Nova Cantu

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Prefeito de Nova Cantu em mais um concurso de beleza do município.

Nova Cantu é outra cidade do interior do Paraná. Ela foi perdida em 2008 quando alguém decidiu procurá-la e nunca mais a achou. Sugere-se que o mato tenha a engolido para sempre. Em memória da cidade, um lixeiro foi colocado em uma praça de Curitiba com os dizeres:

Cita3.pngIn Memoriam a algo... Nova CantuCita4.png
Inscrições do lixeiro de Curitiba com o nome de Nova Cantu

História[editar]

Uma das últimas fronteiras agrícolas do Paraná, apesar de que não se sabe o que isso significa. Seja como for, em 1950 o MST tomou conhecimento e só por ter ouvido os dizeres: "terra agrícola" marchou em direção ao tal lugar. Como foi esperado, em 1980 acabaram achando um tantinho de mato.

Nem precisou dizer que eles ocuparam o lugar por ser uma terra improdutiva de longe mesmo. Em dois meses estavam todos famintos e a única coisa que os mantinha ali era um Bar na esquina e também o fato de ninguém ter reclamado por eles terem ocupado aquele lugar. Esse pessoal do MST acabou se tornando as pessoas que hoje são os habitantes de Nova Cantu.

Em 2010, um historiador da região decidiu estudar a respeito e descobriu que um vereador havia emancipado Nova Cantu de Roncador para separar o sujo (Nova Cantu) do mal-lavado (essa é roncador, com certeza) e assim garantir que a cidade não ficasse com a porção analfabeta de Nova Cantu.

A cidade ganhou em 2011 o título de "maior favela do Paraná".

Índices[editar]

Algumas informações coletadas pelo IBGE e que estavam prontas para serem eliminadas (desperdício de papel, perda de tempo, arquivos inúteis) foram direcionadas para o livro do historiador que não tinha nada o que fazer e resolveu fazer um livro sobre a lendária Nova Cantu.

O que ele conseguiu foi isso:

  • Em Nova Cantu, 50% da população deseja ficar rica por meios impossíveis como participar de um BBB ou ganhar na Loteria, mesmo que essa pessoa não tenha metade dos dentes da boca e causasse nauseas para quem a visse no BBB ou que ganhar na loteria era mais difícil do que levar um raio na cabeça três vezes.
  • 30% da população sonha em um dia virar uma celebridade, um ator, a moça da propaganda de Hemorróidas ou um Funkeiro. Nem mesmo um funkeiro surgiu por lá.
  • Os outros 20% desejam ficar olhando a grama crescer em Nova Cantu pelo resto da vida, que culpa eles tem de terem nascido ali?

Após a coleta de informações como analfabetismo (180%) e IDH (-20%) o livro rendeu 2 páginas e meia e foi para um canto mofado de alguma biblioteca em Curitiba.

Ver também[editar]

  • Acre (talvez, a coisa mais perdida que Nova Cantu)
  • Paraná (onde se supõem ficar Nova Cantu)