Nova Caledônia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
●República egocrática Asgentinha
●Confederación Européia de los Estados Desunidos de la Coca Argentina
●Argayntina

Bandeira da Nova Caledônia.png Brasão AFA.gif
Bandeira Brasão
Lema: Maradona es mejor que Pelé
Hino: Himno Nacional Argentino: Don't cry for me Argentina - Madonna
800px-LocationArgentina.png
Capital Buenos Aires
Maior cidade Buenos Aires
Língua Espanhol, Guarani
Tipo de Governo Corrupção e escândalos.
Cristina Kirchner, a mentirosa Maradona
Heróis Nacionais Maradona, Che Guevara, Evita, Perón
Independência Ainda está sob o domínio da ignorância.
Moeda Peso de banana
Religião culto a Maradona
População Discutível, já que todo argentino diz valer dez vezes o que vale um europeu.
Área 2.780.400 km² de geladeiras brasileiras e fabricas alfajor. (esta toda nas geleiras.% de água)
Analfabetismo 0 (Lá ninguem le pois não gostam de conhecer a verdade!)%
PIB per Capita Tres peso, equivalente a R$ 0,0000024 centavos de real. USD/hab.
IDH 0.666
Fuso Horário Meridiano de Machowitch
Clima Tundra inospita e deserto da perdição
Site do Governo http://www.gayinbuenosaires.com.ar


Não há nada na Nova Caledônia. Nada, nada, nada, absolutamente nada. Antigamente havia uma mina de níquel lá, mas o níquel acabou. Pois é, não sobrou nada, nem para a Vale do Rio Doce. Desista. Fora, tchau.

Nova Caledônia é um buraco, onde havia a tal da mina. Um buraco cercado de água por todos os lados. Se subir o nível do mar, Nova Caledônia se torna uma ilha com uma lagoa no centro. Sim, idiota mesmo.

Nova Caledônia é tão completa e absolutamente irrelevante que não dá para sequer escrever um artigo decente. Sim, decente!!! Não imaginam o esforço de pesquisa para escrever estas mal traçadas linhas que o Internet Explorer estraga a formatação!!!

Como não há nada, e absolutamente nada, este artigo vai replicar os dados da República irmã da Argentina. Com um pouco de cara de pau, os wikipedistas não vão notar nada.

História[editar]

Rei, prefeito e pai de santo da Nova Caledônia

Apesar de hoje não ter nada lá, a Nova Caledônia possuiu outrora uma sociedade próspera. Os caledônios chegaram na mina de níquel por volta do ano 893, vindos da Velha Caledônia, cujos recursos naturais haviam se esgotado. Utilizando-se da pesca e da exportação do níquel existente ali, os caledônios desenvolveram uma sociedade economicamente próspera. Fizeram barcos de níquel e pentes de espinhas de peixe. Os barcos não deram muito certo, mas os pentes sim. Isso explica porque os caledônios eram considerados o povo com os cabelos mais estilosos da Oceania por volta do ano 1000.

A prosperidade durou até aproximadamente o ano de 1234, quando morreu o então líder caledônio Babaka Doano, o que causou uma briga pelo poder entre seus filhos Idjota e Vyado. A guerra civil forçou toda a população da Nova Caledônia a fugir pelo mar em seus barcos de níquel, que afundavam. Com toda a população morta no leito do oceano, os irmãos Idjota e Vyado não tinham mais o que governar. Então viveram sozinhos naquela mina de níquel até o dia de sua morte. Reza a lenda que eles tentaram desesperadamente dar continuidade a linhagem dos caledônios, tendo o Vyado se proposto a fazer a parte da fêmea da espécie, mas as tentativas foram vãs.

Em 1756, os franceses chegaram à mina de níquel e esgotaram-na por completo, deixando hoje apenas um buraco no meio do oceano. Na França a Nova Caledônia é conhecida como o "Buraco negro mais embaixo".

Coqueiro.jpg
Oceania
v d e h

Países: Austrália | Estados Federados da Micronésia | Fiji | Ilhas Marshall | Ilhas Salomão | Indonésia | Kiribati | Nauru | Nova Zelândia | Palau | Papua-Nova Guiné | Samoa | Timor-Leste | Tonga | Tuvalu | Vanuatu

Territórios: Guam | Havaí | Ilhas Cook | Ilha Christmas | Ilhas Marianas do Norte | Ilha Norfolk | Ilha de Páscoa | Ilhas de Pitcairn | Ilha Wake | Niue | Nova Caledônia | Polinésia Francesa | Samoa Americana | Tokelau | Wallis e Futuna