o texto "em terceira pessoa" (GENIUS) e criou usuários anônimos desmoralizando os editores. Outra estratégia condenável é o stalkeamento dos seus opositores, algumas vezes facilmente percebível, como no IntenseDebate, e outras vezes com a ajuda de infiltrados vendidos.

Mais recentemente surgiram as "Avaliações NA", tão informativas quanto um Domingo Legal da vida. Muitas vezes a matéria é apenas comprada da Autopress (e quando reclamam da qualidade sofrível do texto, o Éber dá a louca e argumenta que paga "MUITO caro" para publicá-los). Os únicos textos de qualidade razoável são os escritos por "colunistas" que tem a chance de escrever, desde que de acordo com seus interesses (e publicados especialmente nos períodos sem matérias).

Marca d'água usada pelo Notícias Automotivas.

Se o Notícias Automotivas é tão ruim, como explicar que ainda faça sucesso? A armação está principalmente nas pesquisas do Google, onde os seus resultados frequentemente estão entre os primeiros, fazendo a cabeça do público leigo, que também aprova o layout tenso e bugado. Fato é que o número de visitantes caiu de 4 milhões para 2,8 milhões ao mês, muito embora seja um fato facilmente contestado, pois não há um contador de visitas confiável (apenas uma nota em um rodapé). Outras estratégias são as imagens com marca d'água, aplicadas somente em TODAS as fotos, mesmo nas que já possuem duas, três ou vinte registros da origem das imagens. Além disso, as próprias polêmicas ajudam a contabilizar acessos, ao melhor estilo "fale bem ou fale mal, mas fale de mim".

Tipos de pessoas que comentam no site[editar]

  • Experts de sofá: Avaliam qualidade e desempenho de um carro de acordo com as fotos publicadas no site
  • Fãs xiitas de montadoras, assassinos em potencial que poderiam começar uma guerra nuclear com uma simples menção de um ponto negativo de um carro de sua montadora favorita
  • Comentaristas de Lucro Brasil, em todas as matérias, dizendo que nunca mais compra carro novo, que pelo preço de um Gol no Brasil se compra um Camaro 2SS nos Estados Unidos, que o custo de produção de um carro popular é de R$ 8 mil, que pelo preço de um City dá para comprar dois no Chile e mimimimimi... O engraçado é que essa gentalha só fica reclamando e não levanta o cu da cadeira para tomar atitudes efetivas

Clichês clássicos[editar]

  • Comentários sobre a CAOA em qualquer notícia relacionada à Hyundai, mesmo que seja apenas a inauguração de um clube de donos no Uzbequistão. Ou se lerem que um Palio, por exemplo, teve recall, começam a dizer que nunca mais compram nenhum carro da Fiat.
  • SEMPRE tem algum engraçadinho usando a piada automotiva mais velha... do mundo em qualquer coisa relacionada à Hyundai.
  • Alguém mencionará as míticas Supercalotas em artigos sobre qualquer Volkswagen.
  • Todo e qualquer tópico deve ter alguém mencionando o Nissan Sentra.
  • Quando o Notícias Automotivas revela alguma coisinha exclusiva, dezenas de comentaristas começam a defender: “dá-lhe NA!”, “por isso que só acesso o NA”, ”o primeiro site que olho quando acordo é o NA”... Em casos extremos, alguns alientores chegam a desprestigiar o trabalho de outros sites para defendê-lo “porque é o maior blog automotivo do Brasil”. Tsc, tsc.

Casos polêmicos do Notícias Automotivas[editar]

  • Pouco antes da chegada do Agile às concessionárias (outubro de 2009), foi ao ar o texto "Agile ou Fragile?", totalmente tendencioso e sem embasamento, já que o texto só tinha os defeitos apontados pela Quatro Rodas. Por conta do visual discutível e plataforma GM 4200 (do Corsa 1994), acharam que era conveniente escrever um texto detonando o Agile (o que os comentaristas já estavam fazendo). Ao menos muitos leitores perceberam a grande mancada jornalística que Éber tinha dado.
  • Durante um tempo considerável, entre 2009 e 2010, os comentários foram desativados devido às intensas críticas. Felizmente muitos leitores migraram para outros blogs neste período. Percebendo a cagada, Éber destacou o Fórum NA, bem menos prático, e habilitou de volta os comentários.
  • No começo de 2010, o Diários Associados exigiu do Notícias Automotivas a remoção de vídeos do programa Vrum. Após a notificação, enviaram outra mensagem: "Vamos verificar a retirada do nosso conteúdo do site www.noticiasautomotivas.com.br, bem como estaremos analisando se a situação não se repetirá. Somente assim o seu site poderá ser considerado idôneo, tendo em vista que um site sério deve providenciar seu próprio conteúdo sem se valer do trabalho alheio. Os registros das utilizações indevidas foram todos devidamente arquivados, caso a situação se repita, as medidas judiciais sejam tomadas.". Éber zombou bastante do caso, escrevendo "Nossa, o NA não é idôneo mais!! E teremos de escolher nossos passos cuidadosamente, pois eles “estão de olho”, tipo um Big Brother. Que meda! 'corrão para as montanhas'". E o editor que publica isso nesses termos tem carteira de jornalista...
  • Uma das aquisições de Éber foi o site Carros Inúteis, que só pelo nome já uma idéia de seu grande preconceito contra carros abandonados e maltratados, sendo que a restauração muitas vezes é possível. E depois, um carro que não anda pode servir para apreciar o design, ter peças para repor em outro carro ou mesmo como cama de cachorro.
  • Em 2010, Éber recebeu a foto de um Gol G5 com teto-solar e “antecipou” que o carro ganharia o item de fábrica. Só que prova mesmo não tinha nenhuma: o carro estava de placa cinza, sem ser de alguma cidade onde a Volks produza seus carros. Ou seja, nem apurou a veracidade da imagem para jogá-la ao ar.
  • Em abril de 2011, com a publicação de imagens do Toyota Corolla XRS no Brasil, mandaram uma notificação para retirar as imagens do cache e proibir o noticiamento de novidades sobre a Toyota no blog. Éber teve seu momento de se fingir de vítima e pediu a veiculação do ocorrido internet afora, se beneficiando da situação. Depois outro membro da Toyota se desculpou pelo ocorrido.
  • Em fevereiro de 2012, Ébaitola maculou a imagem da Dafra ao escrever uma matéria onde um vendido conseguiu um PDF com dados dos jornalistas que faziam clipping para a montadora de motos. Na pressa por conseguir audiência, anunciou no título que "jornalistas ganhavam uma gorda (com referências) quantia para falar bem da Dafra", o que dava a entender que eram profissionais corrompidos e não que estavam prestando um serviço remunerado à Dafra. Uma pena que empresas maiores não resolveram processá-lo, pois o Notícias (des)Automotivas mais uma vez tinha sujado a imagem dos blogs sobre carros.
  • Em abril de 2012, Éber tentou (mas não conseguiu) livrar sua imagem de censurador no Bizarrices Automotivas, com os argumentos mais furados possíveis. Primeiramente se referiu aos editores como "adolescentes", subestimando a capacidade dos jovens de todo o País e esquecendo o fato dos então três editores serem maiores de idade, além de alguns colaboradores do NA serem adolescentes e de que 26% dos seus internautas terem menos de 18 anos. Lá, dizia que os editores se recusavam a escrever lá, só que o que ocorreu foi a remoção deles. Depois fez exposições desnecessárias sobre a vida pessoal ("quando recebeu o dinheiro ficou muito feliz e gastou ele todo em tênis, óculos de sol, roupas de marca e outras coisas que sempre quis ter") e que "o Eber teve seu relacionamento com a redação da revista Autoesporte prejudicado por conta das atitudes impensadas dos editores do BA", entregando que era aliadinho da revista da editora Globo.
  • Após publicar uma matéria da Autopress e receber críticas de um leitor sobre a nota dada ao acabamento do novo EcoSport, Éber teve uma discussão onde demonstrou plena infantilidade ao dizer que pagava muito caro para comprar as matérias, que Eco não era carro de rico, que na conta de IntenseDebate do leitor havia registro de que comentava há certo tempo, no estilo "aqui é ruim mas não saio daqui" e que o texto comprado não fazia o Notícias Automotivas "deixar de ser respeitado".
  • Em outubro, o Notícias Automotivas recebeu três fotos do Chevrolet Onix LTZ, e a afobação para postar foi tanta que as imagens foram ao ar sem sua pavorosa marca d'água por 3 minutos e rapidamente alguém as replicou para outros sites (conforme sua versão, que dizia também que as fotos lhe custaram bastante caro). Mas o próprio autor do flagra afirmou na Car and Driver que justamente pelo "vazamento" das imagens, elas não foram recompensadas. No fim, alguns sites até removeram as ibagens, enquanto outros nem se deixaram levar pelo cri-cri-cri do fracassado, já que ele não tinha como comprovar o pagamento. Ainda tomou uma bela crítica de Cláudio de Souza (UOL).
  • Em novembro foi publicada uma suposta imagem do Volkswagen up! em testes no Brasil, e o texto repassava data de lançamento e preços falsos. A matéria ficou ao ar por cerca de dois dias. Mesmo descobrindo a farsa, limitaram-se a substituir a imagem por uma foto de divulgação, além de publicar uma nota e bloquear os comentários. Quem ainda tentou mostrar nos comentários aos leitores a mentira, Éber apagou as mensagens e imediatamente surgiu um leitor para defendê-lo.
  • Várias matérias contavam com o chamariz de que "fontes teriam descoberto os preços do modelo X", por sinal todas erradas. Ao invés de informante, tá mais para inventante...
  • O Notícias Automotivas também se vangloria até demais de suas matérias exclusivas, sempre com um título chamativo. Na publicação de fotos do Onix, disseram que eram as "primeiras imagens de alta qualidade", que segundo o próprio autor do flagra partiram de um smartphone. AS IDEIA...